Linux no notebook Positivo Q232a

Todas essa distros funciona sem problemas agora. mas você tem que usar as versão mais recente, ou seja baseado no ubuntu 19 acima, não vai nem precisa instalar o drive de áudio manualmente, estou usando o Manjaro KDE em uma maquina dessa ela inicia o sistema com 360 megas de ram, super leve o kde esta.

Veja como ele fica com o Manjaro, ta um consumindo 500 mega de ram porque eu to com transparência e blur ativado no sitema

Tente também:
SparkyLinux
Puppy Linux
Raspbian Desktop x86

Ja usei o manjaro xfce em outro notebook eu gostei muito , tem uns 2 anos eu acho .
Eu quero instalar o ubuntu aqui no q232a . Eu uso o indicator-cpufreq pra deixar a cpu no modo performance . no ubuntu tem o Gnome Shell Extensions a extensão do cpufreq você pode ativar todos os cores da cpu e deixar a frequência minina no maximo, eu achei muito bom porque eu consigo ver o clock na dock e tem uma opção de Turbo Boost. consigo usufruir o máximo do processador

Alguem consegue me ajudar , eu subi o ubuntu 20.04 live cd
dai a tela fica apagando quando instala fica do mesmo jeito
eu instalei aqui o gnome no lubuntu (19.10 ) e troco a interface encerrando a sessão
a tela fica desligando .
tem como usar o ubuntu tranquilamente.?

@TiagoCardoso Sim vale a pena testar eles

1 curtida

esse notebook não consegue roda o gnome não, e muito pesado para ele

1 curtida

sim realmente fica pesado demais , instalei o fedora 31 gnome e só testei em modo live o manjaro (minimal) gnome a tela não ficou bugada igual no ubuntu.
sobre o linux lite a bios não reconhece o pen drive com o SO (flasheado pelo etcher como o site recomenda) testei no meu desktop o pen drive e reconheceu de boa .
voltei para o lubuntu mesmo achei um bom app para fazer um bom uso da cpu o CoreCtrl (tentei compilar ele no lubuntu 18.04 não consegui, no ubuntu 20.04 você encontra ele na loja.
no lubuntu 19.04 da pra instalar adicionando o ppa dele e instalando via apt-get.
o sistema consome 320 - 330 de ram .
com o corectrl aberto consome de 400 - 450 de ram .
uso para jogar tbm por isso quero ter um boa performance
rodar emuladores tipo o dolphin, zerei o Resident Evil 2 do gamecube com uma aba do mozila aberta .

Já que gostas de Ubuntu, tem aquele Ubuntu Trisquel também:
https://trisquel.info/
https://trisquel.info/en/screenshots
https://trisquel.info/en/download




http://www.fsfla.org/ikiwiki/blogs/lxo/pub/entrevista-trisquel-4.5.pt.html

O diferencial dele seria adotar a filosofia do “Linux-libre”:

Terei que usar sempre ancorado ? ou vira com as atualizações ?

Não tive sucesso tentando o Lubuntu 20.04 (que já vem com o Kernel 5.4) e nem com o Fedora com LXQt. Como é pra um amigo que tem ele engasgando com o 10 queria algo mais amigável para quem vem do Windows. Tô pensando em instalar o Kubuntu 18.04

Eu to no Mint cinnamon ta rodando de boa

Galera, alguém pode me dá um apoio, não tô conseguindo localizar o " HD " pra instalar o SO nele tentei com mint e kde neon mas todos então dando essa pane? Será se é configuração no setup ?

Desativou o Secure Boot lá na BIOS ?

Já sim amigo, fiz tudo o possível

Este tutorial ainda é funcional ! graças a o @Ivanilton tudo deu certo e está bem

1 curtida

Enfim, consegui com o Fedora 32.

Tb testei de quase tudo. Ubuntu, Lubuntu, Xubuntu. Ou não reconhecia rede, ou não reconhecia som, etc.

Mais info e boa sorte:

Nesta última atualização do Windows, a 2004, meu notebook não aguentou e, sei lá por qual motivo, não ligou mais. Já estava de saco cheio, resolvi migrar para o Mint, mais uma vez.

Para quem tem este computador e quer colocar uma distro do Linux: queime a ISO no RUFUS que funciona. Vi por aqui que tem gente que conseguiu instalação com todos os drivers no Fedora 31, Manjaro, Xubuntu… Bem, eu só consegui no Mint… Mais ou menos.

Tentei o Manjaro. Rodou fofo, bem liso, mas sem driver de wi-fi. Fui para o Mint e instalou tudo fofo, com exceção do driver de som, o que eu já esperava. Roda por aí nas internewebs um script para o driver de som que já usei, e que fazia somente o som dos fones de ouvido serem transmitidos, deixando mudo os alto-falantes.

O kernel 5.4 não precisa mais destas coisas, então tentei observar o que rolava no alsamixer. Na guia “Speaker”, o botão estava no mudo! Simplesmente apertei a seta para o lado direito e consegui som dos alto-falantes. Mas, claro, a Positivo não ia facilitar. O som do fone e do alto-falante são emitidos simultaneamente…

Instalei o Pulse Audio via terminal com sudo apt-get pavucontrol e agora consigo escolher qual som quero usar, o do fone, ou dos alto-falantes.
A dúvida é: Há alguma forma para automatizar isso? O computador é outro, muito mais rápido, (muito embora eu tenha ficado sem o meu Guitar Rig 5…) mas mudar toda vez de fone para alto-falante é meio chato.

Alguém tem alguma luz? Valeu!

Sim. O PulseAudio tem o comando pacmd, com o qual dá pra fazer tudo que dá pela interface gráfica.

No seu caso, há dois comandos que lhe podem ser de interesse:

pacmd set-sink-port 0 analog-output-speaker
pacmd set-sink-port 0 analog-output-headphones

O de cima configura a saída do primeiro dispositivo detectado pelo PC (número zero) para sair pelos alto-falantes. O de baixo, pelos fones de ouvidos.

Um modelo de arquivo para automatizar isso pode ser:

#! /bin/bash
until pulseaudio --check; do :; done # Aguardar até o som inicializar
sleep 0.5 # Dar meio segundo
pacmd set-sink-port 0 analog-output-XXXX # Comando apropriado aqui
exit 0 # Sair

Pode-se botar o comando apropriado, salvar como, sei lá, saida-no-boot.sh, dar permissão de execução com botão direito → Propriedades, e adicionar como aplicativo de inicialização no painel de controle do Cinnamon.

1 curtida

Uau, que rápido, muito obrigado.

BEM, tenho umas dúvidas… Quando colei os dois comandos, recebi a mensagem No sink found by this name or index.
O que faço?

Esta é a saída do “list-output-sinks”

list-source-outputs
2 source output(s) available.
index: 3
driver: <protocol-native.c>
flags: DONT_MOVE
state: RUNNING
source: 1 <alsa_output.platform-bytcht_es8316.HiFi__hw_bytchtes8316__sink.monitor>
volume: mono: 65536 / 100% / 0,00 dB
balance 0,00
muted: no
current latency: 40,00 ms
requested latency: 40,00 ms
sample spec: float32le 1ch 25Hz
channel map: mono
Mono
resample method: peaks
owner module: 10
client: 19
properties:
media.name = “Detectar pico”
application.name = “Controle de volume do PulseAudio”
native-protocol.peer = “UNIX socket client”
native-protocol.version = “33”
application.id = “org.PulseAudio.pavucontrol”
application.icon_name = “audio-card”
application.version = “4.0”
application.process.id = “3770”
application.process.user = “victor”
application.process.host = “victor-CHT14B”
application.process.binary = “pavucontrol”
application.language = “pt_BR.UTF-8”
window.x11.display = “:0”
application.process.machine_id = “b76cc7b1bbdc489e93909d2043031de8”
application.process.session_id = “c1”
module-stream-restore.id = “source-output-by-application-id:org.PulseAudio.pavucontrol”
index: 4
driver: <protocol-native.c>
flags: DONT_MOVE
state: RUNNING
source: 2 <alsa_input.platform-bytcht_es8316.HiFi__hw_bytchtes8316__source>
volume: mono: 65536 / 100% / 0,00 dB
balance 0,00
muted: no
current latency: 0,00 ms
requested latency: 40,00 ms
sample spec: float32le 1ch 25Hz
channel map: mono
Mono
resample method: peaks
owner module: 10
client: 19
properties:
media.name = “Detectar pico”
application.name = “Controle de volume do PulseAudio”
native-protocol.peer = “UNIX socket client”
native-protocol.version = “33”
application.id = “org.PulseAudio.pavucontrol”
application.icon_name = “audio-card”
application.version = “4.0”
application.process.id = “3770”
application.process.user = “victor”
application.process.host = “victor-CHT14B”
application.process.binary = “pavucontrol”
application.language = “pt_BR.UTF-8”
window.x11.display = “:0”
application.process.machine_id = “b76cc7b1bbdc489e93909d2043031de8”
application.process.session_id = “c1”
module-stream-restore.id = “source-output-by-application-id:org.PulseAudio.pavucontrol”