Script para desativar BD_PROCHOT/Throttling térmico em processadores Intel. (em testes)

Testei esse script em um laptop com Intel 8th Gen com Arch Linux. Gostaria que testassem em mais hardwares.

Depois de ver a luta do @RazarJP, decidi criar um script, capaz de ser rodado na inicialização, para desativar esse throttling.

Requisitos de sistema:

  • Processador Intel (óbvio, o script verifica)
  • awk e msr-tools instalados (script verifica)
  • No Ubuntu: pacote linux-tools-$(uname -r) (script adverte)
  • Em Macs: pacote macfanctld (script adverte)
  • Secure Boot inativo
  • Ciência de que potencialmente perderá a garantia. Caso ative essa opção, seu processador esquentará o máximo que ele puder e ignorará sinais de superaquecimento vindos da placa mãe. Isso poderá levar a danos que não são cobertos pela garantia.

Instalação:

  • O script está no Github. Abra o link e salve o arquivo ou faça por terminal:
    wget https://raw.githubusercontent.com/oc1024/intel-bdph-script/master/intel-bdph-script.sh
  • Marque como executável com botão direito > propriedades no gerenciador de arquivos ou com chmod +x intel-bdph-script.sh no terminal
  • Duplo clique ou ./intel-bdph-script.sh no terminal.

Espero que vos seja útil.

Versões antigas

Ver no Github (a partir da Alfa 2).

5 Curtidas

Salvei aqui no google drive, pensando em testar varias distros agora que que esse problema foi resolvido (dessa vez com macfanctld instalado em todas as tentativas que farei hahah) eu não sei se meu notebook tem ou não secure boot, pelo que vi só quem tem o Apple T2 tem o utilitário pra desativar e ativar, ai não tenho certeza.

Mas essa é uma maravilhosa iniciativa, tenho visto muitos notebooks intel sofrendo com isso (trabalho com TI e muitos dos notebooks que andei formatando, estavam com Throttle - maioria das vezes causados por problemas na bateria- o ultimo era um intel i7 de sexta geracão travado a 0.4GHz) toda vez que eu mudar de distro venho reportar aqui.

3 Curtidas

bom dia quanto executo fica assim

1 Curtida

Troque essa linha:

if [ -t 1 ]; then sudo /bin/sh $0; else pkexec /bin/sh $0; fi

por apenas

sudo /bin/sh $0

Ou rode diretamente com sudo ./arquivo

2 Curtidas

Sim chegando em casa tento mudar.
Mas com sudo tbm fica na mesma coisa da imagem que posteu

2 Curtidas

Ah, se rodando direto sudo ./arquivo dá no mesmo, a minha solução não vai resolver.
No caso, acho que você deve testar trocar:

if [ "$UID" != 0 ]; then
if [ "$(id -u)" != 0 ]; then
1 Curtida

Olá @Capezotte tudo beleza?

Muito interessante seu script, estava pensando aqui na quantidade de usuários inexperientes (ou descuidados) que podem ter sérios problemas por não tomarem cuidado com o possível super-aquecimento que pode ocorrer.

Recomendo colocar um aviso bem grande no tópico informando que as pessoas devem usar esse script por sua conta e risco.

Sua intenção em ajudar é ótima. :partying_face:

:vulcan_salute:

3 Curtidas

Bem lembrado. Editei um aviso maior e a sugestão de correção que eu enviei pro @rodrigobbarros (depois de confirmar que funciona no meu laptop e reiniciar antes de perder a garantia, haha) no post principal.

3 Curtidas

No meu caso, se eu não tivesse instalado o macfanctld, acho que eu ia ter aluminio derretido no lugar de notebook haha, aqui ta batendo 80ºC em heavy load, mas, troquei minha pasta térmica pra uma silver recentemente. O ideal, além de usar boa pasta térmica seria aqueles coolers USB, caso seu notebook seja feito em plástico.

Testado no Zorin OS 15 aqui - rodando 100%

No Ubuntu funcionou 100% também, entretanto tive que instalar usar “apt install -y linux-tools-$(uname -r)” para funcionar, melhor adicionar no script junto com a verificação do msr-tools:

2 Curtidas

Não seria mais fácil instalar o Cpufreq e configura-lo pra não deixar o processador ultrapassar o limite de sobreaquecimento?

1 Curtida

esse script funciona pra sandybridge? o efeito dele continua depois de reinicializar o PC?
executei ele e não deu nenhum output

Não tenho certeza. Até onde eu sei, o Ivy Bridge (o primeiro processador em que esse script foi testado) não faz muitas mudanças no design do Sandy Bridge, e houve resultados positivos, então acho que sim.

Não. É necessário rodar o script na inicialização.

O script só dá output em caso de erro.

Honestamente, parece que esse é um pacote que só existe no Debian e derivados. Os arquivos que ele instala nem parecem existir aqui no meu Arch Linux. O máximo que posso fazer é mandar um aviso para sistemas que têm apt para instalar esse pacote.

2 Curtidas

image
well

1 Curtida

O meu script executa:

modinfo msr
which rdmsr
which wrmsr

para verificar a existência do MSR.
Talvez você esteja sofrendo com o mesmo problema do RazarJP, precisar instalar o linux-tools-$(uname -r)? Caso for, ponho isso para ser a primeira verificação do script.

image nem existe o pacote

acabo de descobrir que precisava do sudo! :man_facepalming:

pelo visto está funcionando no i5-7200u 2.5-3.1 ghz

1 Curtida

Com MSR Tools e Linux Tools instalado, o script funciona 100%, salvo alguns casos como Zorin 15 Core que veio prontamente instalado junto ao sistema o linux tools, no meu caso pelo menos o script funcionou apenas instalando o msr tools no Zorin.

A única ressalva é em caso de macbooks, o macfantld TEM que ser instalado, tem no repositório do ubuntu/debian, em rpm (testei no fedora apenas), e no AUR, então creio que qualquer distro seja viável nesse ponto.

Atualização para alfa 2 saindo.

@RazarJP: Pode me passar o PPA do macfanctld para eu adiocionar no post lá em cima?
@leoteodoro: Se possível, teste se o script pede o root corretamente agora. Vi nos seus prints que, mesmo como usuário normal, ele esquecia de pedir root. Isso não é para ter acontecido.

Em todo derivado do ubuntu só dar “sudo apt install macfanctld -y”

Pesquisei pro Arch Linux e achei o AUR, tentei instalar o arch pra testar aqui mas não consegui fazer ele rodar de maneira satisfatória, preciso estudar mais pra começar meu “faça você mesmo”, haha.

Mas tem o Github dele caso ajude em algo para instalações que não são baseadas em ubuntu.