Arch Linux GUI descontinuado!

Mais um “feito” do contingente tóxico da população de usuários de Linux, com um toque de pernosticismo da parte dos desenvolvedores do Arch…

10 curtidas

Apesar de ainda não estar pronto o archinstall facilita a instalação

5 curtidas

Restam iniciativas como o Calam-Arch, o Archcraft e o Reborn (prestes a lançar nova ISO com Calamares, ainda em alpha), além do Arco e do Endeavour

7 curtidas

Genuinamente, isso é muito triste. Saber que um projeto muito bom, que contribuí e democratiza dentro da comunidade morreu em grande parte por usuários tóxicos, deixa um gosto amargo, convenhamos.

Essas mesmas pessoas que criticam um projeto desse tipo, são as mesmas que vão descer o pau em um novato que, mesmo com a Wiki não está conseguindo instalar o sistema e vão dizer “É SÓ LER A WIKI”

Eu digo que Arch não é pra todo mundo, mas não porquê quem usa Arch precisa ter cinco certificações em Linux, um PhD em Ciência da Computação e um conhecimento homérico e digno de aplausos. E sim porquê não é todo mundo que tem vontade ou tempo de parar pra ler e estudar a forma de instalar um sistema operacional, e depois de instalar fazer toda a pós configuração.

Garanto que muitas pessoas deixarão de conhecer o Arch justamente pela falta de um projeto como o ALG.

16 curtidas

Eu até ia instalar o arch pra principalmente fazer um teste no archinstall mas dps de uma visita na comunidade arch(principalmente no Reddit) já desisti de chegar perto
O Dev que mantém o archinstall já vem recebendo rage no Reddit por querer facilitar e principalmente fazer a filosofia Kiss ter um sentido, mas com alguém querendo trazer usuários pro arch parece ser ruim

4 curtidas

Arch tá muito hipado mas essa parte tóxica da comunidade pode acabar com isso.
Sempre vai ter uma galera que vai ser fanboy, até aí tudo bem. A questão é quando uma parcela da comunidade quer fechar as portas para novos usuários preferindo manter a instalação do arch no modo linha de comando.
Além do mais, não sei pq esse hipe todo já que o arch perde feio para as distros baseadas no debian no que diz respeito a documentação, uso em servidores e até em computadores para usuários finais.
Os caras ao invés de aproveitarem a boa maré e fazerem um marketing para alavancar o número de usuários preferem prejudicar a imagem de algo que é realmente bom.

4 curtidas

Como é que é?

9 curtidas

A documentação do arch só tem em inglês.
Talvez as distros menores baseadas em debian não tenham a documentação como a do arch, mas a documentação do debian deixa a do arch no chinelo hahaha.
Vale lembrar que é uma opinião pessoal =)

De qualquer forma, não é meu objetivo levantar bandeira de qualquer distro, minha crítica tem foco na toxidade dos fanáticos de qualquer distribuição Linux, Mac ou Windows.

tmj

1 curtida

Como é que é?²

8 curtidas

Falei do q não sabia kkkk. Retiro o que disse.

Vlw pelo link mano. O arch, como disse anteriormente, é realmente mto bom pelo que vi e li. Só não consegui instalar kk.

2 curtidas

Essa é aquela hora em que se vê que tem muita gente por aí que entende comunidade de distribuição como uma seita e a distro como um dogma… Um grupo fechado, “seleto”, em que só os “iniciados” “iluminados” poderiam ingressar… desde que sigam à risca os ritos, preceitos e costumes…

6 curtidas

Uma pena o fim do ALG…
Acho o Arch uma excelente distro, porém como demanda muito tempo pra instalá-la, acabo sempre optando por uma já “pronta” como é o caso do Fedora, OpenSUSE ou Ubuntu.
Agora é ir para o EndeavourOS que gostei bastante quando testei…

1 curtida

A própria wiki do Arch sobre o Arch já dá uma ideia que o negócio visa à exclusividade™:

A distribuição destina-se a atender às necessidades daqueles que contribuem para ela, em vez de tentar atrair o maior número possível de usuários. Ele é direcionado ao usuário proficiente de GNU/Linux, ou qualquer pessoa com uma atitude do tipo “faça você mesmo” que está disposta a ler a documentação e resolver seus próprios problemas.

Falar que o Arch vai perder usuários por não existir um projeto como Arch Linux GUI é quase um elogio para a porção tóxica que leva isso a sério demais, e age como se a distribuição fosse uma seita.


Do outro lado da moeda, eu já observei canais de suporte do Arch sendo inundados com problemas específicos desse instalador, como o chaveiro de assinaturas vindo desatualizado e bibliotecas tendo dependências desencontradas ao atualizar (pois ele é offline). Se há um lado bom no fim do ALG, é dar maior visibilidade a distribuições que tentam criar um nicho próprio e mais amigável.

15 curtidas

Eu vou basicamente copiar meu comentário no vídeo do Slackjeff:

O maior ponto fraco do Arch não tá na própria distro, tá na comunidade.

Isso é algo que é muito ignorado na hora de escolher uma distro e você só passa a valorizar quando precisa. Eu passei pouco mais de um ano usando Arch e sempre que precisava de uma ajuda mais específica que não achava na Arch Wiki eu tinha que cruzar os dedos e torcer pra alguém já ter tido esse problema antes e eu achar numa thread aleatória, porque só o visual dos fóruns do Arch somados com a comunidade que frquenta eles afasta a grande maioria dos novatos.

Depois de mudar pro Fedora eu percebi a diferença gritante. Uma comunidade EXTREMAMENTE calorosa, que corre atrás de resolver problemas dos novatos não importa o quão idiota pareça, além de ajudar aqueles mais avançados a sugerir soluções e se tornar parte ativa da comunidade de contribuidores. Atualmente ajudo a comunidade com tradução e uma ou outra coisinha de design, coisa que nunca teria conseguido fazer se tivesse continuado a correr da toxicidade da comunidade do Arch.

Essa galera tóxica é uma minoria vocal? É. Mas nos fóruns oficiais do Arch definitivamente não são.

7 curtidas

É triste saber que um projeto tão bom é de certa forma limitado por seus próprios usuários. Com uma visita rápida a algum sub do Arch, você vai encontrar principalmente ódio a usuários que quiseram dar uma chance ao Arch, mas não possuem tempo hábil para dedicar a uma leitura que demanda muito dele como a ArchWiki, e também a todos os internautas que tentarem ajudar.

É lastimável, uma distribuição tão boa, com várias qualidades, que é severamente ofuscada pela sua comunidade. Todos os mantenedores de scripts de instalação, incluindo do próprio archinstall, sofrem ataques diariamente de uma parte não tão pequena assim da comunidade. Pessoas que literalmente tentam ajudar as outras, sofrem hate gratuito. Isso vai até mesmo contra as raízes do Arch, que só existe por causa dessas pessoas.

2 curtidas

Eu gostei bastante da comunidade do Manjaro, os caras lá se ajudam demais.

4 curtidas

Isso cheira a preguiça de trabalhar o projeto da distro para além do desenvolvimento técnico, maquiada com afirmações presunçosas. Sendo que o Arch nem é “a última coca-cola do deserto”: Slackware, Gentoo e outros sistemas são mais desafiadores e forçam mais o aprendizado do Linux. O Arch me parece equivalente ao Debian em exigências de pós-instalação, configuração e manutenção.

2 curtidas

A presença de usuários tóxicos não está restrita apenas ao Arch. Infelizmente, mesmo distribuições mais acessíveis - como o Ubuntu, o Fedora ou qualquer outra - acabam tendo, em suas comunidades, indivíduos que prejudicam interações sociais e a imagem comunitária. Acaba sendo um problema geral: há elevado nível de intolerância por parte de algumas pessoas que acabam defendendo calorosamente determinadas distros - ou aspectos de distros - e atacando outras sem embasamento. Ninguém tem a ganhar com esse tipo de comportamento.

Portanto, o primeiro aspecto no caso do Arch realmente é esse: iniciativas que tendem a facilitar o acesso acabam sendo atacadas por puro fanatismo. Por outro lado, há também o ponto levantado pelo @Capezotte: essas mesmas iniciativas precisam ser bem construídas para não gerar problemas que também podem afastar usuários e manchar a imagem da distro. Portanto, pode haver também uma preocupação legítima por parte de alguns usuários, embora nessa situação o ideal a fazer seria contribuir para melhorar a solução, e não apenas desprezá-la.

Tive um debate recente aqui no Fórum envolvendo esse assunto. De fato podemos apontar semelhanças: Qual melhor sistema operacional Linux para jogos? (pc fraco) - #14 por KairanD

4 curtidas

Sério que a comunidade “cancelou” o Arch gui. Que vergonha cara, como pode uma comunidade ser contra um projeto tão legal que visa chamar mais pessoas para usar a distro.

6 curtidas

Infelizmente, essa parcela é muito vocal.

Exato, e se me permite dizer. Falta muito senso de comunidade, que justamente é o que representa a ideia do Free Software, a oportunidade de criar uma comunidade que se ajude e dissemine cada vez mais o conhecimento para a maior quantidade de pessoas interessadas possíveis, vi recentemente o documentário Revolution OS que conta um pouco da história do Free Software/Open-Source/Linux, e nesse documentário tem cenas de alguns eventos que ocorriam mensalmente, que o pessoal mais experiente se juntava e quem era novato no Linux ia lá pra receber ajuda na instalação, aprender a mexer…

Hoje, não precisamos nos juntar fisicamente para fazer esse tipo de coisa, nem precisa de uma estrutura gigante, basta alguns usuários interessados e uma plataforma. É uma pena que, mesmo com essa democratização do acesso, algumas comunidades insistem em se manterem hostis a qualquer novato. Claro, isso não se restringe a Linux, isso existe em todos os âmbitos de organização humana, já falei sobre algumas vezes… O pessoal acha que detém algum tipo de conhecimento especial e que a “plebe” jamais deve ter o direito a esse conhecimento.

O que podemos fazer para coibir isso, é o que já fazemos aqui no Fórum, ajudar e alimentar a comunidade com boas contribuições e acolher os novatos. Conhecer Linux me abriu um mundo novo de conhecimentos na área da computação que reascendeu a minha paixão pela área, e eu sempre tento retribuir essa contribuição.

5 curtidas