Lista: 4 softwares para gravar pendrives inicializáveis

Parte da rotina de quem utiliza sistemas operacionais envolve gravar pendrives inicializáveis, seja para recuperar sistemas quebrados, testar algo ou para fazer um hopping.

Confira esta lista com programas para gravação de pendrives disponíveis em diversas plataformas.

Para criar pendrives de sistemas Windows

WoeUSB-NG

Disponível apenas para Linux, este programa permite criar pendrives inicializáveis de Windows em praticamente qualquer distro. O desenvolvedor WaxyMocha reescreveu totalmente o programa usando Python. De certa forma, este novo programa é o sucessor direto do WoeUSB original por sua facilidade de instalação e recursos disponíveis.

RUFUS

O Rufus é sem dúvida tão conhecido quanto o WOEUSB, disponível oficialmente apenas para Windows este programa é uma das alternativas mais confiáveis e estáveis disponíveis. Com suporte à praticamente todas as versões de Windows, inclusive em plataformas ARM. Sua versão portable é um diferencial que o torna um dos programas mais versáteis nesta categoria.

Para criar pendrives de distros Linux

Fedora Media Writer

Mantido pelo projeto Fedora, possui versões para Linux, Windows e MacOS e pode ser baixado diretamente no site do projeto (Windows e MacOS) ou via Flatpak nas principais distros Linux. Um dos pontos fortes é permitir o download de imagens do Fedora com apenas um clique, diretamente em sua interface. Para gravar imagens de outras distribuições, basta clicar na opção “Imagem personalizada” e seguir as instruções na tela.

Popsicle

Criado pela System76 para uso no Pop!_OS, este programa é um dos mais simples em funcionalidades, sendo considerado até mesmo minimalista em alguns aspectos. Disponível via Flatpak para todas as distribuições Linux, em meus testes ele se revelou um dos programas mais rápidos na geração de pendrives inicializáveis.

Captura de tela de 2021-05-12 09-52-48


Bônus: VENTOY

Ventoy é uma ferramenta de código aberto para criar drives USB inicializáveis para arquivos ISO / WIM / IMG / VHD (x) / EFI. Seu grande diferencial é que você pode no mesmo pendrive disponibilizar imagens de diversos sistemas operacionais ao mesmo tempo, tanto Windows quanto Linux.


:question: Qual é o seu programa preferido para criar pendrives bootáveis?

15 curtidas

Excelente saber que o WoeUSB voltou, bom… Um sucessor ispiritual de certa forma, mas muito bom! Belíssimo post, Eddie :smiley:

6 curtidas

Obrigado @JG22! Sempre usei o WOEUSB e fiquei sem ter “para onde correr” quando ele ficou sem suporte. Mas felizmente temos boas alternativas.

:vulcan_salute:

3 curtidas

Não sabia do fedora media writer, eu pensava que ele era para baixar e instalar o fedora em partições, pelo windows ou mac.

O woeusb e um programa muito bom que fizeram um sucessor para ele

2 curtidas

Muito bom. Pra Windows 10 eu crio manualmente. Pra win 7 uso o rufus numa vm e para as distro uso o discos e restauro imagem no pendrive ou uso a ferramenta de criação de inicializaveis do Ubuntu.

2 curtidas

Cheguei a comprar um Pen Drive de 64 GB só pra instalar o Ventoy e passar minhas distros para ele (Verifico se chegou ISO nova todo santo dia pra deixar o pen drive sempre atualizado)

3 curtidas

Lendo este tópico lembrei de um software que usei um tempo atrás. Muito bom por sinal, simples e funcional.
Trata-se do Rosa image Writer.
Tem versões pra Linux, Windows e Mac OS.

5 curtidas

Esse eu não conhecia. Obrigado pela dica.

:vulcan_salute:

1 curtida

Usei bastante no Peppermint OS.


Faz parte do projeto Rosa Linux?

Faz parte do Rosa Linux sim.

1 curtida

Esqueceu de um dos melhores na minha opinião, o balenaEtcher!

2 curtidas

Na verdade, não foi esquecimento, o objetivo era fazer uma lista curta com duas opções para cada sistema. Vários programas bastante conhecidos foram deixados de fora conscientemente. :wink:

:vulcan_salute:

2 curtidas

Eu portei o UNetbootin para o Ubuntu 20.04 e filhos.
Pra instalar só adicionar o repositório do WinuniX na sua distro: Repositório Debian para sistemas baseados no Ubuntu 20.04 LTS | debian

Depois instalar via APT:

sudo apt install unetbootin-focal
2 curtidas

Entendi, valeu ai!

Vou deixar aqui uma dica. Eu já tentei usar o ventoy, porem percebi que em algumas maquinas ele não conseguia fazer iniciar algumas isos (principalmente do windows). Resolvi meus problemas, utilizando o Easy2boot, onde eu posso copiar as isos igualmente como no ventoy, e ate hoje funcionou em todas minhas maquinas. Vou deixar algum material sobre aqui:
Adoraria ver um post sobre ele dedicado :3
https://easy2boot.xyz/

5 curtidas