Como instalar o driver de vídeo oficial AMD no POP OS 20.04 ? [Pedido de Ajuda]

Saudações,

Tenho uma RX580 e não utilizo o Linux pra jogos. Estou há anos com problemas no vídeo, já troquei 100% desse hardware mantendo apenas o monitor, saí de uma rx 570 pra uma rx 580, tentei várias distribuições com base Debian/Ubuntu, já abri alguns tópicos relacionados aqui no fórum mas ainda não encontrei uma solução. Então gostaria de tentar o driver oficial AMD mas não consegui instalar sozinho.

Quem puder me ajudar, não precisa ter o trabalho de ler tudo que segue abaixo, poderia apenas me passar instruções ou links mesmo que sejam em inglês, apenas da instalação do driver oficial da AMD no POP, pois pesquisei no google e não encontrei.

Seguem alguns tópicos onde relatei problemas com vídeo, o problema do tópico do POP OS que está abaixo voltou, com (ctrl_alt+f3 ) eu consigo acessar o terminal, iniciar a interface como root, encerrar, voltar pro modo texto e finalmente logar com meu usuário pra utilizar meu PC normalmente mas o pior é que algumas vezes o problema não acontece, então, eu queria apenas instalar o driver oficial da AMD pq esse problema é intermitente.

Segui o tópico abaixo mas dá erro ao final da instalação do driver:

Esse tipo de instalação é bem chata de fazer, o sistema não deixa mudar o drive de vídeo por estar em uso. Para dar andamento teria que configurar o micro para iniciar em modo não gráfico, para conseguir assim fazer essa instalação (tive sérios problemas em fazer isso com o drive da nvidia e precisei formatar, recomendo somente se souber exatamente como proceder).

Teoricamente, não é necessário instalar algum driver extra; drivers AMD estão embutidos no kernel hoje em dia. Com isso em mente, o que me vem a cabeça é que esse kernel usado atualmente pelo sistema não está de acordo com a sua placa gráfica. Recomendaria trocar de kernel para fazer teste (nunca remova o kernel vigente antes de ter total segurança que isso possa ser feito). Eu mesmo, caso queira usar o drive correto para minha placa, tenho que usar kernel somente até o 5.8.

1 Curtida

Extremamente bizarro ler sobre esses teus problemas, principalmente porque eu uso uma RX580 com Linux há mais de dois anos (sendo que fiquei principalmente no Fedora e Ubuntu), mas também testei várias outras distros e nunca tive nenhum desses problemas.

Sempre utilizei os drivers open source, que já vêm instalado por padrão no sistema.

Eu não li por completo todos os tópicos que tu criou, vi que tu não utiliza o sistema para jogos, então, utiliza para que tipos de tarefas exatamente?

Por fim, o driver proprietário da AMD é compatível oficialmente apenas como Ubuntu 20.04 (dentre as distros para desktop/usuário comum). Sim, é possível instalá-lo em outras distros através de métodos alternativos (gambiarras!?), mas eu não recomendo.

Não consigo fazer a mínima ideia de o que pode estar causando estes teus problemas, visto que incompatibilidade com a RX580 com certeza não é. Então, para fins de testes, recomendo que tu instale o Ubuntu 20.04, primeiro teste com o driver padrão e em seguida instale o driver proprietário atravéz deste procedimento. Você não necessariamente precisa realizar os procedimentos da sessão “Instalando o suporte a OpenCL e Vulkan” descritos no artigo.

Utilizo o sistema pra trabalhar com um nível de preocupação bem menor com vírus em relação ao que teria no windows, pra evitar também ter o trabalho interrompido por longas atualizações no windows e algumas vezes até ter o sistema quebrado por uma atualização, como já aconteceu. Outra coisa que espero ter com o Linux mas só terei certeza com o tempo, é ter um sistema que não fique lento com o passar dos meses e me obrigue a formatar periodicamente. De “bônus” estou descobrindo alguns softwares gratuitos no Linux que eu não tinha acesso com o windows, estou “saltando” de distro em distro por conta dos problemas relatados, como eu já troquei 100% do meu hardware, estou começando a desconfiar de algo absurdamente bizarro, que seria o driver do meu monitor ou o funcionamento dele no linux.

A RX 570 é para jogos mas utilizo essa função no windows que tenho em dual boot, sei que dá pra jogar no linux , cheguei a seguir tutoriais e experimentar jogos mas preferi deixar em dualboot com windows pq gosto de overclock, undervolt, zero DB, controle de taxa de quadros e principalmente, freesync.

Voltando ao tópico, o Pop estava realmente quebrado, minha intuição me dizia que um driver de vídeo poderia resolver o problema mas por falta de suporte oficial e depois de quatro dias sem ajuda aqui no fórum, resolvi formatar e instalar o Kubuntu (sei que ninguém tem obrigação de me ajudar, sei que essa comunidade funciona com a boa vontade dos membros e sei tb que meu problema em específico é fora da curva).

Confesso que acho a base Debian/Ubuntu pouco estável mas “recomecei com o pé direito” e estou com esperanças de ter meus problemas resolvidos. É a primeira distro onde consigo entrar em modo de suspensão do sistema, desligar o monitor no filtro de linha, deixar o tempo passar, retornar pro trabalho ligando apenas o PC e o monitor depois de tudo sem problemas. Esse procedimento nas distros anteriores era impossível, eu ficava sem sinal de vídeo, tinha que desligar a energia do PC pra ter o vídeo de volta.

Pelo que li, o KDE utiliza o Wayland, será que a relação dele com meu conjunto monitor/vga é mais saudável ? Ou será que se trata de um daqueles problemas onde nunca descobriremos a resposta ? O que acham ?

Justamente, tentei buscar a segurança pra executar esses procedimentos invasivos aqui no fórum mas provavelmente pela complexidade, não tive a ajuda que esperava.

Qual é a sua placa de vídeo ? Vc descobriu que não poderia passar do kernel 5.8 sozinho ? Por tentativa e erro ? Eu passei por vários kernels mas esse problema me acompanhou, demorei muito pra entender que era problema gráfico.

Minha placa é a nvidia quadro fx 1800. Para descobrir a versão de drive disponível para ela fui direto ao site do fabricante, que informa o drive 340. Com essa informação, descobri que é um drive considerado antigo e obsoleto, possuindo suporte somente por kernel mais antigos.

Com isso tenho duas opções: usar o drive aberto que vem na distro (nouveau) ou usar um kernel que suporte instalar o um drive prioritário antigo.

Não foi tentativa e erro, no meu caso, segui a documentação da Wiki do Arch, mesmo me baseando para a base Ubuntu.