6 distros Linux para você usar tiling windows manager agora mesmo (atualizado)

Os TWM (tiling windows manager) estão ganhando cada vez mais terreno, utilizados por um público cada vez mais diverso em busca de praticidade, produtividade e muitas vezes, de mais performance.

Conseguindo atender os fluxos de trabalho mais diversos, neste artigo do blog você poderá encontrar mais detalhes sobre os TWM e suas principais características, é importante entender que sua utilização não está limitada a programadores e usuários de linha de comando, os TWM modernos conseguem oferecer um ambiente produtivo e coeso - desde que você consiga ajustá-lo para suas necessidades.

Flexíveis e poderosos (se você conseguir configurar)

Em sua maioria os TWM não oferecem uma interface gráfica de configuração, sendo necessário editar manualmente os “dotfiles” ou utilizar scripts criados pela comunidade para conseguir um resultado visual agradável. É neste ponto, que as distros que já entregam um ambiente TWM pré-configurado brilham, diminuindo o tempo necessário para ajustar a interface e pode começar a produzir.

Distros para você testar um TWM ainda hoje

Mesmo que, na prática, você possa instalar um TWM em praticamente qualquer distro, nesta lista iremos destacar algumas distros que entregam uma experiência padrão pré-configurada baseada em um TWM. Não adotei nenhuma ordem específica e não se trata de uma lista de “melhores distros”, mas algumas das opções que você pode baixar e testar imediatamente.

Fedora i3

Por se tratar de uma spin oficial o Fedora i3 conta com todos os recursos para atender usuários iniciantes ou avançados, que preferem não depender tanto de um mouse, touchpad ou outro dispositivo apontador para interagir com seu ambiente.

Ambiente: i3wm
Link: Fedora i3 Spin


Manjaro i3

Nesta edição mantida pela comunidade, o Manjaro entrega uma experiência completa de uso baseada no i3wm. Extremamente leve, consegue equilibrar seus recursos característicos como o Pamac e outras ferramentas gráficas em um ambiente com software moderno e com ótima detecção de hardware.

Ambiente: i3wm
Link: Manjaro - Downloads


Archcraft

Archcraft é uma distribuição Linux que utiliza a base do Arch Linux, uma das mais bonitas distros a integrar TWM. Sua instalação padrão pode utilizar o BSPWM ou openbox, mas é possível instalar outros gerenciadores facilmente. Contando com diversos temas pré-instalados e com scripts exclusivos que facilitam a configuração do ambiente, está é uma das distros mais completas nesta lista.

Ambiente: BSPWM / Openbox / Xmonad / DWM
Link: https://archcraft.io/


Pop!OS (pop-shell)

O projeto COSMIC da System76 chegou para mostrar formas diferenciadas de interação com o tradicional ambiente GNOME da base Ubuntu. O Pop-shell conta com recursos muito interessantes de organização de janelas como o “agrupamento de janelas” que o torna um belo híbrido entre o paradigma do GNOME e de um TWM puro.

Ambiente: Pop-Shell (GNOME)
Link: https://pop.system76.com/


Endeavour

O Endeavour OS se destaca como uma distro pensada para ser usada em fluxo de trabalho baseados em teclado, muito completa e com diversos aplicativos próprios é possivelmente a distro que entrega a melhor experiência “de fábrica”. Você pode combinar uma base XFCE com o BSPWM, usando as diversas ferramentas pré-configuradas.

Ambientes: BSPWM / Sway / i3wm
Link: Latest release – EndeavourOS


Menções honrosas

Enquanto pesquisava, acabei encontrando este projeto hospedado no Github.

Xumonad-linux

O Xumonad-Linux é um projeto individual que mescla a experiência do Xubuntu com o gerenciador Xmonad, considerado por muitos usuários um dos mais avançados em sua categoria. Eu baixei a ISO disponível e consegui utilizá-lo normalmente em uma máquina-virtual, porém, o Xmonad me pareceu meio “perdido” dentro das diversas ferramentas do XFCE e a experiência do TWM acabou não sendo tão interessante.

Ambiente: Xmonad
Link: GitHub - elefthei/xumonad-linux: A minimal xubuntu and xmonad based linux distro and live CD


Gobolinux (awesome)

Utilizando o Awesome como seu ambiente padrão, esta distro é tão diferente em sua proposta e tem tantas características únicas que é até dificil escolher por onde começar.

Ambiente: Awesome WM
Link: https://gobolinux.org/


Acredito que muitas distros interessantes podem ter ficado de fora, então, se você conhece uma distro que entregue um TWM pré-configurado, por favor deixe um comentário com um link. :slight_smile:

Atualização 16 de outubro : a distro Archcraft adicionou o suporte ao Xmonad, um TWM automático desenvolvido em Haskell.

:vulcan_salute:

11 curtidas

Otima lista!
Tambem temos o Garuda e o ArcoLinux :grinning:


(Garuda qtile)


(ArcoLinux BSPWM)
https://sourceforge.net/projects/arcolinux-community-editions/files/

8 curtidas

Excelente!

Regolith

Um ambiente de desktop moderno projetado para permitir que você trabalhe mais rápido, reduzindo desordem e cerimônia desnecessárias. Construído em cima do Ubuntu, GNOME e i3, o Regolith está em uma base bem apoiada e consistente.

Ambiente: Regolith
Link: https://regolith-linux.org

6 curtidas

Sou só eu que realmente gosta do DWM e não tem problema nenhum com ele?

1 curtida

Os números de utilização do Gnome/KDE e outras DE’s provam que você não está sozinho.

:vulcan_salute:

Arcolinux luxuriante para os fãs de WMs…

2 curtidas

Eu quero dizer que prefiro o DWM ao i3 ou o bsp. Pra mim até mesmo esses tiling managers mais populares são “perfumados demais”.
É claro que muita gente não tem tempo, ou ímpeto, de compilar e ficar acrescentando patch numa fonte pra poder ter um desktop funcional. - Seria eu um masoquista?

Não conhecia o DWM, quando li eu imaginei que fosse “desktop window manager” :-D. Falha minha, desculpe.

Mas se ele te atende, não vejo como isso pode ser negativo. As pessoas têm formas diferentes de interagir com seu ambiente de trabalho e é nessa diferença que mora a “graça” da coisa.

:vulcan_salute:

2 curtidas

O DWM é parte do projeto suckless: https://dwm.suckless.org/
Junto à ele tem também o st (Simple terminal, que se exploda o xterm), o surf (Navegador da web), o core (Que é basicamente uma versão suckless do GNU Coreutils) e outros.

Eu sempre fico com tearing utilizando qualquer TWM :pensive:

Talvez usando uma sessão Wayland, ao em vez do X.org, possa resolver.

Sugiro abrir um tópico com mais detalhes para nós podermos tentar te ajudar com isso.

:vulcan_salute:

Não, muito longe disso. Porém, como o próprio README já sugere (e meio que se vangloria), a configuração via código fonte torna o DWM algo não muito amigável de se empacotar e distribuir binários – especialmente para iniciantes e intermediários, que são o público-alvo das distribuições citadas. Vai naturalmente ser algo de nicho.

2 curtidas

Não sei se é do seu interesse usar uma distro que tenha opção do DWM ou se gosta apenas de instalar tudo sozinho, mas, caso seja do seu interesse a primeira opção, o Archcraft também conta com essa possibilidade:

Foi oficialmente lançado ontem:

Fonte:

5 curtidas

Eu gostei muito do dwm, super leve e bonito, lembro que ele consumia 20mb de ram apenas com o terminal st aberto. mas pena que não funciona em wayland.

1 curtida

Boa noite. Estou usando Fedora 34 com i3wm antes passei pelo Debian com i3 e OpenSUSE Tumbleweed com Kde. Acho que já estou saindo da base .Deb e migrando aos poucos para a base .Rpm.

Amigos sai do Fedora i3wm para o OpenSUSE Tumbleweed Kde. O Fedora não atualizava por nada desse mundo. Tive problemas no Fedora 34 e 35 por isso voltei para o OpenSUSE.

1 curtida

Não exatamente…

3 curtidas

DWL, não sabia deste ainda, é o irmão wayland do DWM :laughing: