ORACLE, RHEL8, ROCKY LINUX, OSUSE LEAP como OS Final

É automático, só selecionar o disco e o instalador faz o resto. O único trabalho que você vai ter é adicionar os codecs. Eu gosto de fazer via terminal, pois é copiar e colar os comandos que estão na Wiki, porém lá explica como fazer via GUI (usando o YaST).
Só que de novo eu reitero: openSUSE, não SUSE (sim, tem difereça), não vai ser para o seu perfil, ainda mais que todo ano lança uma versão nova. Fazer upgrade, usando a offline media, vulgo a ISO de ~4gb, é tranquilo, mas se tiver algum repositório de terceiro habilitado, como o Microsoft Teams, será uma dor de cabeça. Além do mais que é recomendado tirar o Discover, pois fica redundante ter ele ali junto ao YaST.

mas esse yast tem tudo igual as lojas do Ubuntu e Fedora sempre precisar adicionar repôs pra instalar?

ou é igual o Debian que tem que habilitar antes?
Pq até pra instalar pacotes deb por fora da gnome-store precisa habilitar via terminal no debian.

bom eu já usei o kubuntu e o Discovery é incrível.
achei melhor que a Ubuntu store. mas eu não gosto do kde.

qual seria a loja de aplicativos do opensuse gnome?

O YaST como “loja” que me refiro é o software management

O que não tiver lá, eu baixo um .rpm por fora e clico com o botão direito e manda ele instalar com o YaST:

Se der algum erro de não poder encontrar alguma chave, só clicar em “ignorar” e o programa instala sem problema algum.

Alguns programas você pode colocar o repositório de forma direta, ai quando tiver update ele atualiza com o sistema no sudo zypper ref && sudo zypper up.

https://en.opensuse.org/Visual_Studio_Code

Obs: o openSUSE Leap atualiza com o sudo zypper up, o Tumbleweed atualiza com sudo zypper dup.

ssd e nvme como se saem no Linux?

eu sei que no Windows é uma diferença de anos luz em comparação com HD. esse foi uns do motivo pra eu tirar o Windows aqui do note pq ainda é HD.

apesar dos ssd estarem mais baratos, eu não queria ter q comprar um pq mal uso o notebook então vai ser um gasto desnecessário.

Sair dem um SSD sata para um Nvme tem diferença, mas não mesmo tão perceptível quanto sair de um HD para um SSD sata. Tu não vai ter MESMO um desempenho de SSD em um HD usando qual seja a distribuição Linux, porém a diferença entre usar o Windows 10 num HD e uma distro Linux num HD é consideravel. Recomendo colocar um SSD de 120gb para o /e manter o HD para o /home. O PC liga mais rápido e o armazenamento bruto fica no disco mais lerdo.

eu vou tentar esse SUSE aí. não custa tentar!

ele tem gnome já como ambiente oficial ou vou ter que instalar?

Tem. Mas o Gnome do Leap é o 3.34.x*

desde o Windows 8, ficou quase impossível usar Windows em HD normal o Win10 então é passar raiva. Por isso estou apostando no Linux que mesmo em HD o desempenho é melhor que usar Windows.

pior que seu eu comprar um ssd, eu vou querer voltar pro Windows. por isso estou dando uma segurada. Vou ficar nessa até achar a distro certa.

Essa samana mesmo já instalei uns 12 Linux aqui no notebook. kkk
essas variedade do Linux despertou toc! kkkk

:+1: 10 caracteres

gnome 3.34

de boas! só não quero ter que instalar a parte.

pra eu instalar o suse sigo o mesmo esquema de desativar a tpm 2 e secure boot. usar mbr ao invés de gpt?

Só desabilitar o secure boot e o TPM.
Recomendo criar o pendrive de boot usando o Balena Etcher

:+1::+1:

valew. vou testar o opensuse Leap gnome!

Uma recomendação boa pra ter um otimo funcionamento e o Mageia, alem de ser tanto server/workstation e ainda bem completa e comunitaria kkk o OpenSuse tbm e uma otima escolha para o que vc quer… Tanto o Leap quanto o Tumbleweed
Não precisa se surpreender com o Debian e companhia kkkkk naturalmente ja são problematicas

Sim

Eu nunca usei um versão Server, mas acredito que haja somente atualizações voltadas a segurança, nada muito além disso.

Ao que tudo indica, Debian 11 é a melhor distribuição para o seu cenário.

O quê não dá certo?

Você apenas habilitou o non-free, mas não instalou o firmware, por isso as mensagens de erros continuaram.
Para solucionar teu problema, era só instalar o firmware proprietário ausente:

sudo apt install firmware-realtek

Tanto no Windows quanto no Linux, independente do hardware que você está usando, ocorrem erros toda hora (literalmente), você apenas não sabe disso, porque a interface não te mostra, mas erros estão sempre ocorrendo por debaixo do capô.

Perceba que, mesmo você não tendo instalado o firmware-realtek, você diz que o notebook liga normalmente e tudo funciona (mesmo com as mensagens de erro). Mas você pode resolver este problema instalando o firmware-realtek.

O Solus é Rolling Release Não Bleeding-Edge, ou seja, é um RR bem mais tranquilo em atualizações (ocorrem todas sextas-feiras).

O Debian 10 já reconhece teu hardware, só faltou instalar o firmware-realtek.
O Debian 11 já está congelado para o lançamento deve fazer 1 mês, você já pode instalá-lo e usá-lo se quiser, a única coisa que não aconteceu é a festinha de lançamento mesmo, por algum motivo estão adiando o lançamento.

Se existe alguma fobia para a cor verde, infelizmente será algo pra ser enfrentado “ao menos na instalação”, depois disso você poderá alterar a cor do ambiente selecionando algum outro tema de cores.

No seu caso, openSUSE Leap 15.3 seria a distribuição ideal, caso você não opte pelo Debian.
Leap é equivalente ao Debian Estável em relação a quantidade de atualizações, pois os pacotes também são congelados.

Se o teu problema é lentidão, sugiro que use XFCE.

É normal que haja atualizações “mesmo tendo instalado com internet e baixando non-free durante instalação”, e também é normal pedir para reiniciar toda vez que atualiza, pois muitas das vezes, estes pacotes estão vinculados à outros processos mais profundos, assim se fazendo necessário reiniciar o sistema para que todas as atualizações entrem em vigor, porém… se o usuário sabe reiniciar todos os processos manualmente, não é necessário reiniciar a máquina, basta ir reiniciando os processos um por um, mas como teu perfil aparenta ser dum usuário que não quer dores de cabeça, infelizmente você deve aceitar a reinicialização do seu sistema.

Em relação a “Ubuntu estar igual ao Windows”, recomendo que você tente esquecer o Windows, ou buscar uma distribuição que não se pareça com Windows, mas já te adianto, distribuições Linux são tudo a mesma coisa (tudo kernel Linux), as únicas diferenças são as distribuições de pacotes e gerenciadores de pacotes, ou seja, todas elas irão requisitar reinicialização de sistema após atualização (quando necessário).

KDE é maravilhoso, e deixar de usá-lo só por ser “igual ao Windows” você acaba saindo perdendo.

No seu perfil, se você quer insistir no APT, Debian é o ideal.
openSUSE Leap 15.3 seria minha próxima recomendação, pelo modelo de atualização ser semelhante ao Debian Stable.

Eu tenho um notebook que uso apenas 1x ao mês, e uso Mageia 8 nele.
Devo receber, em média, 600 MB de atualizações por mês no Mageia.

4 curtidas

vlw. ajudou bastante.

vou dar mais essa chance pro debian 11, eu só insisto ainda no debian pq eu já conheço o apt e pacotes deb. e pq não gosto do Ubuntu e nem do mint.

mas vou ir testando outras até achar uma pra ficar de vez no note aqui. kkkk

sobre os erros, eu sou meio complexado mesmo! uma notificação de bug já faz eu querer trocar de distro. kkkkkk
Fora que eu ainda fico caindo na pilha de tutoriais de pós instalação sem precisar. já quebrei o sistema por causa disso logo depois de instalar. O manjaro que diga, quebrei várias vezes o sistema por segui tutorial de pós instalação habilitando coisa que eu nunca vou usar. Eu tenho que parar com isso.kkk

só hoje instalei umas 5 distros no note.kkk

Seguiu este aqui? (eu que escrevi). Poucas chances do sistema quebrar se seguir direitinho

3 curtidas

joguei no Google oq fazer depois de instalar o manjaro. kkkk.

e sai seguindo tutorial de toda página que via. kkk Pior que esses tutoriais nem é necessário no Manjaro pq ele já tem tudo, eu acho ele muito completo até drives de hardware vc encontra no próprio menu de configuração e apps privados tipo Chrome, opera, Java etc vc encontra pra instalar na própria loja de aplicações. até ofice da Microsoft já vem instalado através do play Linux.

mas oq matou pra mim o manjaro e o tanto de atualizações e a facilidade pra quebrar o sistema. fazendo vc ter que instalar do zero.

O manjaro kde é perfeito. apesar de eu não gostar do kde.

1 curtida

1 ano usando Manjaro e a única vez que quebrou seriamente foi quando atualizei um kernel e faltou luz no meio do processo, precisei entrar no sistema com um pendrive via chroot. Restaurei o kernel e resolvido.
Mas o uso do Timeshift (será meu próximo artigo pro blog) é importante… quanto às atualizações, eu acho de boas. As principais aparecem 1 a 2 vezes por mês só, fora algumas mais pontuais (normal, flatpaks e pacotes AUR na maioria). Mas sabendo usar e se prevenindo, quebrar o Manjaro é difícil. Ela não é iniciante, mas tampouco intermediária. É uma distro fácil para quem já sabe um pouco, por isso que gosto dela demais

2 curtidas

a última vez que eu instalei o manjaro até levei um susto pq ele já estava com o office da Microsoft instalado no lugar do libreoffice. fora que no gerenciador de pacotes dele que esqueci o nome tem até programas que são do Windows.