Alguém sabe se o Linux tem mais autonomia de bateria que o windows

Pessoal eu estou querendo sair do Windows para usar o Linux em especifico o Fedora ou Manjaro, o ponto é que eu possuo um Acer Nitro 5, e uma das coisa que me prendem ainda ao o Windows são os jogos e a autonomia de bateria. Apesar que hoje em dia os jogos não serem um grande problema nessa migração. Porem com usuário esporádico de Linux eu queria saber mais sobre a autonomia de bateria, pois pretendo usar o Fedora como sistema principal.

Des de já agradeço a resposta de vocês

1 curtida

Olá!
Normalmente em Windows acaba tendo uma melhor autonomia quando se compara configuração padrão ou de fábrica. Acontece que os fabricantes dão algum ou melhor suporte para que o sistemas acpi e mais recentes utilizem com gestão mais eficiente em Windows.

Em Linux, muito evoluiu nesses 3 últimos anos a respeito de gestão de energia para periféricos incluindo bateria. No entanto, ainda não é um padrão de mercado notebooks Linux e inclusive muitas montadoras que vendem como Acer, Dell e etc colocam Linux de forma bem a desejar… talvez porque sabem que maioria que compra já vai acabar trocando a distro ou sei lá.

No Linux, Fedora, tem o esquema de modo balanceado e powersave que já faz boa otimização junto aos controladores de energia dos devices. Embora ainda de forma mais genérica quando se compara modo de gestão proprietários em notebooks com Win. Também a ferramentas adicionais que você pode adicionar tipo o TLP, extensão cpufreq e etc, mas que você vai ter que tunar mais manualmente. O ideal é montadores tipo System76, StarLabs, Slimbook, Tux… que são nativos pensando em Linux e homologam o sistema mais verdadeiramente.

Por fim, de maneira geral com as novas tecnologias de firmware update e fabricantes atentando cada vez mais em também disponibilizarem uma versão mínima e documentação de seus hardwares a coisa vem melhorando e alguns mais recentes possuem quase mesmo suporte de driver genérico que em Win.

No caso do Nitro 5, melhor buscar reviews no YT, buscar relatos de pessoas testando e validando para dizer se fica pior ou melhor.

No meu aqui, um Avell mais antigo com i7 haswell a única vez que consegui manter ele mais tempo em bateria que Win foi porque eu forçava config (via TLP) dele manter o clock basicamente travado na mais baixa frequência o que também me limitava a uso portátil bem mais fraco tipo só edição de textos, planilhas e navegação simples de sites.

5 curtidas

Obrigado pela respostas, cou da uma olhada por aki e da uma pesquisada. Realmente o meu nitro 5 veio com limux, acho que o cent os, mas o sistema era tão ruim que preferir usar o windows 11 e tava com preguiça de instalar o meu arch e ate agora eu estou pra falar a verdade kkkkkkkkkkk

Mas obrigado vou ea uma pesquisa, se eu tover com coragem eu ja instalo o arch de vez.

1 curtida

Cheguei a fazer uma abordagem em outro tópico, pode ser interessante acessar a acompanhar todas as repostas:

1 curtida

Acredito que seu laptop tenha uma placa de vídeo da Nvidia. Qual é o modelo dela?

A depender do modelo da placa, o gerenciamento de energia no Linux será muito ruim, mesmo ao usar o driver proprietário mais atual suportado.

No caso do meu laptop, por exemplo, a placa dedicada (GT 740M) fica ligada o tempo inteiro, mesmo ao selecionar o modo híbrido. Como resultado, a autonomia no Linux é um desastre e o aquecimento é muito elevado. Para “resolver” eu instalo o pacote Bumblebee e desativo completamente a placa dedicada. Como não rodo jogos no laptop, isso funciona.

Se sua placa for moderna (creio que a partir da série Pascal), o gerenciamento de energia tende a funcionar bem, e o consumo de bateria deve ser semelhante ao Windows.

1 curtida

Meu Acer Aspire 5, segundo a especificação do fabricante é para aguentar 10h (não sei quais testes fizeram para chegar a esta conclusão) porém com meu uso com Fedora durou 5hr~. Alguns vídeos que vi no Youtube de modelos parecidos duraram 6/7hr, mas novamente os testes foram diferentes dos meus, geralmente com tarefas mais leves das que eu testei.

Não cheguei fazer nenhum tweak a mais e posso estar enganado, mas vi relatos que o modo economia do Windows é muito mais “agressivo” em cortar processamento que o do Linux (Fedora + GNOME) pois não sinto realmente lentidão no modo economia, apenas em jogos que vou sentir realmente…

Meu modelo tem amd cpu+gpu, na qual tem maior integração ootb com kernel Linux, se teu notebook tiver Nvidia, a história é outra…rs

1 curtida

É uma 1650 mano, tbm tou xom esse receio eu pretendo jogar nesse note tbm mas so na tomada

O meu nitro 5 é cpu amd e Nvidia, no windows com economia de bateria fica entre 3~4 de uso e nao sinto lentidão nem nada, mas uso ele pra programar entao creio que a vida útil va pro saco por muitas vezes esta subindo servidores locais e vairios terminais. Tou instalando o arch com gnome aki e vamos ver oq vai da.

se tu conseguir configurar o driver nvidia, de modo que só seja usado quando realmente precisar, talvez tenha melhor resultado, mas boa sorte configurando driver nvidia no Linux…

Com essa placa não deve ter problemas. O driver da Nvidia funciona super bem para as Turing, controlando o consumo da maneira correta. Basta colocar em modo híbrido e usar a placa de vídeo apenas quando precisar.

Dentre os sistemas que você mencionou, eu recomendaria o Manjaro. Meu hardware Nvidia (laptop GT 740M e desktop GTX 1070Ti) sempre funcionou bem nele. O Fedora me deu muita dor de cabeça. Você pode testar, contudo.

2 curtidas

Atualização pessoal, instalei o arch aki no meu nitro ontem e com os meus testes eu tive uma autonomia de 6 a 7 de bateria. Provavelmente pelo fato de so ter instalando os drivers da amd open source no entanto nao vou ficar no meu arch por tao cedo, lembrei o motivo de ter abandonado linux quando migrei para os laptops, os gestos do touchpad nem se quer existem e eu nao uso mais mause a nao ser que eu va jogar.
Mas a conclusão é que tive 1:30 mim a mais de autonomia, mas infelizmente a falta de gestos no touchpad me afasta por enquanto a te eu comprar um novo ssd pra fazer um dual boot com o arch

Exite sim, vou te dar a dica desse outro tópico:

GNOME tem ótimo sistema de gestos aqui, simples e eficiente…

Eu tentei usar touchegg ate funcinar mas de forma bem arcaica sobre o gestures eu confesso que fiquei sem paciência pra insatalar, pq dps que intalei o touchegg e passei um bom tempo tentando configurar o sistema deu pau e os gestos ficara zuados msm desistando tudo os gestos continuaram então desistir a avliei que que entre reinstalar o arch e baixar o gestures que correr o risco de nao ficar bom opitei por voltar ao windows 11 com o bom e velho wsl2.
Quem sabe um outro dia eu tente novamente com outra destro que nao seja o arch pq so o trampo que foi pra insalar o arch pra dps zuar tudo é meme.

Rapaz o basico de click e rolagem é tranquilo mas o resto é inexistente a nao ser com outros softwares ate onde eu vi e pesquisei.

Este tópico foi fechado automaticamente 3 dias depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.