ORACLE, RHEL8, ROCKY LINUX, OSUSE LEAP como OS Final

será que compensa usar essas distros como OS final pra uso doméstico?

vi que essas distros por serem pra servidores quase não tem atualização e não precisa de configuração e chances de encontrar bugs são menores em relação a distro de uso final tipo Ubuntu, Fedora… essas mais comerciais que dependem mais de atualização.

eu quero uma distribuição que eu deixe no note e esqueça, sem precisar de ficar atualizando e ficar correndo atrás de solução de problemas.

tô usando o fedora mas vi que ele é um DEV do RHEL. então sempre vai ter um piti inesperado por ser quase experimental. E eu sai do Windows 10 por isso não quero ser user cobaia.

distribuição RR tipo manjaro nem pensar, por motivos meus próprios.

adoraria ter o Debian por já conhecer o apt e deb de co de salteado. mas não sei pq Debian e seus derivados nunca da certo nos meus PC.

o que vcs acham? alguma sugestão?

eu vi que o RHEL está liberando pra uso individual gratuito sem precisar pagar. seria uma boa já que o Centos virou um beta intermediário entre Fedora e RHEL?

Olá @Subaru tudo bem contigo?

Apesar de não ser um problema, distros focadas em servidores costumam não ter todas as otimizações que distros para uso geral possuem, talvez você precise configurar algumas coisas “na unha” mas depois deve conseguir utilizar sem maiores problemas.

A melhor chance que você tem de conseguir esse resultado é com uma distro LTS como o Ubuntu/Pop!_OS 20.04 ou o Zorin OS.


Existe esse erro de interpretação de que o Fedora é todo quebrado só por ser o local onde a Red Hat testa novas tecnologias. Isso está longe de ser verdade, o Fedora é bastante estável e sólido, porém, como seu ciclo de vida é curto, não deve conseguir te atender no quesito “mexer nunca mais”.

Minha sugestão é testar o Zorin 15 ou Pop 20.04, são distros muito estáveis e que não devem te incomodar de forma geral. Mas recomendo fortemente que faça atualizações em intervalos regulares (6 meses no máximo) para receber as correções de segurança e melhorias dos sistemas.

:vulcan_salute:

2 curtidas

“A melhor chance que você tem de conseguir esse resultado é com uma distro LTS como o Ubuntu/Pop!_OS 20.04 ou o Zorin OS.”

aí que tá o problema. eu parece que o Ubuntu tem o mesmo problema do Debian aqui no meu PC. erro de PCI bus e reconhecimento do drive realtek mesmo eu habilitando drives proprietários. já segui todos os tutoriais possíveis e não dá jeito as mensagens de erro no boot e desligamento continua a única coisa que “maquiou” o problema foi ocultar as mensagens de erro editando o grub.

“Existe esse erro de interpretação de que o Fedora é todo quebrado só por ser o local onde a Red Hat testa novas tecnologias. Isso está longe de ser verdade, o Fedora é bastante estável e sólido, porém, como seu ciclo de vida é curto, não deve conseguir te atender no quesito “mexer nunca mais”.”

no Ubuntu eu lembro q tem como deixar somente as atualizações de segurança pra atualizar. oq causa mais estabilidade e menos interferência do usuário.
consigo fazer isso no fedora?

Minha sugestão é que você abra um tópico listando estes problemas, pode ser que a comunidade consiga te ajudar a encontrar uma solução. Nem todo “erro” que aparece no processo de boot é algo que precise ser corrigido, alguns deles são apenas avisos de que ainda existem “coisas” a serem implementadas no nível do kernel.

A menos que algo realmente não esteja funcionando, é só ignorar.

:vulcan_salute:

Eu não sou usuário de Fedora, mas acredito que sim.

:vulcan_salute:

será que esse pop!os vai ter esse problema? nunca testei essa distro.

ouvir falar que o deppin apesar de ser baseado no debian. ele possui um reconhecimento bom de hardwares proprietários.

meu note nem é tão novo, 2018, pra ter esse problema de reconhecimento. até o Linux mint tbm da esses problemas.

o curioso é que no manjaro e fedora esses problemas de reconhecimento de hardware e PCI não acontecem. mas manjaro não é pra mim.

Você pode gravar um pendrive e testar sem instalar na máquina, para ver como o sistema se comporta.

O Debian trabalha muito bem com hardware proprietário, desde que você ative os repositórios “non-free”, aqui em minha máquina de trabalho estou usando Debian SID e tudo funciona 100%.

É comum as distros se comportarem de forma diferente, mas em termos de detecção de hardware, qualquer distro moderna deve ter práticamente a mesma qualidade de detecção.

:vulcan_salute:

1 curtida

De antemão adianto que o openSUSE dá de usar, tanto quanto Workstation (Leap e Tumbleweed), quanto server (recomendo mais o Leap por ser lançamento anual, não RR). Talvez você tenha se confundido com o Suse Linux Enteprise, não? O SLE também possue uma versão voltada a workstation/desktop, mas é paga, e o foco também não é o usuário comum, apesar de ser possível usar. Existem distros baseadas no openSUSE que facilitam mais ainda o uso para quem táa chegando agora e/ou quer uma curva de aprendizado melhor, sendo elas:

3 curtidas

eu não usei as palavras certas.
workstation quis me referir a uso final doméstico, usuário final.

tipo Linux mint, manjaro… mas estável sem tanta atualização e interferência do usuário.

quero instalar e esquecer. mal ligo o note!

se eu pudesse ficava com o Windows 7 nele. mas não vem ao caso

Bom… Existe o Solus, uma distribuição que é de base independente, é rolling release e amigável (especialmente na versão Budgie e MATE) . A única coisa que um usuário final precisará fazer nele, a meu ver, é configurar o java_home com um link simbólico, mas isso já foi abordado neste tópico.
Outro “ajuste”, mas isso é bem pessoal, é de retirar o time out do grub, fazendo com que ele apareça somente ao apertar shift ou Crtl, deixando assim o boot mais rápido.

.“O Debian trabalha muito bem com hardware proprietário, desde que você ative os repositórios “non-free”, aqui em minha máquina de trabalho estou usando Debian SID e tudo funciona 100%”

é mesmo eu habilitando os non-free e até mesmo instalando o DVD completo não oficial do debian que contém repositórios de drive proprietários o erro de PCI bus e realtek persiste.

E estes erros estão afetando seu uso diário do computador? Se quiser fazer mais um teste com o Debian, sugiro abrir um tópico detalhando estes erros. Talvez consigamos achar uma forma de corrigi-los.

:vulcan_salute:

1 curtida

esse solus é uma distro independente igual ao Clear Linux OS da Intel?

não sei se tenho inteligência suficiente pra apostar em distro independentes. eu ainda nem domino apt e o dnf.

o note liga normalmente, funciona tudo!

mas as mensagens de erro enche o saco. e se tem mensagem de erro é pq algo tá errado.

A única coisa que eu consegui fazer através da ajuda da comunidade foi mascarar as mensagens editando o grub.

Sim, o criador original do Solus participou da criação do Clear Linux.

Tem praticamente tudo nos repositórios do Solus e, o que não tiver, pode instalar via flatpak ou snap (que já vem habilitado por padrão). A “loja” dele também é agradável.

– Uso básico do eopkg (gerenciador de pacotes da distro):

  • sudo eopkg up → atualiza os pacotes. Equivalente ao sudo apt update && sudo apt full-upgrade);

  • sudo eopkg in nomeDoPrograma → instala um programa via terminal (que tenha nos repositórios oficiais), similiar ao sudo apt install nomeDoPrograma ;

  • sudo eopkg clean → equivale ao sudo apt autoclean ;

  • sudo eopkg rmo → “equivale” ao sudo apt autoremove

Bonus: instalar as fontes da ms para o LibreOffice (ou a suite office de escolha) → How to install Microsoft TrueType Fonts in Solus | FOSS Linux

E detalhe, só tem update uma vez por semana, que é quando os criadores fazem o merge/sync (não sei qual seria o termo mais adequado a esse caso) dos pacotes unstable para o stable.

1 curtida

eu baixei aqui o RHEL8 vou por no note e seja oq Deus quiser!

se der errado eu tento o opensuse q nunca usei porém muita gente fala dessa distro.

Não leve a mal, mas o RHEL não é nem um pouco agradável para usar no desktop, openSUSE tem uma curva de aprendizado que, já que você prefere uma distro que é só instalar e usar, não recomendo. O instalador dele é intimidador, mas longe de ser difícil.

achei interessante esse solus.

o Clear Linux eu até gostei. mas aconteceu um problema e eu não consegui resolver e voltei pro Windows chorando.