Fim da Compatibilidade do LOL com o Wine

É isso mesmo pessoal, no ínicio de 2021 vai ser o fim da compatibilidade do LOL no Linux pelo Wine, pois de acordo com o post /dev/null - AntiCheat Kernel Driver no próprio site da desenvolvedora, o anticheat do jogo passará a rodar a nível de Kernel da mesma forma que os já conhecidos EasyAntiCheat, Battleye, e Xigncode3. O que é algo que o torna incompatível com o WINE. Segundo a página do jogo no Lutris, ainda poderá ser possível jogar o jogo(em teoria) no Linux a partir de uma máquina virtual acelerada pela GPU, embora essa solução esteja fora de mão para a maioria dos jogadores.

1 Curtida

Esse tipo de coisa é sempre chata, mais também não é o fim do mundo, eu acredito que mais cedo ou mais tarde a compatibilidade com esses sistemas anti-cheat vão se tornar uma realidade.

1 Curtida

Honestamente eu acho pouco provável, já que a maneira com que esse tipo de anticheat funciona é de forma extremamente específica pra cada sistema operacional. Eu acho que nesse caso as maneiras que poderiam resolver esse problema seria um port do jogo de maneira nativa, ou “colocar a camada de compatibilidade do WINE em uma whitelist”, o que não faz muito sentido nesse caso já que a gente ta falando de nível de Kernel.

Bom, fuçando um pouco kkk achei o perfil do dev responsavel do novo anti-cheat no twitter. Fiz a pergunta sobre a compatibilidade e tals, mas um outro usuario perguntou quase a mesma coisa e ele deu a seguinte resposta: https://twitter.com/arx20r/status/1224445340549410818 . Acho q podem nao atrapalhar, mas so o tempo dirá sobre.

-1 jogo em que eu não me importarei mais não troco o Linux pelo Windows a curto prazo.