(Re)Organizando o Menu Iniciar - Melhorando a UX do Windows (parte 3)

Se você não viu os “capítulos” anteriores:

Mas antes aquele aviso de praxe:

Esse artigo não é universal e expressa a minha visão de como seria um menu iniciar mais simples e intuitivo do ponto de vista de alguém com Asperger/TDA, meu objetivo é dar dicas e não ordens se voê prefere um layout diferente ou mesmo o padrão, saiba que a gente pode conviver em paz

Por que é um problema?

O menu iniciar por padrão vem com 4 sessões diferente, e com vários itens na tela, isso embora não seja um problema pra pessoas neurotípicas, para pessoas neurodiversas esse tipo de informação causa um bombardeamento de informações de pode fazer a pessoa perder o foco e levar muito tempo pra recuperar o foco, embora não seja o meu caso (porque eu uso um layout diferente), existem pessoas que podem levar até 15 minutos pra achar algo no menu iniciar. Outro problema é que desde o Windows não filtra itens na lista, ao invés disso ele gera a necessidade de ainda mais passos pra encontrar o app desejado, por exemplo, se eu quiser filtrar os apps que contenham a letra G pra encontrar o querido GIMP:

Uma nova tela com ainda mais seções e ainda mais informações, sendo necessário ir para a aba “Aplicativos” pra ter o feito desejado, e de fato, essa aba deveria ser a ativa, porque o Windows Search foi ativada a partir do menu de aplicativos, note que até pra filtrar por letra o Windows cria uma barreira:

Mas eu já tinha escolhido a letra

Mas felizmente a Microsoft permite fazer alguns ajustes que permitem melhorar isso, e é isso que vamos ver, sem mais enrolação…

1. Fazendo a limpa

Como no primeiro artigo, remova todos os blocos, um jeito bem simples de fazer é ir na sessão e clicar em “Desafixar grupo de Iniciar”, assim você não precisa remover bloco a bloco:

Desafixar grupo

2. Depois de remover, fixe os apps que você usa

Para isso, clique no aplicativo com o botão direito (esquerdo se for canhoto ou toque com os dois dedos no touchpad/tela se usar um notebook/tablet) no aplicativo e selecione “Fixar em Iniciar”
Reafixando Items
Não se preocupe em organizar, faremos isso depois

3. Diminua o número de seções

Abra o app “Configurações” e Selecione “Personalização”

Feito isso , selecione “Iniciar”;

4. Desmarque as sessões extras, apenas os blocos vão ficar visíveis

A lógica é simples, na área destacada, onde está com o texto “Ativado” você clica para que ele fique “Desativado”, onde já está desativado não precisa fazer nada

Sobre o “Mostrar mais blocos em Iniciar”

Por padrão o Windows permite 3 blocos “Médio” por linha com essa opção ele passa a permitir 4, fica a seu critério, eu não uso

5. Reorganizando

Aqui você fica livre pra organizar para a melhor forma, vamos aos princípios básicos depois eu explico a minha lógica

  1. Para criar um novo grupo:

Arraste um bloco para baixo até aparecer um retângulo destacado e solte:

Criando um grupo

  1. Para nomear um bloco:
    Clique/toque no espaço logo acima dos blocos e digite um nome
    Criando um grupo

  2. Para adicionar blocos e grupos à direita:

Clique e arraste a borda da janela do Menu Iniciar até que os blocos que estão abaixo apareçam a direita, se não tiver nenhum bloco escondido o Windows ajusta automaticamente o tamanho para que caibam 3 (ou 4 caso tenha ativado a função citada no ponto anterior) blocos

Dica:
Faça a mesma coisa caso queira um ajuste vertical, note que você vai precisar fazer o ajuste usando a barra superior


Minha lógica de organização é usar a mesma forma que o Linux faz, separando por categorias de aplicativos


O resultado final

Se você acompanhou os 3 artigos, seu PC provavelmente vai estar parecido com isso:

Note que pra iniciar todos os aplicativos que eu uso, eu não dependo mais do Windows Search


Até o próximo sábado

5 Curtidas