Com qual distro você iniciou no mundo Linux?


#1

Galera, qual distro que te fez experimentar o linux pela primeira vez? Aquela distro q vc guarda com carinho no coração?

Descreva aqui as suas primeiras impressões, o que mais chamou atenção e as diferenças que tinha em relação ao Windows da época!

Minha primeira distro foi a Conectiva Linux 3, comprei o CD duplo dela com o dinheiro da minha mesada, custou 30 reais e era muito bacana, a gente tinha que ler o livro dele inteiro pra aprender a instalar, configurar partição, montar drive de CD, configurar modem US ROBOTICS 56000kbps kkkkkk

Após instalado a gente tinha o nevegador Netscape, ICQ, Winamp pra ouvir musica e o famoso Staroffice… devia ter guardado meu livro e CD originais :frowning:


#2

Lubuntu num netbook bem ruzinho pq na época eu tinha medo de destruir meu notebook. Mas me arretei pq não sabia da existência de repositórios e toda vez que ia instalar alguma coisa aparecia um tar.xz na minha frente. Só voltei pro linux depois de 1 ano no ubuntu.


#3

Minha primeira distro foi o Linux Mint Cinnamon (não lembro a versão).

Na época, eu estava no curso técnico de informática e um professor falou sobre o linux. Na semana seguinte, ele levou um pen drive com ubuntu e nos mostrou, no modo live, como o linux funcionava…ME APAIXONEI :heartbeat: SHAUSHAA. Cheguei em casa e a primeira coisa que fiz foi instalar o Ubuntu em dual boot com o windows (eu já não gostava do windows) e foi aí que veio o problema, não gostei do ubuntu kkkk, minha experiência com ele foi terrível logo de cara e, por isso, não o considero como minha primeira distro, pois não consegui usá-lo nem por 10 minutos. Porém, a solução veio logo em seguida, quando lembrei que o mesmo professor havia falado sobre várias “distros” diferentes e fui dar uma pesquisada em quais existiam além do ubuntu, foi aí que bati de frente com o LINUX MINT, instalei, funcionou perfeitamente, supria todas as minhas necessidades, me adaptei e joguei o windows no /dev/null haushaaa.

Enfim, comecei a estudar linux nesse curso técnico mesmo, comecei a estudar sozinho também, possuo uma coleção de livros aqui ashuahsaa, conheci a história, conheci a filosofia da coisa, conheci a comunidade, conheci todo o movimento do software livre, conheci o canal do Diolinux, me apaixonei por programação e segurança da informação e anos depois de conhecer o linux estou aqui nesse maravilhoso fórum ^^


#4

Meu primeiro contato foi com o Ubuntu, mas foi com o Debian :heart: que realmente comecei a usar


#5

Ubuntu 14.04. Lembro que na época eu usava o Windows 8.1, já existia o W10 mas eu não gostava dele. Não lembro dos detalhes, acho que foi no final de 2014 que tive problemas com o W8.1 e fiquei cansado daquilo, então decidi mandar o Windows à m*** e instalar Linux. Como eu só conhecia o Ubuntu (de ouvir falar basicamente), instalei o 14.04. No começo foi um pouco difícil porquê no Windows eu era aquele cara que manjava um pouco, mechia no registro, formatava, fazia umas coisinhas um pouco mais avançadas, e no Linux eu não sabia nem como instalar um programa. Mas rapidinho fui pegando o jeito e cada vez gostando mais de usar. #SaudadesUnity


#6

Comecei no não tão bem quisto Satux, lá para 2006 ou 2008; era a versão 1.8 do mesmo num meu primeiro PC, um CCE C-111 com Celeron 430, 1GB de RAM e 160HD na época. Era muito ruim, e nessa época tinha começado um cursinho básico de informática, mas sem ter $$$ pra formatá-lo tive que aprender sozinho durante o curso, já que não era foco das aulas. Fui e levei meu gabinete pra lá, passou mais de mês lá; como as máquinas eram STI o professor me mandou uns CD’s do Insigne, outra distro ruim. Me recordo que tinha até chave de ativação para as máquinas hehe. Por certo eu fui um ponto fora da curva, de tão ruim fui e aprendi o que era, depois passei pelo Ubuntu como todos nós, e diversas outras distribuições até me encontrar hoje no Manjaro com KDE.


#7

comecei no Ubuntu 16.04


#8

Em meados de 2006 com o satux rodando num notebook da CCE.


#9

@Dio este é um post duplicado!

Esse foi criado antes:


#10

Certo, como ele está com problemas de formatação bem complicados para leitura, vamos manter este aqui. Da próxima vez que quiser indicar alguma coisa assim, você pode usar o ícone de flag abaixo da postagem, assim todos os moderadores ficam sabendo :slight_smile:

Obrigado! :smiley:


#11

Em meados de 1998 eu estava no SENAI fazendo um curso para certificação do Windows NT 4.0 e na expectativa de que o SENAI conseguisse fechar uma turma para a Cisco Networking Academy, quando um colega de curso me falou dos servidores Linux com Apache integrado com routers da Cyclades, que essa combinação seria o futuro e que o NT iria morre! Ele disse que iria fazer as certificações da Conectiva e, em vez de esperar pela possibilidade de fechar uma turma para A Cisco Networking Academy, ele iria fazer as certificações da Cyclades, que na época era uma empresa nacional que concorria com a Cisco.
Resumo da ópera, o SENAI não conseguiu fechar uma turma para a Cisco, nem nunca consegui encontrar nenhum treinamento para as certificações da Cyclades,. Me inscrever num curso autorizado da Conectiva e, em 1999 conheci o conectiva Linux 4.0, mas só comecei a utilizar Linux de fato no ano seguinte, com o Conectiva Linux 5.0, Quando fui morar em São Paulo para fazer as certificações da Cisco (CCNA) e da Furukawa (Professional e Master). De lá prá cá, já usei vários conectivas, mandrak, mandriva, Kurumin, Kalango, Big Linux, Dizinha, Debian, Ubuntu, Lubunto, Xubunto, etc. Em 2014 me encontrei com o Linux Mint 15 Olivia e de lá prá cá tenho me mantido Fiel à Rebeca, Rosa, Sarah, Sylvia, Tara e Tessa, sempre com XFCE (preferencialmente) e Cinnamon (não usei as versões 16, 17, 17.2, 18.1, nem a 18.2).


Cd com os Códigos-Fonte do Conectiva 7.0 ainda com o lacre original…


#12

Eu comecei pelo Debian lá em 2010 ~ 2011, primeira impressão foi que eu achava que não ia me adaptar bem (não tava acostumado a usar o terminal), mas conforme o tempo foi passando, fui pegando o jeito e aprendendo sobre a distribuição, a comunidade do Debian era bem aberta, tava disposta a ajudar qualquer novato, depois eu fiquei naquela de formatar o pc e ficar testando varias distribuições diferentes, e atualmente estou no elementary.


#13

Com o Conectiva, diferente de te o meu foi comprado numa banca de revistas e a revista ensinava apenas a instalação, nunca consegui fazer o Modem Motorola funcionar rsrs. Logo depois fiz as pazes com o Linux novamente com o Mandrake/Mandriva


#14

comecei com o ubuntu 16.04 o unity era muito bom e leve meu processador de 1 núcleo não sofria tanto com ele .


#15

Kurumin 7 através de um amigo que tinha ganhado o cd de um professor de informática,depois adquirir o cd original do ubuntu 9.04 e 10.04 pelos correios em 2009 e 2010. quando a canonical enviava para o usuário sem custo algum…e até hoje utilizo o ubuntu mate como desktop principal…há pouco tempo testei o deepin 15.9.1 porem está apresentando problemas de vídeo e deixei de lado.


#16

Librix da Itautec, em 2007. Fiquei fascinado com o sistema e depois fiquei 5 anos com Ubuntu e 5 anos com Fedora. Agora minha distro principal é Debian.


#17

Caldera OpenLinux. Na verdade comecei instalando 40 disquetes baixados na internet quando ainda não era disponível para nós usuários comuns pois foi através de uma conta no LNCC. Uso desde 1993/94.


#18

Linux Caixa Mágica no Magalhães :portugal::portugal::portugal: com e mais a sério no Linux Mint :grinning::grinning::grinning:


#19

Meu primeiro contato com o Linux no desktop foi na escola, com o Linux Educacional 3.0 e 4.0, e eu achava ruim pra caramba, além de ser feio para meus olhos, mas eu gostava de ficar fuçando ele pra ver o que tinha (principalmente aqueles jogos q vinham nele :sweat_smile:)

Mas aí em 2015 comecei a estudar um cursinho de administração, em que tinha a disciplina de Informática Básica, aí lá tinha explicando sobre os sistemas operacionais (MacOS, Windows e as distros Linux), e lá tinha falando sobre as várias distros linux, inclusive o descontinuado Kurumin :cry:, eu tinha curtido o Kurumin, porém deixei de lado naquele momento (e nem se eu tivesse tentado baixar e usar, já tinha sido descontinuado).

Mas só voltei a despertar o interesse em 2017, pois eu tinha começado a fazer um curso técnico de MSI.
Um dia eu tava pesquisando algo sobre a disciplina que eu tava estudando naquele momento e vi nos vídeos recomendados um do Diolinux, se não me engano era um vídeo sobre pq a Microsoft deixava as pessoas piratearem o Windows, daí depois disso sempre que eu assistia um vídeo novo, tinha recomendação do Diolinux, aí eu comecei a ver os vídeos, descobri o Linux Mint e resolvi instalar em dualboot no meu notebook (pq o Windows 8 tava pesado d+).

Desde dezembro de 2017 venho utilizando pelo menos uma distro Linux em meus notebooks.
Já passei por Linux Mint (Cinnamon, XFCE, MATE), Lubuntu, Ubuntu MATE, e atualmente uso o Elementary OS e Manjaro KDE :slight_smile:


#20

Eu também, Caldera comprado na banca de jornal.