Microsoft Office 2010 vs outras suítes de escritório

office
#1

Fiz esta pergunta no Reddit, mas parece que lá as pessoas não entenderam direito o que eu estava querendo. Tentarei ser mais preciso aqui, também gostaria que vocês tentassem entender o contexto para não haver dúvida.

CONTEXTO

Uso o LibreOffice (bem como o formato aberto ODF) e estou muito satisfeito, não os largo por nada! LibreOffice é a minha suíte de escritório padrão que uso em 99,9999999% do tempo.

Mas, de vez em quando, tenho que lidar com os formatos proprietários da Microsoft (mais precisamente .docx, .pptx e .xlsx), afinal não vivo sozinho no mundo. Para lidar com esses arquivos, eu instalei o Microsoft Office 2010 via Wine, que foi fácil, bastou instalar uns dois componentes via Winetricks e um abraço, até o crack funcionou de boa, não precisei mexer em registro e nem nada disso.

O LibreOffice definitivamente não é bom para lidar com esse formato proprietário, ele fracassa com um documento .docx criado por ele mesmo!!! Experimente criar uma quebra de página num documento .docx no LibreOffice. Lá no Reddit o pessoal me sugeriu o LibreOffice para essa tarefa…

No meu círculo social as pessoas normalmente usam do Microsoft Office 2013 pro mais antigo, isso quando usam a suíte de escritório da Microsoft, porque estou vendo muita gente usando o WPS Office (não porque o pessoal gostou dessa suíte chinesa, mas porque o crack do Microsoft Office parou de funcionar no computador de muita gente). A propósito, não sou da área de T.I e nem as pessoas do meu círculo social, portanto não tenho expectativa de receber um documento muito complexo, no máximo do máximo do máximo uma quebra de página separando páginas com diferentes estilos, um sumário gerado automaticamente e fórmulas matemáticas.

QUASE LÁ…

Digamos que eu receba um documento de uma versão mais nova do Microsoft Office (isto é, versão 2013, 2016 ou até 2019). Realisticamente é muuuuuito difícil eu receber um documento da versão 2016 ou 2019 dessa suíte de escritório, mas já que eu abrir este tópico, por que não aproveita a oportunidade para saber deles também?

É óbvio que o Microsoft Office 2010 não será capaz de lidar com partes muito complexas de um documento desses, especialmente se for de uma versão muito recente do Microsoft Office (2016 ou 2019), mas a questão é que mesmo sendo uma versão mais antiga, o Microsoft Office 2010 ainda tem o mesmo DNA das versões mais novas se compararmos com outras suítes de escritórios.

Já uma suíte de escritório atual, como WPS Office, ONLYOFFICE ou FreeOffice são atuais, entretanto são suítes de escritório que não tem todo o conhecimento da equipe da Microsoft para trabalhar com a questão da compatibilidade.

P.S.: Não uso suítes de escritório online, como Google Docs ou o office do One Drive por N motivos.

EIS A PERGUNTA

Quem terá mais compatibilidade com os documentos .docx, .pptx e .xlsx produzidos pelo Microsoft Office 2013/1016/2019? Microsoft Office 2010 ou outra suíte de escritório atual?

3 Likes

#2

Ainda acredito e uso WPS Office, sim pela semelhança e pela compatibilidade entre eles.

2 Likes

#3

Penso igual a você. A preferencia pelo WPS se deve à semelhança com as suits MS office

1 Like

#4

Tenho alguns computadores com dualboot com Windows e outros apenas com Linux, nos windows eu tenho instalado freeoffice, libre office e MS office 365, em função de uma conta de 6TB que tenho no One drive, que me dá 6 licenças do MS office 365 para PCs e 6 para celulares. Nada,absolutamente nada do que eu precisei criar, abrir ou editar no MS office foi incompatível com o Free Office. Mas eu não sou um hard user. Sou usuário de tabelas editor de texto básico, no máximo com uns parágrafos,itálicos e negritos, com algumas imagens inseridas e nas planilhas também tudo muito básico… então não sou um usuário propenso a ter problemas de incompatibilidade entre as suites office…

Quanto a tua pergunta… Difícil responder. Existem diversos fatores que podem influenciar para um lado ou para outro. Esses arquivos terão macros? qual a complexidade deles? existem links entre as tabelas? usam fórmulas? qual a complexidade das fórmulas? muitas formatações com tabulações, cores e fontes diversas? Vc é um usuário de arquivos complexos? se não o for, desapegue e, principalmente, não se arrisque com cracks que vc não sabe o que faz com teu sistema! Mas se, para vc, a utilização do Ms office for fundamental, então faça uma assinatura básica do onedrive que por apenas R$0,65 (sessenta e cinco centavos) por dia, ou R$239por ano você terá direito a 1TB de armazenamento na nuvem e várias licenças do MS office 365 sem se expor aos riscos de usar cracks e sem recorrer à pirataria.

2 Likes

#5

Tudo bem com você Rasolar? Então meio que tentando responder sua pergunta.

Existem diversos vídeos e comparativos sobre versões e suítes Office. Sejam elas livres ou pagas. Mas você tem que analisar a sua situação! Seja para o uso ¨Pessoal¨ ou ¨Empresarial", tente sempre utilizar suítes livres, até mesmo pela questão de poder trabalhar em várias plataformas, se um dia assim você precisar!

Experimente instalar várias versões e suítes livres e se possível uma paga e licenciada dentro do seu ambiente. Infelizmente, Não existe formula mágica para uso 100% eficaz, visto que existem incompatibilidades até mesmo entre versões do pacote da Microsoft. Quem sabe um dia a MS não vire uma versão Linux e de quebra resolva mudar junto sua suite Office!

Se haja a real necessidade de abrir esses documentos, com o mais próximo de compatibilidade, não vejo a melhor maneira do que abrir dentro do próprio ambiente operacional! Como recomendação, eu faria instalar uma maquina virtual do Windows com sua suite Office toda legalizada. E quando houvesse a necessidade de abrir tal documento, já estaria lá instados e se precisar utilizar algum outro software em especifico, já tem o ambiente virtualizado.
Obs: Claro se sua maquina tiver um hardware adequado para tal virtualização!

Espero ter ajudado. Abraço!

2 Likes

#6

Problemas de incompatibilidade ñ são novidade qdo se fala do MS Office, ele ñ é um formato compatível com ele mesmo e isso é uma péssima política, claro q faz as pessoas comprarem versões mais novas e acaba se justificando monetariamente, pra empresa claro, ñ pro usuário.

Usar, sempre q possível, o formato aberto evita isso, mas sabemos q nem sempre é possível, as pessoas gostam de sofrer e pagar pelo q ñ precisam.

O maior problema da incompatibilidade do LibreOffice com formato proprietário ñ faz parte de um problema da suíte, se vc criar o arquivo no formato proprietário, esse arquivo permanece ‘estável’ até ser salvo na outra suíte, sempre tratado dentro do LibreOffice ñ tem problema, mas se vai usar só nessa suíte ñ há razão pra ñ usar o formato aberto.

Dito isso, qdo for pra compartilhar e tiver problema com o LibreOffice, muitas vezes ñ vai ter, o Free Office e o WPS são uma boa opção, mas ñ uma garantia.

Se a tentativa e erro ñ forem uma opção, ter uma VM win com uma licença básica, como sugerido por @tnsampa, talvez seja a melhor solução.

3 Likes

Por que tanta rejeição ao LibreOffice?
Por que tanta rejeição ao LibreOffice?
#7

Tento até difundir, mas é uma guerra perdida, ainda mais quando lidamos com pessoas que não sabem nem mesmo qual navegador elas usam.

No meu círculo social, ou as pessoas usam o Microsoft Office pirata (dificilmente uma versão mais nova que o 2013, pois aparentemente são mais difíceis de crackear) ou usam o WPS Office para abrir direito os arquivos criados pelo Microsoft Office pirata dos outros.

É praticamente impossível convencer as pessoas a largarem esses softwares proprietários, o mínimo de chance que eu teria era se a pessoa tivesse uma inclinação para gostar de coisas como cultura livre (Creative Commons e coisas do tipo). E agora que o WPS Office está dominando, menos otimista fico.

Mas todos os meus manuais e livros estão no formato .odt, liberdade sempre!

2 Likes

#8

WPS Office é mais “compatível”, no caso da quebra de páginaa solução é mais simples que parece:

Boas práticas

Use o recurso “Quebra de página” ao invé de dar Enter

1 Like

#9

Não entendi. O recurso “Quebra de Página” é exatamente o que eu uso. Mais precisamente vou em Formatar, depois em Parágrafo, então a aba Fluxo de Texto, marco a caixa Inserir e faço mais alguns procedimentos.

1 Like

#10

Tá tecnicamente errado, é Inserir -> Quebra de página

1 Like

#11

Ou um simples CTRL+ENTER

1 Like

#12

Olá @rasolar, sua pergunta tem vários pontos e vejo que o pessoal está respondendo a “parte prática” então vou focar em te dar um feedback sobre outro ponto que é o uso de software pirata. Não vou entrar em maiores discussões e simplesmente queria te indicar que atualmente não é mais necessário que você use cracks e afins.

A versão online do Office que é disponibilizada em todas as contas gratuitas da Microsoft pode dar conta tranquilamente desses casos onde você recebe documentos de formatos “exóticos”. Eu inclusive fiz um teste rápido aqui antes de responder sua pergunta e acabei vendo algo novo para mim, agora é possível salvar diretamente em ODF pelo Office Online.

Como disse, meu objetivo foi apenas indicar uma abordagem para esse ponto especifico do seu relato. :grinning:

1 Like

#13

@Natanael.755 e @lfmoreno , de fato aquele modo que eu costumo (na verdade “costumava”) usar não era o ideal (ele funciona de boa dentro do contexto do formato ODT, mas desformata todo ao ser convertido pra .docx), mas o de vocês também não resolvia o problema. Mas, ainda assim, achei a solução GRAÇAS A VOCÊS, então muito obrigado!

O que acontece? Como vocês sabem, em parte de um trabalho acadêmico, especialmente no início do documento, as páginas não são numeradas (capa, contra-capa, resumo, sumário), mas no resto do trabalho há numeração. Portanto, o documento acaba possuindo pelo menos dois estilos de página, um sem numeração e outro com numeração.

O problema de apenas seguir o procedimento simples (Ctrl ENTER), é que se eu mudar o estilo das páginas que se encontram após a quebra, as páginas antes da quebra também serão alteradas, de forma que o documento só poderia ter apenas um estilo.

A solução foi usar a Quebra Manual..., que, além de me permitir mudar o estilo de página das páginas que se encontram após a quebra, também me permite definir o número da página, o que é essencial. E o mais importante, essa formatação é mantida quando converto o documento .odt para o formato .docx

0 Likes

#14

@eddiecsilva, é bom saber que esse Office é gratuito, vou procurar conhecê-lo melhor.

Mas ainda manterei o Office 2010 instalado no meu Kubuntu (pelo menos enquanto dura minha graduação), porque nem sempre tenho acesso à internet.

Obrigado pela sugestão.

1 Like

#15

Entendi a questão Ctrl + Enter DEPOIS de ter formatado não quebra a formatação, antes realmente não ajuda

0 Likes