Requisidos básicos (e mínimos) antes de deixar o windows e migrar para o linux

Boa noite! Sou novo aqui e espero que me ajudem a trocar o windows para o linux.
Cansei de tela azul, travamentos, demora para iniciar, virus etc, etc…
Sou meio leigo nessas coisas e por incrível que pareça nunca realizei um backup, por isso gostaria que me auxiliassem nesse processo de mudança para o linux. Tenho muitas músicas e fotos e alguns documentos importantes e gostaria de saber como fazer isso pelo google drive e one drive. Se precisa compactar, se programas tipo o Nero pode ir junto, se pastas de C: vão todas (arquivos e programas, program files…) ou só arquivos dentro de usuários.
E mais uma coisa, quais configurações meu notebook precisa para estar instalando uma versão do linux?

Modelo Asus X451C
Processador intel core i3
HD 500G 5400 SATA
Memória DDR 1600 4G
Windows 8

Desde já agradeço.

1 - Você pode criar uma partição de backup no próprio Windows e salvar esses arquivos por lá, manter (não mexer) nessa partição durante a instalação do Linux e depois resgatar os arquivos salvos, mas, como sempre existe uma chance mesmo que mínima de que algo dê errado durante a formatação e instalação de um sistema operacional, o ideal é que você faça cópias de seus arquivos em HDs ou SSDs externo, pendrives, nuvem, etc;
2 - Você pode upar seus arquivos no Google Drive e One Drive de forma fácil com assistência dos próprios sites, mas, precisa saber do tamanho de seus arquivos, pois, em versões gratuitas o espaço ofertado é bem limitado;
3- Você não precisa compactar, compactar só serviria para diminuir o tamanho dos arquivos, o que seria bom, mas tomaria muito o seu tempo;
4 - Os programas não serão salvos nesse caso, a menos que você “upe” os arquivos de instalação na nuvem ou salve-os em algum dispositivo externo;
5 - Os programas instalados serão perdidos durante a formatação;
6 - Com essas configurações você consegue “rodar” “99%” das distribuições Linux, quanto a isso fique tranquilo.

1 Curtida

Esse tópico aqui dá uma cobertura básica sobre o que não fazer:

Seu notebook tá ótimo

Fica a seu critério

Não, esqueça todos os programas do Windows, você está entrando em um novo universo

Sim, só os arquivos do usuário, (os arquivos que você acessa, tipo Área de trablho, Músicas, Imagens… e faça backup apenas de arquivos e pastas que você mesmotenha adicionado/criado, ou outros serão inúteis dentro dos Linuxes,


No mais é o que o @TiagoCardoso disse

1 Curtida

Um addendum caso tenha ficado alguma dúvida sobre como enviar os arquivos para o Google Drive e One Drive:


https://support.google.com/drive/answer/2424368?co=GENIE.Platform%3DDesktop&hl=pt-BR
https://support.google.com/mail/answer/2487407?co=GENIE.Platform%3DDesktop&hl=pt-BR

Em tese você tem 15 GB grátis em cada um dos serviços, o que somando totalizam 30 GB que podem ser aumentados através de alguns procedimentos:


https://mobiletrans.wondershare.com/br/onedrive/how-to-get-more-onedrive-storage.html

Você ainda pode conseguir mais espaço ao utilizar mais de um serviço de nuvem, ainda sim se for salvar um conteúdo próximos aos 500 GB do seu disco vai precisar de muito espaço:

Não tem nenhum mistério, um backup desse tipo literalmente é você copiar seus arquivos pessoais e colá-los em outro lugar, a única dificuldade que pode aparecer é se você sabe mexer ou não no Google Drive e One Drive. Você tem quantos megabytes/gigabytes de arquivos pessoais? Cabe tudo no Google Drive e One Drive? Você terá paciência de fazer o upload de tudo e então baixar tudo para seu novo sistema operacional?

Eu mesmo faço meus backups no meu HD Externo de 1 terabyte e ainda faço outro backup pequeno dos arquivos menores (mas muito importantes) para minha conta do Google Drive.


Isso é uma coisa que você geralmente não pergunta para os outros porque fica 100% ao seu critério.


Esqueça a maioria dos programas do Windows, você está indo para outro universo. :slight_smile:

No Linux, as alternativas ao Nero seriam o K3B (do KDE Plasma), Brasero (do GNOME) ou Xfburn (do XFCE).

Mas há programas que são comuns aos dois sistemas operacionais, como a maioria dos navegadores e o VLC.

Distribuições como *ubuntu, Linux Mint, Mageia, etc já trazem praticamente tudo para você.


Só tem uma única coisa que TALVEZ valha a pensa salvar dos arquivos essenciais do Windows: as fontes do Windows localizadas em C:\WINDOWS\Fonts caso você realmente precise delas. Digo isso porque o Linux não traz, nativamente, muitas fontes comuns do Windows, como o Arial. Até fiz um tópico sobre isso.
Fora isso, você pode esquecer o resto.


Suponho que você esteja ignorando seus documentos pessoais, fotos, vídeos e arquivos de música e esteja falando de arquivos de configuração do sistema mesmo. Não, você não precisa deles. A única coisa que você tem que se preocupar é com seus arquivos pessoais. Esqueça os arquivos do sistema operacional Windows!


Trago dois conceitos novos para você:

Talvez você já tenha percebido, mas há muitos Linuxes, como *ubuntu, Linux Mint, Manjaro, elementary, etc. Como o Linux e a maioria dos programas que o rodeiam são livres, é normal que haja muitos Linuxes, que chamamos de “distribuições”. Eu sugiro sempre o *ubuntu ou o Linux Mint para os novatos.

Sistemas operacionais Linux são bem modulares, o que eu quero dizer esse sistema é um conjunto de peças que podem ser trocadas; e, ainda por cima, podem seguir filosofias diferentes. É isso o que permite que distribuições como Manjaro e *ubuntu sejam diferentes. Mas a “peça” que quero comentar é o ambiente gráfico, que é um conjunto de softwares que lhe permitem usar o computador com uma interface gráfica. Vejo que o notebook Asus X451C é meio velhinho, não sei se ele rodará com fluidez em um ambiente gráfico como GNOME ou KDE PLasma, por isso eu sugiro que você comece com uma distribuição com XFCE.

3 Curtidas

Tiago, quando vc diz " criar partição" o que significa? Seria a unidade D: ?
Bastaria apenas passar o que quero da unidade C: para D:?

1 Curtida

Entendi Natanael. Sobre o tópico recomendado eu li e acredito que caso surgir dúvidas sei que vocês me darão suporte para melhor fazer uso da distribuição que eu escolher. Muito obrigado!!!

Ok. Obrigado mais uma vez!!!

1 Curtida

Isso, seu Disco Rígido (HD) ou Disco de Estado Sólido (SSD) pode ser dividido em várias partições. Por padrão o Windows é instalado em C: (raiz do sistema) e os antigos A: e B: eram para dispositivos de armazenamento e outras partições como D: (a mais comum), E:, etc podem ser usadas para backup tanto para reinstalar o Windows quanto outros sistemas operacionais, basta para isso transferir seus arquivos importantes para essa partição e durante a formatação e instalação do sistema operacional NÃO mexer com essa partição. Mas, devo lembrar que sempre é interessante ter um backup em nuvem, pendrive, cartão de memória ou disco externo pelo menos dos arquivos mais importantes, porque nada garante que um problema não possa acontecer, mesmo que as chances sejam mínimas.

1 Curtida

Rasolar, de músicas uns 20 GB, de fotos e documentos ainda não sei. Acredito que não caiba tudo no google drive nem no one drive. Sobre as fontes, vc pergunta por causa da suite office? Se for, usamos muito pouco e acredito que o LibreOffice não fica devendo, então acho que não teria porquê salvar.
Agora, sobre o ambiente gráfico, confesso que ainda não faz diferença desde que me atenda pro uso doméstico (internet, emails, salvar alguns documentos, internet banking, declaração de IR, ouvir músicas, assistir videos…basicamente é isso que faço).
Penso futuramente em usar programas para edição de imagens, bem futuramente quem sabe…rsrs…até lá sei que vou precisar de um computador melhor…então tenho muito tempo…hehehe.
Obrigado pela ajuda!!!

Entendi. Então, mas seria prudente eu fazer backup também das pastas da ASUS que tem dentro de C:?
Outra coisa, vcs recomendariam o armazenamento da MEGA? É 50 GB msm?

Só se você for manter o Windows em um dual boot ou futuramente pretender resinstalar o Windows nesse notebook.

Sobre o Mega sim, mas, para ter essa capacidade total você vai ter que cumprir alguns pré-requisitos para destravar a capacidade total:
https://mega.nz/
Por exemplo, instalando o software de gestão deles e indicando outros usuários para o serviço.

O LibreOffice em si é bem competente e muito completo (eu mesmo o uso para escrever meus livros), mas no que diz respeito à compatibilidade com os formatos do Microsoft Office, o WPS Office ainda é a opção mais viável (talvez você queira dar uma lida neste tópico). Dois exemplos práticos:

  1. Os professores das universidades geralmente pedem que os trabalhos estejam com as fontes Arial ou Times New Roman. Elas não estão nativamente no Linux e quando você tenta usá-las no LibreOffice, se não me engano esta suíte de escritório usa fontes similares.
  2. Já vi revistas científicas exigindo que o trabalho estivesse formatado na fonte Cambria, também inexistente no Linux.

Bom, eu só quis deixar o aviso para você não ter trabalho depois :slight_smile:


Você pode fazer tudo isso e muito mais em qualquer ambiente gráfico, mas meu ponto é que certos ambientes gráficos exigem mais da sua máquina. E seu computador não tem o hardware mais recente. Talvez ele se dê bem com o KDE Plasma e o GNOME, espero que sim, mas já deixo logo avisado que o XFCE é uma boa opção para computadores mais antigos.

Para você ter uma referência, meu notebook tem 4GB de RAM, processador i3-7020U e processador gráfico Intel HD Graphics 620. Roda o KDE Plasma numa boa.

Por esse comentário já dá pra eliminar EndlessOS e Fedora Silverblue

Inexistente por padrão, mas dá pra instalar tranquilamente

1 Curtida

Sim, por isso que estou falando pra ele pegar as fontes logo agora pra não ter trabalho depois. Eu até mostrei pra ele um tutorial ensinando como instalar as fontes.

Rapaz…nem sabia disso, aliás, não sei de muita coisa ainda. Mas o LibreOffice é padrão ao instalar qualquer uma distribuição? Ou durante a instalação tem como escolher qual suite eu queira usar?
Dei uma lida no tópico recomendado e achei interessante. Então todo documento que tenho do Microsoft Office, quando abrir ou no Libre ou no WPS sofrerá alguma desconfiguração? Caso eu salve a pasta de Fontes em C:, como faço para utilizá - la no Libre?
Já sobre gráficos, não manjo nada msm, mas gostaria que minha máquina pudesse trabalhar sem eu ter o trabalho de me preocupar com isso durante um bom tempo.
Lembrando que não uso para jogos…a não ser que tenha como jogar Copas e Mahjong…que eu jogava quando tinha o windows 7

Agora li como faz…obrigado!!

1 Curtida

Caso queira utilizar essas fontes proprietárias recomendadas pelo colega, salve-as no disco D: ou equivalente para que não as perca, lembre-se que o disco C: vai ser formatado (será “zerado” para facilitar a compreensão).

Entendido. Obrigado Tiago, Natanael e Rasolar pelas orientações.
Espero que tudo ocorra bem nessa migração.
Assim que instalar eu volta pra dizer como foi.
Obrigado!!!

1 Curtida