Fiz uma comparação entre diferentes suítes de escritório na criação de um documento .docx

Infelizmente o formato .docx é o padrão de mercado e a maioria de nós tem que trabalhar com esse formato. Digo “infelizmente” porque o certo seria um formato livre, o que permitiria todo mundo usar o processador de texto que quisesse, mesmo que fosse proprietário.

Sem sombra de dúvidas o melhor programa para ler e criar documentos .docx são… sempre as versões mais recentes do Microsoft Office, ponto! Pra quem não tem o Microsoft Office para ler e editar arquivos .docx tem que usar alternativas, mas o quão boas são essas alternativas? Com essa dúvida eu fiz um teste, não é completa por falta de tempo, poder computacional e competência técnica, mas ficou interessante. Os programas testados foram:

LibreOffice 6.2.4.2 no Kubuntu 18.04 64bit
WPS Office versão comunitária do Linux 11.1.0.8392-1 no Kubuntu 18.04 64bit
Microsoft Office 2013 no Windows 7 32bit (sei sei, não é a última versão do Microsoft Office, mas é o que eu pude usar e para o meu círculo social essa versão é até super avançada)

Sei que tem outras suítes de escritório como OnlyOffice e FreeOffice, mas não as tenho instaladas e nem tenho muito interesse nelas. Mas gostaria de ver os resultados do teste de alguém. E se alguém tiver outra versão do Microsoft Office, eu também gostaria de saber dos resultados.


Aqui está o link para baixar o arquivo .zip com os documentos, mas eis uma explicação do documento:

  • O texto está mais ou menos formatado nas normas da ABNT, fonte Arial, tamanho 12, distância entrelinhas de 1,5 e margem esquerda e superior de 3cm e inferior e direita de 2cm
  • Fiz uma capa super básica com os nomes “INSTITUIÇÃO” (no topo da página), “TÍTULO” (no meio da página) e “ANO” (na parte inferior da página)
  • Sumário automático
  • Quebra de página separando as páginas sem paginação atrás e com paginação depois
  • Títulos de nível 1, 2, 3 e 4 para poder gerar o sumário. Tanto títulos do texto quanto do sumário estão devidamente formatados
  • Texto em português e em latim na introdução. O texto em latim é só para testar a capacidade a marcação de idioma do parágrafo.
  • Ainda na introdução há algumas formatações, como indentação automática na primeira linha, texto negrito, itálico, sublinhado, tachado, sobrescrito e subscrito. E também coloquei uma nota de rodapé.
  • Legenda em cima da imagem e tabela. Na imagem também tentei colocar uma “legenda” embaixo que informa a fonte da imagem.
  • Referências cruzadas
  • Tabela simples
  • Fórmula complexa, que inclusive tem uma linha de divisão (aquela linha que separa numerador e denominador, só que esta é do tipo inclinada em vez do tradicional tipo horizontal)
  • Coluna dupla de texto com 0,50 cm de separação

Documento .docx criado pelo Microsoft Office 2013

Aberto no LibreOffice 6.2:

  • O que funciona bem: formatações básicas, legendas em figuras e tabelas, referências cruzadas, notas de rodapé, paginação após uma quebra de página
  • Linguagem do parágrafo fica zoado no sentido que em vez de reconhecer um parágrafo como “Latim”, reconhece como “{la}”, mas ao menos o LibreOffice não acusa o texto como errado, entretanto ele não reconhece nada como errado, mesmo que eu digite um “ajzçẫkmm” da vida ali
  • No sumário, só o título que perde formatação quando o sumário é atualizado
  • Nas fórmulas, a divisão do tipo inclinada é convertida para divisão horizontal, mas do resto tudo parece funcionar bem
  • Coluna duola funciona bem, mas logo depois aparece tipo uma caixa em volta de todo texto a seguir…
  • Distância entrelinhas na tabela está como simples em vez de 1,5

Aberto no WPS Office 2019:

  • O que funciona bem: formatações básicas, legendas em figuras e tabelas, referências cruzadas, notas de rodapé, paginação após uma quebra de página, toda a formatação do sumário, toda a equação
  • WPS acusa o parágrafo em latim como errado (sinto que o WPS Office não define idiomas em parágrafos)

Documento .docx criado pelo LibreOffice 6.2:

Aberto no Microsoft Office 2013:

  • O que funciona bem: formatações básicas, legendas em figuras e tabelas, referências cruzadas, notas de rodapé, paginação após uma quebra de página
  • Parágrafo em latim ficou configurado como em português, de forma que o parágrafo foi acusado pelo programa como escrito errado
  • Ao atualizar o sumário, as entradas de nível 2, 3 e 4 tem a numeração recuada para a esquerda (o número de pontinhos diminuía)
  • Na fórmula, a divisão inclina desapareceu, deixando o numerador e denominador juntos

Aberto no WPS Office 2019:

  • O que funciona bem: formatações básicas, legendas em figuras e tabelas, referências cruzadas, notas de rodapé, paginação após uma quebra de página, toda a formatação do sumário
  • WPS acusa o parágrafo em latim como errado
  • Na fórmula, a divisão inclina desapareceu, deixando o numerador e denominador juntos
  • A legenda da imagem ficou um pouco comprimida como se tivesse menos espaço, quando na verdade tem espaço

Documento .docx criado pelo WPS Office 2019:

Aberto no Microsoft Office 2013:

  • O que funciona bem: formatações básicas, referências cruzadas, notas de rodapé, paginação após uma quebra de página, formatação do sumário
  • O mais gritante, as palavras “INSTITUIÇÃO”, “TÍTULO” e “ANO” estavam ridiculamente espaçadas. O espaçamento entre as linhas ficou muito grande.
  • A legenda da imagem ficou a separada da imagem

Aberto no LibreOffice 6.2

  • O que funciona bem: algumas formatações básicas, referências cruzadas, notas de rodapé, formatação do sumário
  • Havia uma quebra de página entre capa e o sumário… WTF?! E a paginação foi pro espaço
  • Sumário apareceu zoado, quando pus para atualizar a quebra de página sumiu entre o sumário e a página número 1 sumiu, assim como sumiu o título “INTRODUÇÃO”
  • O traço do texto tachado sumiu
  • A legenda da imagem ficou separada da imagem
  • A coluna dupla funciona bem, mas logo depois aparece tipo uma caixa em volta do texto a seguir…

Documento .docx criado pelo Microsoft Office 2013

Editado no LibreOffice 6.2 e reaberto no Microsoft Office 2013:

  • A formatação do título do sumário foi resetada
  • A quebra de página foi perdida (eu não estava esperando por isso), mas nesse caso você só precisa abrir o arquivo .docx pelo LibreOffice novamente e adicionar a quebra de página e ter o cuidado de configurar as páginas seguintes a seguirem outro estilo de página, como você faria com um documento .odt
  • A maior parte das edições da fórmula ocorreram bem, com exceção da linha de divisão inclina que foi substituída pela horizontal.
  • O resto aparentemente está bem.

Editado no WPS Office 2019 e reaberto no Microsoft Office 2013:

  • A numeração do sumário estava um poquinho mais para a direita, o que foi corrigido quando atualizei o sumário no Microsoft Office, mas isso é um detalhe muito pequeno
  • Os textos originais em latim estão sendo considerados que tem o idioma chinês (WTF?!) enquanto o novo texto em latim (adicionado pelo WPS Office) está sendo considerado como se fosse em inglês, o que é compreensível já que não consegui definir idioma do parágrafo pelo WPS Office.
  • O resto aparentemente está bem.

OBSERVAÇÕES

  • Eu não consegui criar uma fórmula pelo WPS Office, parece que ele ainda não tem um editor de fórmula.
  • Tanto no WPS Office quanto no Microsoft Office não consegui adicionar a “legenda” da fonte
  • No WPS Office eu tive que adicionar o título do sumário manualmente, ele não foi criado automaticamente e não achei a opção para gerar o título…
  • Quando eu editei o documento .docx criado pelo Microsoft Office pelo WPS Office, a paginação ficou zoada, em vez de seguir 1, 2 e 3, o seguimento foi 1, 2 e 2. A propósito, no WPS Office não deu nem pra editar a fórmula criada pelo Microsoft Office.

Sobre o uso das suítes de escritório

Inserir uma legenda numa imagem no Microsoft Office 2013 ou WPS Office 2019 é um parto! Acho que no .docx a legenda não fica agarrada no objeto (figura, tabela, gráfico, etc), enquanto no .odt a legenda é “presa” no objeto por um quadro que envolve legenda e objeto.

Tanto no WPS Office 2019 quanto no Microsoft Office 2013 o alinhamento do texto nas células só ficam no topo da célula, nunca alinha no centro certinho. Isso é irritante pra mim que mexo muito com tabelas. No LibreOffice isso funciona bem.


CONSIDERAÇÕES FINAIS

Sobre o arquivo criado pelo Microsoft Office e editado pelas outras duas suítes de escritório, preciso dizer que o arquivo diminuiu de tamanho, enquanto o original tinha 1.005,7Kib, o editado pelo LibreOffice teve 1.005,6Kib e o editado pelo WPS Office teve 900,2Kib. Informo-lhes que nessas edições houve adição de texto, então é estranho especialmente no WPS Office que o tamanho do arquivo tenha decaído tanto. Houve perda de dados, a não ser que o WPS seja ótimo na compressão de dados.

Bom, o veredito é que nenhuma alternativa no teste foi perfeita, então o óbvio é tentar usar o Microsoft Office, nem que seja numa máquina virtual (a propósito, o Windows 7 usado no teste está numa máquina virtual :slightly_smiling_face:). Mas se não for possível usar o Microsoft Office, use o WPS Office somente para leitura e o o LibreOffice somente para criação. Nossa, fiquei muito decepcionado com o quão terrível ficou o documento .docx criado pleo WPS Office.

15 Curtidas

nunca fiz um teste comparativo desses, mas já usei libreoffice e wps office, mas atualmente uso o Freeoffice e,para mim,é o pacote que tem melhor compatibilidade com os formatos da microsoft.
Faça um teste com o FreeOffice e veja o que acha

1 Curtida

O básico tem que ser feito no Google Docs.

O WPS não tem dicionário para pt-BR. Colocaram um dic. genérico (acho que é pt-PT), muito incompleto. Ainda estou vendo como importar o VERO para o WPS. Além de traduzir a interface da versão 2019 (os pacotes para tradução, foram liberados a um mês e pouco).

Antes que alguém fale do Sistemático… Os arquivos dele são da versão antiga.

Ou simplesmente usa o Office online.

Na verdade o WPS office tem um dicionário pt-br. Se estiver com dúvidas para instalar sugiro abrir um tópico.

Gostei muito do teste e parabéns pela iniciativa.

Eu nunca tinha visto antes um teste de suítes de escritório.

Recentemente, antes de migrar para o Linux, eu fiz um currículo no Office 2013 e salvei no One Drive, depois baixei novamente e algumas linhas de divisão ficaram fora do lugar. Depois que migrei para o Linux eu abri o currículo no LibreOffice e corrigi, salvei novamente no One Drive, baixei e não teve nenhuma desconfiguração.

Ótima comparação!! Parabéns pela iniciativa!

1 Curtida

Pessoal, obrigado pelos elogios. Aproveitei e fiz o teste no FreeOffice, mais precisamente no TextMaker uma vez que minha única preocupação é com o documento de texto.







Documento .docx criado pelo Microsoft Office 2013

Aberto no TextMaker (FreeOffice 944 (12-12-2018))

  • O que funciona bem: formatações básicas, notas de rodapé, paginação após uma quebra de página e também formatação do sumário, mas preciso discutir sobre esse último item
  • Referências cruzadas não funcionam. Por exemplo, em vez de aparecer “Figura 1” apareceu apenas “Fi” e em vez de “Tavela 1” apareceu “0”.
  • A linguagem do parágrafo em latim ficou como “Nenhum Idioma”
  • Os itens do sumário ficam como hyperlinks com a cor azul, mas o resto da formatação permaneceu. Exportei o documento para um arquivo pdf (pelo próprio FreeOffice, óbvio) e a cor azul permaneceu, de forma que me faz acreditar que essa cor azul permaneceria numa impressão, mas posso estar errado. Entretanto, ao atualizar o sumário, os hyperlinks são removidos e a cor automática, isto é, a preta, é retornada
  • A linha sobre a nota de rodapé, em vez de ter alguns centímetros ela vai de margem a margem, ocupando 100% da largura. Absolutamente não é o fim do mundo, mas é uma diferença de visualização do documento original. Entretanto, mesmo que o arquivo tenha sido editado pelo TextMaker, quando reaberto no Microsof Office esta linha está normal, então não há com o que se preocupar.
  • A linha de divisão inclinada da equação é substituída por uma barra (/). Melhor do que não aparecer nada.
  • OBS.: Parece que o TextMaker também não tem um editor de fórmulas.

Editado no TextMaker (FreeOffice 944 (12-12-2018)) e reaberto no Microsoft Office 2013:

  • Não é necessário tentar remover os hyperlinks no TextMaker (o que pode ser feito com a função de “Atualizar sumário” de qualquer forma), no Microsoft Office eles aparecerão normalmente.
  • O TextMaker ferrou com as referências cruzadas
  • O idioma do parágrafo em latim foi resetado para inglês
  • As fórmulas no documentos .docx ficam dentro de uma espécie de janela. Pois bem, ficou com um espaçamento em cima da fórmula, de forma que uma parte da parte inferior da fórmula ficou escondida, pelo menos a fórmula em si ficou intacta, até mesmo a linha de divisão inclinada.

Documento .docx criado pelo TextMaker (FreeOffice 944 (12-12-2018))

Me parece que o TextMaker (tanto no Linux quanto no Windows) tem sérias limitações, não tem editor de fórmulas, não consegui por uma legenda na imagem e tabela e nem sequer tem como criar um gráfico! Não sei se me passei em alguma coisa, mas se realmente tiver essas funções, o programa falhou em deixá-las evidentes.
Também não consegui fazer com que a paginação aparecesse somente após a quebra de página, mas creio que isso pode ser falta de conhecimento da minha parte, mas o programa poderia ser mais intuitivo quanto a isso.

Olha, @tnsampa, o meu teste foi com documentos de texto e como você pode ver os resultados não foram favoráveis para o para o FreeOffice (mais precisamente o TextMaker), de forma que minha conclusão continua a mesma no que diz respeito a documentos .docx, leitura e edição no WPS Office e criação no LibreOffice. Pode ser que o FreeOffice seja mais competente com as planilhas e apresentações de slides, não sei e não pretendo testar. Quando foi a última vez que você testou o LibreOffice e o WPS Office? Que tipo de documentos .docx você recebe?

2 Curtidas

uso planilhas. não uso slides e texto somente o básico, mas, aqui para mim, não tem um erro sequer de formatação abrindo documentos nativos da ms.

1 Curtida

Como estou entre pessoas da área de TI, me pergunto sempre o que seria o “básico” pra vocês. rsrsrs

Formatação básica, como texto em negrito, itálico, sublinhado, sobrescrito e coisas do tipo é bem suportada. Não sei que tipo de documentos .docx você recebe, se for de um pessoal bem leigo (que não chega sequer a fazer uma quebra de página e faz o sumário na mão), então você estará bem com o TextMaker.

Não sei se você chegou a baixar os documentos que usei no teste, mas os documentos que criei são relativamente complexos, tem de tudo o que uma pessoa entendida normal usaria: quebra de página, legendas sobre objetos mais suas referências cruzadas, sumários automáticos, definição de idiomas de parágrafos, equações complexas, notas de rodapé, texto em colunas e pequenas formatações de texto. Só faltou uma coisa: bibliografia.

1 Curtida

Como disse no começo, não fiz nenhum teste. Apesar de ser de ti, trabalho com gestão. Os documentos são básicamente relatórios, contratos, normas, planilhas, etc. Tive vários problemas de formatação, quebra de linha, imagens cortadas, etc quando usava o libre office, com o wps tive problemas de tradução, corretor e também com formatos não proprietários. Com o freeoffice não tive mais nenhum desses problemas.

1 Curtida

Sabe dizer se tem no AUR?

1 Curtida

Você se refere ao FreeOffice? Não sei dizer se tem no AUR (uso Kubuntu) , mas no site de download tem o programa compactado num arquivo .tgz e parece que você só precisa rodar um scrip. No link abaixo tem as instruções.

https://www.freeoffice.com/pt/dicas-e-truques-linux

2 Curtidas

Está Disponível:

https://aur.archlinux.org/packages/freeoffice/

1 Curtida

Documento .docx criado pelo Microsoft Office

Aberto no Google Docs

  • O que funciona bem: formatações básicas, legendas em figuras e tabelas, notas de rodapé
  • A linha “ANO” ficou na página seguinte…
  • Ao atualizar o sumário, o mesmo é desconfigurado em que são adicionadas identações aos itens
  • A paginação sumiu
  • Distância entrelinhas na tabela está como simples em vez de 1,5
  • Nas fórmulas, a divisão do tipo inclinada é convertida para divisão horizontal, mas do resto tudo parece funcionar bem
  • As referências cruzadas se perderam, mas ao menos os nomes ficaram lá

.

Sobre o uso do Google Docs

Achei o processador de texto muito limitado. Parece que você pode melhorá-lo através de extensões, mas não gosto do fato de que certas funções não venham por padrão.

1 Curtida

Nice!

Curiosamente, no nosso escritório, tentamos estabelecer o .doc e .xls como standard, acaba por trabalhar melhor entre as suites.
Desde que migrei do MS Office 2010 para LibreOffice (penso que na altura tinha acabado de ser introduzida a versão 5… ou estava nas ultimas das versões 4) que não consigo voltar atrás.

Tenho pena de abandonarem o suporte x86 em breve :confused: assim como a versão 6 não ser compatível com o Windows XP… mas as coisas têm obviamente que evoluir.

Em relação a comparações entre MS Office 2010 / 2013 / 2016 / 2019 e LibreOffice 6, fiz alguns testes com documentos .xls e confesso que desde a introdução da versão 6 do LO que as coisas funcionam mt melhor entre suites.
Mas um pormenor que me lembro sempre tem a ver com as bordas lineares das células. Ao passar do LO para o MS Office transforma-se smp em bordas ponto-a-ponto :angry:

Em breve a ver se faço uma resumo mais exaustivo e detalhado.

1 Curtida

Seria uma contribuição importante. Fico surpreso que não se vê testes como esse.

Refiz o teste com o LibreOffice 6.3.0.4 e infelizmente não houve nenhuma melhora nos problemas que eu já citei aqui :frowning:

Sim, sei que houve melhorias de compatibilidade com os formatos do Microsoft Office, mas para as coisas que testei (que são relativamente muito básicas num documento .docx) não foram corrigidas.

Gente, eu me pergunto, será que os desenvolvedores estão cientes desses problemas? :thinking: Sei que é uma coisa extremamente básica, mas eu vejo correções para coisas tão complexas enquanto ainda estamos tendo problema com isso…
Qual é o melhor site para divulgar esse teste (traduzirei para inglês, claro), quero chamar atenção dos desenvolvedores pra isso. São problemas para coisas muito básicas.