Conheça o "AUR Helper" oficial do openSUSE

Esse tópico meio que serve como continuação ao [Dica] ZYP, o "AUR Helper" do openSUSE que eu havia criado já faz praticamente um ano, mas tem um motivo para isso.

Esses dias eu estava tentando reproduzir um filme que estava em MP4 no laptop Lenovo Ideapad 330-15IKB que havia instalado openSUSE Tumbleweed já faz algumas semanas, mas nunca tinha parado para lembrar que o openSUSE não inclue codecs proprietários na instalação do sistema. No meu cumputador anterior, eu havia usado um script para o openSUSE Leap, que com algumas modificações, instalaria os codecs no openSUSE Tumbleweed. Naturalmente eu fui buscar esse script na internet.

Só que eu me deparei com uma coisa. Uma das formas recomendadas para instalar os codecs, de acordo com a wiki oficial do openSUSE, não era por incluir repositórios manualmente e depois instalar os pacotes, mas sim usando uma ferramenta chamada OBS Package Installer (OPI), que está nos repositórios oficiais do openSUSE e aberto para contribuições no Github do openSUSE. A funcionalidade do OPI me lembra bastante do PAC do Archlinux, um AUR Helper que permite buscar e instalar dos repositórios oficiais e do Arch User Repository.

No caso o OPI funciona de uma forma parecida. Ele busca no OBS (OpenSUSE Build Service) e no repositório Packman, que por padrão não vem ativado. Para o meu problema com codecs, bastou digitar opi codecs. Foi apenas isso. Então foi perguntado se eu queria instalar os codecs do repositório Packman, de forma direta ao ponto e diria até de forma orgânica. Depois disso, o zypper foi iniciado, mostrando todos os pacotes que seriam instalados e de onde seriam puxados. Não houve argumentos de comando complicados, não houve erros estranhos inesperados, foi tudo como esperado.

Existe também uma função curiosa. Para a parte de codecs, esse é um argumento já pré programado dentro do OPI. Mas caso digite apenas opi no terminal, ele mostra como o comando pode ser utilizado, incluindo uma lista de programas que podem ser instalados diretamente do OPI, puxando de fontes oficiais, como o Google Chrome, Microsoft Edge, Microsoft Teams, Plex, Skype, Teamviewer, Vivaldi, VS Code e a versão livre da comunidade, o VS Codium e o Zoom. Outros programas parecem também estar a ser adicionados conforme são feitos MR no Github oficial do openSUSE.

Mas é isso aí mesmo. Eu só gostaria de compartilhar isso com vocês. Se gosta de instalar repositórios, como os PPAs do Ubuntu, dá para fazer assim. Mas se prefere pesquisar em um lugar só, como é com o AUR e o yaourt, yay, pacaur, pac e outros helpers, também dá para fazer assim no openSUSE. Espero que isso tenha dado um help aí para a galera que tenha interesse em começar no openSUSE mas tem medo de abandonar o Ubuntu e derivados, ou Arch e derivados, achando que openSUSE é complicado demais. Pelo contrário. É super satisfatório de usar, estável e automatizado (por causa dos Patterns).

12 Curtidas