WPS Office Completo em Português

Fala pessoal!

Estou disponibilizando no meu repositório Debian a última versão do WPS Office Completo.
Já vem com interface e dicionário em português, fontes extras e modelos de documentos.

Pra instalar só usar os comandos:

wget -qO - "https://winunix.github.io/debian/public.key" | sudo apt-key add -
echo "deb https://winunix.github.io/debian focal main" | sudo tee /etc/apt/sources.list.d/winunix-focal.list
sudo apt update

sudo apt install fonts-3rd-party
sudo apt install wps-office-full
16 Curtidas

Muito bom, parabéns pela iniciativa!

2 Curtidas

Legal. Sugestão: se você lançar como pacote ficaria melhor ainda.

1 Curtida

Parabéns cara…

1 Curtida

Pacotes Debian ? Dá pra baixar em:

Mas são uns 8 pacotes. É mais viável adicionar o repositório e baixar via APT.
Além disso esse repositório tem outros pacotes que podem interessar-los também.

2 Curtidas

Um .DEB, Flatpak, Snap ou AppImage com a suite office, o idioma e todos os extras empacotados em um único arquivo p’n’p seria muito interessante.

1 Curtida

Como muitos ja falaram eu também irei falar ksks, parabens pela iniciativa, até porque um dos “problemas” do wps é não vir configurado assim em portugues, oque acaba dificultando as vezes o pessoal que migra e ja usava o wps no windows em portugues e chega e ta não configurado… ksks

2 Curtidas

Tudo num único .deb iria ficar um pacote monstruoso kkkk. Eu tinha forkado uns pacotes do blog do @henriquead7 e o deb oficial da Kingsoft tá meio bugada quando instalada no Lubuntu, por isso juntei tudo no repositório. Não sou muito fã de Snaps, mas já tem alguns pacotes criados no snapcraft. Flatpak e AppImage nunca cogitei utiliza-lo na minha vida :sweat_smile:.

2 Curtidas

Vai por mim, muita gente também ia curtir. Parabéns pelo excelente trabalho, porque literalmente deve ser uma trabalheira.

1 Curtida

Cara, antes de tudo. Parabéns!!! :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:
Tenho testado o Xubuntu 20.04 com os apps não agregados ao sistema removidos e os uso como AppImage no sistema. Mas o sistema está uma belezura de leve, já que os AppImage não são agregados a ele.

Então, já peço; que, já que sabe mecher no empacotamento, que se possível distribuisse em AppImage :pray: :pray: :pray: :pray: :pray: :pray:

3 Curtidas

Eu não disse?! Já tem gente interessada na idéia, rsrsrsrs.

3 Curtidas

Parabéns pela iniciativa.

1 Curtida

A idéia é a de fazer que nem os apps no android. Sistema base em um canto, e apps em seus pacotes em outro.
Mais controle sobre o sistema. E nisso ganho em desempenho. E o sistema ocupando menos espaço, fazendo ele Raiz por muito mais tempo.

2 Curtidas

Cara isso tem os prós e os contras. Veja por exemplo o lado da segurança: A premissa básica é que o Linux é um sistema seguro. O versionamento de pacotes do APT prover um grau segurança a mais no Linux.

O WPS Office é um exemplo de falha nisso: O site oficial prover um pacote de mais de 200MB com tudo embutido num único pacote e quando instalado ocupa quase 1GB. Varias bibliotecas que deveriam ser compartilhadas são replicadas na sua pasta aumentando o tamanho do pacote e ocupando mais espaço no disco. Bibliotecas como a libnss3 que são voltadas pra segurança estão como uma cópia, se por acaso houver uma falha de segurança nessa versão da biblioteca, o pacote completo do WPS terá que ser provido de novo. E mesmo corrigindo o WPS teria que ser feito pra todos os apps que usam essa versão da lib.
Caso essa biblioteca fosse provido como dependência do pacote libnss3 disponível no APT, o linux baixa automático atualizações de segurança e WPS não ficaria comprometido.

Eu mesmo tava pensando em ver todas as bibliotecas de terceiros usada no WPS, remove-las e linká-las à compartilhadas no sistema. Isso diminuiria muito o pacote e WPS, mas daria trabalho demais e na próxima versão eles podem mudar a versão das libs usadas. Isso deveria ser feito pela própria empresa se prezassem pela segurança.

1 Curtida

O libreoffice, por exemplo, prover mais de 186 pacotes no APT.
Eu tive uns problemas com ele na ultima versão do Lubuntu (por terem mudado do LXDE para o LXQt o sistema ta com alguns bugs).
O problema é na integração do libreoffice com biblioteca Qt. Resolvi simplesmente removendo o pacote libreoffice-qt5 e usando o libreoffice-gtk3 que já vem nativo no próprio lubuntu (nem precisei instalar!). Bem mais rápido, não precisei desinstalar o libreoffice todo e baixar uma versão sem Qt. E quando eles corrigirem esse bug eu posso insta-la rapidamente.

Criar um pacote .deb com tudo, seriam quantos MB?

2 Curtidas

Acredito que cerca de 254.2 MB.

Entendo. Mas assim como em qualquer distro, para um usuário comum, bastaria fazer a atualização do pacote AppImage mais recente, para que o problema de segurança seja resolvido.

Quanto a armazenamento, com os tamanhos de HD/SSD aumentando hoje em dia, não seria um problema.
E evitaria que ao pacote vindo de um PPA substitua um do sistema que deva estar mais seguro. No caso do AppImage bastaria substituir o pacote suspeito por inteiro, ou baixar a versão mais recente, evitando alterações do sistema em si mesmo, evitanto a quebra de pacotes e alterações no sistema.

Por essa versatiidade e premissa de permanecer com o sistema intacto, tou amando ter um Ambiente mantido por AppImages.

Como já disse, deixa o SO modular semelhante ao android.

2 Curtidas

Minúsculo! Oficial são 203mb, não tem do q reclamar ou se assustar.

Sou da opinião que deveria criar um pacote .deb único.

3 Curtidas

Poderia deixar os 2 tipos (pacotes separados e unico). Ou até 3 se for possível um AppImage também :smiley: :wink: :grimacing:

2 Curtidas