Como Instalar Linux em UEFI

Olá, estou com o seguinte problema:

1- Não consigo instalar o Linux em UEFI (já testei com várias distribuições), só consegui em legacy
2- Uso o W10, e já separei uma parte do HD para o Linux no (gerenciador de disco) , desabilitei a inicialização rápida e modo suspensão, desabilitei o secure boot na BIOS que (já está em UEFI)
3- Já fiz o pen-drive para boot para instalar o Linux usando o Balena, Yumi e o Rufus, e este último eu tentei pelos 2 modos gpt e m(alguma coisa) mas o notebook não reconheceu o pen-drive(o notebook já estava preparado para reconhecer o boot com pen-drive)
4- Estava tentando instalar Ubuntu, mas foi aí que me deu vontade de tentar outras distros… Fedora não funcionou, outras versões do Ubuntu também não funcionaram, Debian também não, mas o computador reconheceu o pen-drive de boot com o Opensuse e Regata OS(que tem como base o Opensuse) e com as 2 versões do Manjaro que eu baixei
5- eu instalo o Manjaro e/ou o Regata OS e reinício o computador e quando reinício não aparece grub para selecionar o sistema, fazendo parecer que só tenho o Windows 10

O meu notebook é o Acer aspire ES 15

O que eu posso fazer para conseguir usar Linux com dual boot com o Windows 10(preciso dele)

Obrigado pela atenção.

Eu não sei se é só comigo ou se eu tenho feito errado esse tempo todo, mas eu NUNCA consegui instalar dualboot de windows com UEFI

Assista esse vídeo com atenção que certamente conseguirá resolver seu problema.

:vulcan_salute:

2 Curtidas

Oi, eu vi o vídeo(já tinha visto antes de vir aqui, mas vi de novo) e não tem como eu ter feito nada errado, está rigorosamente igual, é impossível estar diferente do que ele disse, e mesmo assim não deu certo.

Parece que não é só com você não, estou com o mesmo problema mesmo já tendo visto vários tutoriais.

Dual boot em UEFi requer, necessariamente, que o segundo sistema também use UEFI (tirando o inconveniente workaround de usar dois discos). Tudo que usa UEFI demanda uma partição específica, e pra fazer dual-boot é preciso reaproveitar a usada pelo Windows. Até porque o efi loader do Windows estará sempre em EFI/Microsoft/Boot/bootmgfw.exe.
Instalações manuais permitem que você mesmo decida sobre suas partições e pontos de montagem, até um grub-reinstall não estaria fora de questão.
Graphical installer são automáticos — eles se limitam ao número de checkboxes que oferecem na tela pra você escolher. O Debian, se não me engano, é a origem do “famoso” os-prober, responsável por realizar esse tipo de tarefa automaticamente, isto é, localizar a ESP do Windows, montar e usar tudo direitinho nela.

Isso num mundo ideal. No mundo real não temos como saber nem se o firmware é inocente, haja vista ao caso da Insyde há dois anos atrás.

Se o Windows Bootloader continua aparecendo no lugar do GRUB é porque este não instalou ou você precisa mudar a ordem, por exemplo via efibootmgr.

Segundo você disse, Manjaro e OpenSUSE se saíram um pouco melhor. Quem sabe seja uma boa tentar de novo, desta vez mudando a prioridade do GRUB pra ficar à frente do Windows via efibootmgr.

Minha opinião sobre isso tudo é que não é culpa da Microsoft, e sim de tentar automatizar um processo cheio de variáveis e delicado como um vaso de cristal. No mínimo, não é uma boa idéia.

Se a questão é o installer, então que ele me deixe fazer escolhar como essas ao invés de os-prober. Não é porque funciona em 99% dos Desktops que vai dar certo com notebooks, onde o buraco é mais embaixo.

E firmware “seletivo” ao identificar pendrives me cheira sacanagem, má-fé mesmo, ou incompetência.

Boa sorte. Eu tentei explicar como funciona, o que é preciso, e quais são os empecilhos. Infelizmente não é como se eu tivesse uma solução, pelo menos por enquanto.

Após vc instalar o Ubuntu em dualboot com UEFI, para que o grub apareça vc deve deixar o HD como primeiro na inicialização em vez do Windows boot manager. Ou seja, após terminar a instalação, vá na bios e seleciona seu HD que possivelmente vai estar com o nome Ubuntu adicionado como primeiro na ordem de boot. Muita gnt se enrola nessa parte ao fazer dualboot mas o segredo é só isso. Após instalar deixar o HD como primeiro na prdem de boot.

Em alguns casos o firmware da placa mãe bloqueia a alteração da ordem de boot via sistema operacional. Nesse caso o efibootmgr mostra que alterou a ordem, mas ao reiniciar o computar nada foi alterado. Quando acontece isso é necessário alterar a ordem de boot via firmware da placa mãe.

Acredito que esse é o caso onde a alteração de ordem de boot está bloqueada pelo firmware. Só indo manualmente e fazendo a alteração para surtir efeito.

Dual Boot em UEFI é igual a problema. Busque continuar usando Legacy para Dual Boot e use UEFI caso for usar Linux como sistema único na máquina, mas é claro, não custa pesquisar e é possível conseguir fazer isso, mas ao meu ver, o esforço não vale a pena, mas essa é a minha opinião.

UEFI é o problema que resolve todas as limitações que o legacy tem. Pelas postagens aqui no fórum vejo que os problemas em UEFI são criados por empresas que querem dificultar troca do sistema operacional que veio de fábrica.

Eu tenho certeza que os 2 estão em UEFI e aconteceu uma outra coisa que percebi agora…
quando eu vou em gerenciamento de disco (que é o lugar em que eu particiono o HD para depois fazer boot com o linux), na parte de baixo tem a partição que eu particionei, e nela está escrito ´´Íntegro(partição primária)´´, e ai quando eu olho na parte de cima, a partição que eu criei para a instalação do Linux está constando como LIVRE mesmo eu tendo instalado o sistema, e eu tenho certeza que eu instalei o sistema.

fiz questão de olhar aqui agora e eu mudei, não aconteceu isso que você disse não (infelizmente)

estou achando que pode ser isso porque eu instalo a distro, e depois eu vou no windows na partição que criei e mostra que a partição está livre (mas eu instalei a distro lá e eu tenho certeza disso, inclusive a opensuse tem uma contagem regressiva fudida que depois de instalado ele pede para reiniciar, ai eu reinicio,mas o processo de instalação começa de novo.

O windows não tem suporte a ext4 e nem a btrfs, não sei qual vc usou. Mas a partição EFI vc criou na instalação ou já tava aí?

Eu acho que já estava ali, porque eu tentei instalar umas 6 ou 7 distro do Linux e eu não me lembro mais. Mas de qualquer forma eu só consigo inicializar o processo de instalação no RegataOS, Opensuse e Manjaro em 2 versoões. No caso do Regata OS eu tenho que reiniciar para eu conseguir a conclusão da instalação e quando eu reinicio aparece a mesma coisa quando eu vou instala-lo pela primeira vez(como se eu não tivesse instalado) só aparece o sistema porque o pendrive está conectado. OBS já testei nas várias entradas usb do meu computador então não é problema na entrada.

Sua placa mãe tem suporte para o menu de boot? Geralmente apertando alguma tecla vai aparecer um menu do próprio UEFI (F1, F2, F11, F12 ou outra ainda). É para aparecer uma nova entrada referente ao sistema operacional instalado, mesmo que o padrão de boot não tenha sido alterado.

Já com relação ao particionamento do disco, o firmware não deveria interferir. Provavelmente a distribuição foi instalada e aguardando apenas o boot.

No Que diz respeito a instalação das distros… Porque na foto que mandei aí em cima aparece a partição que eu criei e instalei o Linux aparece como vazia? Não faz sentido.
Fotos da BIOS do meu computador. Obs eu deixei ativo a segurança, mas ela estava desativada e nenhum dos 2 modos funcionou.
https://1drv.ms/f/s!Akcp3zdJIQjGsBddKUFQ9ZLhQZSD

Algum erro ouve aí no processo de instalação.

eu tentei instalar umas 6 ou 7 distros, é impossível eu ter errado tudo, aliás, acertei na opensuse(que e bem difícil de instalar) no regata os que é um derivado do opensuse, e de 2 versões do Manjaro, Debia e derivados do Ubuntu incluindo o Mint eu não consegui nem chegar no processo de instalação, no opensuse e derivado eu consigo instalar e no Manjaro também já nas outras e como se o pendrive nem tivesse na entrada USB