O que você sente falta e/ou não gosta no Linux?

Quando comecei a usar Linux, algumas coisas me causavam estranheza e outras eu sentia muita falta, como programas como o Microsoft Office, Lightroom e outros programas que só tinham para Windows. No entanto, agora acredito que cheguei no meu melhor momento em relação ao uso de um sistema linux, tendo me adaptado à maioria das opções open source ou alternativas web. Porém…

Nem tudo são flores e ainda não consegui encontrar algumas alternativas. Um exemplo é o Evernote. Tentei muitas outras soluções, mas nenhuma ainda se aproximou das funcionalidades que essa aplicação possui. A “solução” tem sido usar a versão web que, infelizmente, não é tão completa e depende da internet. Sei que não é culpa da comunidade linux, mas que faz falta, faz. rs

Outra coisa que ainda me incomoda (mas não tanto quanto antes), é um certa falta de esmero nas distribuições. Pode parecer TOC, eu sei. Mas eu tenho a impressão que falar em design é quase um crime no mundo Linux. Na maioria das vezes, acho os ícones pouco intuitivos, desproporcionais e antiquados, isso quando não são colocados todos amontoados na barra de tarefa, sem um espaçamento adequado.

E isso é grave? Não, mas incomoda. O problema é que - dependendo dos icones - atrapalha a produtividade, principalmente de quem está vindo diretamente do Windows e não consegue se encontrar entre as aplicações. E caso a gente seja muito chato com isso (que é meu caso hahaha), precisamos dispender um certo tempo personalizando a interface até ficar do nosso gosto ou minimamente aceitável. Além disso, eu imagino que para os leigos, essa falta de perfeccionismo nos detalhes pode passar impressão de que o sistema não é assim tão… profissional. Na minha opinião, tem melhorado, mas poderiam se inspirar mais no Deepin, que é bonito e bem projetado e não demanda paticamente nenhuma personalização. Isso ajudaria no marketing tbm.

Outro ponto que me incomoda ainda é a instalação. Para mim que sou leiga, o windows era um pouco mais fácil. Com distros Linux, tenho que me atentar para questões como UEFI, Legacy, partições, etc. Fora que mesmo instalando no modo automático, corre-se o risco do sistema não funcionar. Simplesmente tive que instalar o Mint 4 vezes pq ñ funcionou, desistir e instalar o Ubuntu (que não deu certo no meu note tbm) e tentar o Mint mais 2 vezes até fazer funcionar. O por quê? Não faço a mínima ideia.

E vocês, sentem falta de alguma aplicação que não tem nativamente para o Linux, passam por algum problema ou há alguma coisa que vocês não gostam na interface/sistema?

9 Curtidas
  • Apesar de já estar acostumado e saber me virar com Linux, o caminho até aqui não foi fácil. Há muitas opções para experimentar e muitos lugares para se perguntar em caso de erro. Hoje sei qual minha WM, meu conjunto de apps, onde perguntar cada erro, sou faixa preta em Google Fu, etc. e tento compartilhar esse conhecimento, mas quem chega sem um guia exato fica facilmente perdido no mar de sugestões.
  • A variedade de jogos que rodam é baixa. Eu sou sortudo que meu nicho de jogo (ação-aventura) pega bem no Linux (não tem anticheat - Wine é livre - e muitos são indies, que frequentemente lançam uma versão nativa). Pergunte a alguém fanzaço de onlines competitivos (Fortnite, PUBG, Overwatch, Rainbow Six…) e além de pouquíssimos lançamentos nativos, a maioria nem no Wine roda não por limitação técnicas, mas por que o anticheat te bane.
4 Curtidas

Como no inicio eu fiquei encantando pelo mundo Linux, de cara não senti tanta falta do Windows, apesar de ter ficado um pouco perdido sem saber mexer(o que é normal), eu levei numa boa. O que eu mais fazia falta era de jogar realmente, já que a disponibilidade dos jogos no Linux não é tão alta e me dava sdds do lolzin, mas atualmente eu me sinto bem confortável com o Linux, tanto que uso apenas ele há mais de um ano. Quanto ao office, eu sempre gostei mais de usar o Google Drive, e como ele é web, para mim foi super tranquilo.

3 Curtidas

Pra te ser sincero, eu não sinto falta de nada do Windows kkkkk O linux me proporciona exatamente isso, essa liberdade de montar a interface do jeito que eu quiser, como você mesma disse, isso aumenta a produtividade da pessoa, realmente!! Mas, como você também disse, para uma pessoa leiga fazer tudo isso, demanda tempo e um pouquinho de esforço/conhecimento, porque quando eu entrei de cara nesse mundo linux, eu não sabia nada e nem como fazia para personalizar a interface, mas com o tempo fui pegando as manhas do negócio kkkkk Assim como eu, com o tempo você irá se acostumar e terá essa mesma sensação de liberdade e gratidão por ficar livre do Ruimdows.

Obs. Pra tudo que você faz ou fazia no windows, existe um app semelhante que vá fechar essa lacuna sua de necessidade (isso se não for exatamente o mesmo app que você usava no windows). E mesmo assim, se não tiver, dá pra você usar um wine da vida e simular o ambiente windows pra usar aquele determinado app.

3 Curtidas

Exatamente, essa sensação de liberdade que o Linux traz é única, a comunidade e a versatilidade que você tem não tem comparação.

4 Curtidas

Gostaria de mais investimento no “user space” do linux (DE’s, apps…) e marketing também focado no usuário…

6 Curtidas

Sinto falta de alguns softwares que só tem para Windows, não gosto de usar Wine e softwares semelhantes, por isso mantenho dual boot, se não fosse isso usaria apenas Linux.

Quanto aos ícones e temas no Linux, realmente algumas distros e DEs não são felizes na escolha dos que vem por padrão no sistema, mas aí entra a vantagem do Linux, vc pode facilmente mudá-los e colocar um de seu agrado.

Hoje eu acho que a maior barreira no Linux é a falta de softwares legados do Windows.

3 Curtidas

Não sinto falta de nada no Linux, talvez por ter começado a utilizar o sistema muito cedo, em 1999, não tive nenhum problema em me adaptar aos DEs e aplicativos do Linux. Na verdade eu teria grandes dificuldades se de repente fosse forçado a utilizar o Windows, porque estou muito habituado as facilidades que o Linux oferece.

6 Curtidas

Sou usuário meio iniciante ainda e atualmente estou sentindo falta da facilidade de colocar um app ou programa junto na inicialização do sistema.

4 Curtidas

Ahh, estou sentindo falta do iTunes para sincronizar com o iPhone tbm :confused:

4 Curtidas

Eu realmente pensei bastante para responder e creio que não sinto falta de nada. :slight_smile:

Mas, eu realmente gostaria que alguns fabricantes seja de hardware ou de software prestassem mais atenção nesse nicho de mercado.

7 Curtidas

Excelente tópico. Logo mais posto uma pequena lista.

3 Curtidas

Eu, particularmente, não sinto falta de mais nada. O caminho até esse momento não foi tão fácil como eu queria, mas também não foi tão difícil. Durou menos de 6 meses. Estou em um momento em que estou plenamente satisfeito.

Mas, algo que eu não gosto no mundo Linux, (puxando a orelha da Canonical), são os temas que, muitas vezes, são incompatíveis com os pacotes snap. Não é a toa que eu me controlo para não mudar o tema do meu Ubuntu, por que eu preciso usar certos snaps.

EDIT: eu não sofro mais com isso, pelo menos não tanto. (https://www.diolinux.com.br/2019/07/ubuntu-snap-themes.html)

4 Curtidas

Somos dois hahaha Confesso que me tornei especialista no google de tanto pesquisar coisas para resolver kkkkk Mas pelo menos a gente encontra a maioria das soluções. Não era tão fácil assim quando eu usava Windows; às vezes tinha que formatar. rs

3 Curtidas

Sim, a versatilidade e liberdade de mudar a interface é um dos pontos altos do linux. Eu gosto de personalizar, mas às vezes fico tão sem saco que preferiria que a interface já viesse bonitinha hahaha

Sobre o software, achei aplicações “quase” semelhantes, mas falta muita coisa, então não compensa. Emular ou criar uma máquina virtual não vale o esforço rs Infelizmente não tem nada como o Evernote oficial

3 Curtidas

Você não está conseguindo pela função “Aplicativos de Inicialização”?

4 Curtidas

No meu trabalho, onde só podemos usar Windows, trabalho ativamente com Excel e o OneNote. Como não tem eles no Linux, preciso usar uma máquina virtual pra poder rodar eles (meu trabalho exige que eu programe em VBA, então o Office online não me atende). Estou buscando algo TB que substitua o Excel em meus projetos pessoais, onde eu possa programar macros e etc, estou tentando me adaptar ao Google Sheets, já que não me dei muito bem com a aparência do LibreOffice. Resumindo, o que mais sinto falta mesmo é o MS Office, já que trabalho com ele ativamente.

4 Curtidas

Qual sua distro Ailton? Em todas pela que passei, sempre existia um “Aplicativos pra inicialização” no menu

1 Curtida

Ahh sim, funciona. O que estou com problema mesmo é em apps instalado com o wine ou PlayOnLinux.

4 Curtidas

Estou atualmente no Deepin

3 Curtidas