Como deixar o LibreOffice mais parecido com o MSOffice?

Bom, eu estou usando o LibreOffice em flatpak no Pop!_OS com tema escuro, mas queria saber como deixar os apps do LibreOffice com um visual mais legal, porquê ele com tema escuro e aqueles ícones parecendo de 10 anos atrás é muito estranho, tem algum jeito de deixar SÓ ele com tema claro, e mudar os seus ícones? :confused:

1 Curtida

Da uma olhada e vê se te agrada.

1 Curtida

ficou bacana, mas eu queria mudar o tema do libreoffice sabe

Whatever, vou testar o wps office que já vem com o visual que eu quero, mas obrigado mesmo assim :stuck_out_tongue:

Rapaz, isso é complicado. Pro básico e ter uma “cara” até vai. Mas o Office é um absurdo de diferenças e avanços. O Libre ainda se comporta como Word 98. Inviável pra produtividade atual comparando os ambientes.

Já usei também o WPS… bonitinho mas ordinário. :sweat_smile:

Quem sabe dá uma olhada nesse: https://diolinux.com.br/2019/07/softmaker-office-ms-office-linux.html

Eu já desisti e torço pelo Office oficial no Linux. Pro básico qualquer um deles atende mas nenhum passa perto do Office. É muita diferença. São incomparáveis. Se o Office é ferramenta avançada de seu trabalho não tem jeito. Estou adorando o Linux mas aqui há um abismo.

1 Curtida

Hoje de manhã eu estava usando o LibreOffice, depois fui pro WPS, mas depois de um tempo eu instalei o OnlyOffice pra ver se é bom, e agora você me manda mais uma suite pra testar. É incrível como quando eu finalmente paro de ficar trocando de distro todo dia, eu começo a trocar de Office kkk

1 Curtida

Sugestão só. :sweat_smile:
Pode assistir alguns cursos básicos no YouTube e ver se te agrada antes de ficar trocando.

1 Curtida

Se você gosta do Microsoft Office, pode instalar e usar normalmente. A maneira mais fácil é usar o PlayOnLinux. Nem precisa saber configurar Wine. Eu aqui estou usando o MS Office 2013 x86 no Ubuntu 20.04 LTS.

2 Curtidas

Engraçado, pelo menos pra mim o LO é bem mais orientado a produtividade, obviamente tem que focar mais no teclado que no mouse, basicamente a única coisa que eu diria que o M$ Office faz melhor é exportar MP4 no PowerPoint

Rapaz, para usar o Microsoft Office, precisei dar umas mexidinhas básicas nas bibliotecas.


É a versão original?

A imagem é do software original, sem qualquer modificação. Mas não está ativado (e creio que talvez nem seja possível ativar, o que não é problema, já que ele apenas fica mostrando aquele aviso no topo após 30 dias, sem travar o uso).

Eu sou novato em GNU/Linux e não sei configurar o Wine. O que eu fiz foi isto (baixei o POL e fui explorando, sem entender muito bem o que estava fazendo):

  1. Instalar o PlayOnLinux;
  2. Instalar o Winbind;
  3. Buscar por Microsoft Office 2013 no menu de instalar do POL;
  4. Indicar o .exe do programa;
  5. Instalar normalmente, como no Windows;
  6. Baixar versão mais recente do Wine no POL;
  7. Trocar o Wine do Office para a versão mais atual;
  8. Usar.

Fiz isso usando só a interface, sem precisar de terminal (exceto para instalar o Winbind). Ele até já colocou os ícones no menu do GNOME automaticamente. Achei bem amigável. Consegui instalar o 2010 x86 usando os mesmos procedimentos também. Tentei com o 2016 x64 e não consegui (pelo visto só funciona com versões x86 ainda).

Consegui instalar o AutoCAD 2008 (o único que deu certo) também, mas ele travou depois de 30 dias e agora não lembro o que fiz na primeira vez. Ele não tem suporte oficial. Nesse caso eu tive que instalar umas bibliotecas, mas foi pela interface do POL, bem amigável. De qualquer forma, acabei deixando o AutoCAD de lado pouco tempo depois, pois consegui migrar para o LibreCAD.

A primeira vez que usei GNU/Linux “pra valer” foi neste ano. Eu usava Windows 10 e o POL foi primordial para me ajudar a migrar. Eu uso o LibreOffice para a maioria dos documentos, quando não preciso enviar para outras pessoas. Mas ainda recebo e preciso enviar muitos documentos .docx, o que me obriga a continuar no MS Office para não perder qualquer formatação.

1 Curtida

Nunca usei o Microsoft Office 2013 dessa maneira. Funciona tudo direitinho em um uso básico, você consegue editar e salvar os documentos?


O curioso é que antigamente dava, como expliquei em meu tutorial sobre como instalar o Microsoft Office e ativá-lo com o Microsoft Toolkit. Talvez depois eu tente instalar o Office 2013 e ativá-lo seguindo esse tutorial aqui. (para acessar o Regedit do prefixo wine você usa o comando wine regedit, mas não sei se pra você seria exatamente assim já que você instalou pelo POL).


Você já fez o teste de editar o documento .docx com o LibreOffice e depois abri-lo com o Microsoft Office para ver se o LibreOffice corrompeu alguma coisa? Em caso de resposta afirmativa, você viu alguma modificação indesejada?

Eu gosto de fazer esse tipo de teste, porque depois reporto os problemas para a equipe do LibreOffice.

1 Curtida

@rasolar Consigo editar e salvar os documentos nele sim, mesmo após o período de teste. O Word funciona normal após trocar a versão do Wine para uma mais atualizada (se não fizer isso, ele fica com um delayzinho meio irritante na animação ao digitar). O PowerPoint também precisa da versão mais atual do Wine, pois, na versão instalada por padrão pelo POL, a prévia dos slides na lateral esquerda não funciona. O Excel tem alguns bugzinhos gráficos que não foram resolvidos (por exemplo, a célula que está selecionada pode não ser destacada se você não clicar mais de uma vez), mas estou conseguindo usar normalmente. Sobre a ativação, obrigado pela dica. Irei verificar como fazer no POL (embora a falta de ativação não comprometa). Para retirar a marca vermelha no topo e a mensagem de produto não ativado, dá para simplesmente reinstalar também (no POL é coisa de 5 a 10 minutos, então é bem viável fazer isso a cada 30 dias).

A questão da compatibilidade é a seguinte: meu trabalho é acadêmico e estou frequentemente manipulando artigos, trabalhos de conclusão de curso e minha bendita dissertação. Ao abrir arquivos criados no Word no LibreOffice, a formatação, principalmente em termos de espaçamentos, acaba aparecendo alterada. E, mesmo acertando, não fica igual (por exemplo, parágrafos que cabiam na mesma página passam a não caber). Não fiz, contudo, o teste de editar e voltar a abrir no Word (pois preciso da visualização perfeita já no LibreOffice, minha ideia seria usar apenas ele). Usei pouco com documentos .docx, já que voltei bem rápido para o Word quando presenciei os problemas.

1 Curtida

Massa, vou ver se instalo o Microsoft Office 2013 amanhã. Embora atualmente eu não precise mais dele, é bom tê-lo disponível caso eu venha a precisar.


Cara, por favor, reporte isso pro pessoal do LibreOffice (aqui o link, observe que a explicação do problema tem que ser em inglês). Temos que criar essa cultura de reportar bugs, como eu falei neste tópico.

3 Curtidas

Minha experiência com suítes de escritório no linux, tanto em redação comum quanto em TCC, me levam a crer que o WPS Office no momento ainda é a melhor alternativa ao MS Office no quesito de software gratuito.
Já abrir vários artigos científicos criados no word inclusive alguns TCCs que abriram com alto grau de compatibilidade. Os banners de apresentação em congresso também.

Se quiser instalar o WPS Office, segue o tutorial:

1 Curtida