Windows não funciona mais em HD's

Não é de hoje que o Windows apresenta lentidão em HD, isso é fato, mas queria compartilhar um caso muito curioso que eu convivo diariamente.

Atualmente, eu uso 3 máquinas que tem o Windows.

Samsung Book E30
Lenovo Ideapad S145
E meu pc tem um hd só para o Windows.

Nessas 3 situações, o Lenovo ele é o que tem o maior uso no Windows, a dona desse notebook trabalha com office, muitos documentos, pdf, arquivos, tudo que exige muita escrita em Disco, ele tem um ano e meio de uso e já vem apresentando o uso do disco em 100% constantemente, o boot é muito lento, os navegadores ficam travando. Já tentei vários métodos e eu só consigo no máximo aliviar o problema, mas ele sempre volta.

O E30 tem o menor uso, é o notebook da minha namorada, ela só usa pra ver aula e nada mais, nem sequer baixa pdf para abrir no PC, usa o próprio navegador. Ele tem um ano de uso e tem exatamente o mesmo problema, em menor quantidade, mas tem. Usei um script que faz debloat do sistema e melhorou, fora algumas coisas que tavam consumindo disco atoa.

O meu PC, eu só mantenho esse HD com o Windows pra jogar alguns jogos antigos muito específicos (não são mais vendidos digitalmente e/ou são muito antigos) e que eu não tenho paciência para fazer eles rodarem no Linux rsrs Ele tem o melhor desempenho rodando o Windows comparado com os outros 2 mesmo tendo o pior hardware.

Sei que a solução definitiva para esse problema em ambos os notebooks é trocar o HD por um SSD, porém eu queria tentar entender de forma mais técnica porque o Windows é tão exigente com o HD, nesse momento que estou escrevendo isso, o Lenovo está ligado do meu lado, sem nada aberto e o disco está oscilando entre 40% - 100% e quais as formas paliativas de solucionar temporariamente que vocês costumam usar quando lidam com algo assim.

3 curtidas

Acredito que seja graças aos componentes de segurança embarcados no Windows, no qual não dá para desativar (e nunca aconselharia). Notebooks normalmente trazem HDs de 5400 rpm e eles são um terror para usar Windows 10 e 11, portanto eu sempre passo longe de cogitar instalar Windows em computadores com esse tipo de disco.

Um colega meu estava sofrendo com um notebook dele da Samsung que veio com Windows 10 de fábrica, e tinha um HD de 5400 rpm. Apresentei ele ao Linux e tá feliz da vida com o Mint rodando liso ali. Se você realmente não pode instalar Linux nessas máquinas, não resta escolha além de adquirir um SSD.

4 curtidas

Realmente, o HD desse Lenovo é um de 5400 RPM. Acho que SSD deveria vir de fábrica em todos os notebooks.

1 curtida

A realidade que a era dos HDs ja bem dizer acabou.
Pra windows 10 e 11 o minimo e SSD ou HD de 7200RPM(e saber controlar o multitarefas usando HD) o resto e dor de cabeça
No minimo oq a MS vem fazendo nesse quesito e valido ja que SSD pega em qualquer torradeira

3 curtidas

Sim, os modelos de notebooks mais recentes já vem com opções de SSD, mesmos os mais baratos, porém ainda vejo um movimento lento nesse quesito. Essa transição deveria ter começado mais cedo imagino.

1 curtida

Em muitos casos e, atualmente, recomendado pela própria MS, é fazer upgrade para ssd mesmo. Deixar o sistema no ssd e, se precisar de mais espaço, utilizar um outro hd no note ou pc para arquivos.

Uns tempos atrás, tentei 30 (trinta) soluções diferentes para resolver esse problema de disco 100% no notebook da minha irmã. Nada resolveu. Como ele não precisa de muito espaço, a única solução foi migrar para um ssd de 256gb.

A própria frase que dá titulo ao tópico se tornou verdade porque, nas últimas semanas, a MS avisou que o Win 11 é só com ssd mesmo. A MS é famosa por práticas duvidosas em relação a muitas coisas, assim com a maioria das big techs. Mas, nesse caso específico, é um caminho sem volta. Acho que, como muitas tecnologias que morreram ou foram ficando defasadas, o HD mecânico (que já tem muitos e muitos anos de estrada) está na fase de transição para acabar. Esse processo ainda vai demorar, só que já está por ai a uns anos. Não para acabar totalmente, no sentido de sumir de vez, porque para armazenamento ainda é muito utilizado. Porém, qualquer sistema operacional hoje se beneficia demais de ssd. Qualquer linux instalado em um ssd de entrada da Samsung, Adata, Sandisk etc. dá uma diferença bem grande de desempenho. Win, como você constatou, nas versões mais recentes foi desenvolvido pensando em ssd.

Quem nasceu antes dos anos 2000, já viu várias tecnologias crescerem, se desenvolveram e ficarem obsoletas ou sumirem. Disquetes, cd’s, dvd’s, internet discada, monitores de tubo, entrada serial, o surgimento de desenvolvimento da entrada usb, mudanças nas memória ram e por ai vai… Quando esse tipo de avanço é benéfico para todo mundo vale a pena. É claro que o preço dos ssd’s ainda é bem caro, se comparado com o dos hds, em especial quando se precisa de um armazenamento maior que os 240/256gb dos ssd’s mais acessíveis atualmente.

Eu entendo que, para muita gente, ainda não é viável a migração para o ssd. Só que, de fato, esse é um processo sem volta. É grande a diferença de desempenho entre um hd mecânico e um ssd, mesmo de entrada, de uma fabricante de qualidade.

4 curtidas

Sim, é um processo natural e necessário, tanto que quando você pesquisa por HD para comprar no google, os primeiros links são do MercadoLivre/Shopee e outras varejistas, mas dificilmente você acha em lojas mais especializadas. Na KaBum mesmo, até tem, mas a maioria são modelos de HD mais high end com aplicações especificas, e com armazenamentos muito grandes.

Nessa faixa de preço você consegue comprar bons SSD

Claro, o armazenamento com memórias flash ao invés de mecânico continua sendo mais caro, porém um SSD de 480GB já deve suprir com folga para a maioria dos usuários. Quem precisar de mais, tem armazenamento em nuvem, HD Externo entre outras alternativas.

3 curtidas

Este está com preço bom.

Na minha opinião, a Microsoft não deveria nem permitir a instalação do Windows em discos rígidos (ou pelo menos a comercialização de computadores novos com Windows e um HDD). O sistema acaba entregando uma experiência extremamente ruim, ao ponto de um computador novo sofrer lentidões como estivesse a completar seu décimo aniversário. Eles mesmos falaram que não vão otimizar a experiência pra discos rígidos – a única coisa que dizem é para comprar novos computadores já com discos sólidos. Não faz nem sentido embarcar o Windows em um computador novo com um disco rígido, já sabendo que não vai funcionar como deveria.

4 curtidas

Uma das coisas que mais me irrita no Windows é a tentativa de se mostrar “pronto” antes da hora. Gostaria muito de ler um estudo comparando as inicializações de Linux, MacOS e Windows. Tenho a impressão de que a MS força para que a tela de login seja apresentada de maneira antecipada, para criar uma falsa sensação de que o sistema consegue um boot tão rápido quanto os demais.

É uma tecnologia sem volta. Um SSD, pelo menos para o sistema, é uma opção de custo x benefício fantástica há anos, especialmente para quem quer usar Windows, o sistema em que certamente há maior diferença de desempenho na inicialização de aplicativos e do próprio sistema.

HD’s ainda terão seu nicho para grandes volumes de dados, que se utilizem de estratégias de paralelização e organização de dados que não sejam tão prejudicadas pela latência. Mas para usuário comum é algo sem sentido. O ganho de desempenho e experiência de uso de um SSD é hoje bem menor que tentar ganhar esta performance por CPU’s ou memórias mais rápidas.

Um adentro ao assunto, não é somente o Windows que está se tornando problemático em HDs mas a maioria do softwares estão mais exigentes e pesados principalmente os navegadores, Firefox e o Chrome por exemplo em uma maquina com Windows 7 está se tornando uma draga mesmo com hadware relativamente bom (core i5 4° geração +8 gb de RAM)

HD é o maior limitador de performance de um PC hoje em dia independente do SO. Solução somente SSDs ou driver de alta performance.

3 curtidas

Alguém sabe se no Windows é possível transferir a pasta de cache para a RAM ao invés do armazenamento? Isso era uma das configurações recomendadas quando eu li sobre rodar uma instalação completa do Linux em pendrive, talvez isso também ajude a melhorar a perfomance do Windows em discos com baixo I/O

1 curtida

Quando topo com avaliações de consumidores brasileiros sobre notebooks “de entrada” que ainda vêm com HD, são muitas as reclamações de lentidão e travamentos. São máquinas que, normalmente, vêm com Win10 ou Win11 de fábrica, e têm processador de dois núcleos e recursos limitados e 4 Gb de RAM. Mas não são poucas as queixas do tipo sobre notebooks com processador i3, também.

Dá para o Win10 funcionar de modo decente num notebook com Celeron e RAM de 4 Gb, mas é preciso desabilitar animações e outros efeitos visuais em favor do desempenho. Também é necessário desinstalar bloatware que vem de fábrica, em especial um certo antivírus infame pelo tanto de recursos que consome do sistema operacional e do computador. Fabricantes de notebooks entregam seus produtos com uma configuração de sistema operacional que é ruim para os modelos “de entrada”.

5 curtidas

@josebarbosa esse problema de exibição da tela de login é bem comum em pc/note com hd mecânico. Por isso a MS tem recomendado ssd’s. Esses problemas de login não vem de agora. Dependendo do hardware que você tivesse, isso acontecia também no Win 8 e, um pouco menos, no 8.1.

@Sergio_H sempre reparei que a maior parte da galera que reclamava de disco 100%, a grande maioria era i3 intermediários para baixo e processadores mais simples. Agora, os i3 tem muuuuuita reclamação. Porque a maior parte dos notebooks de entrada que são vendidos vem com algum i3 mais simples e hd’s com baixo desempenho. Ai o note vira uma bomba. Porque combina o disco 100% com o maior uso de cpu no momento que o note está iniciando. O note que citei da minha irmã, tinha dia que era 3 ou 4 minutos parado pra começar a ser usável sem lentidão ou muita espera para abrir as coisas. Depois que coloquei o ssd, o note virou outro (4gb de ram e um i3 intermediário). Agora abriu a área de trabalho já dá para usar sem problemas. O maior desempenho do ssd ajuda muito esses processadores mais simples.

Concordo plenamente com relação as configs de, principalmente, notebooks mais simples. Eles são entregues ao consumidor de uma forma muito mal otimizada para o uso básico.

2 curtidas

Sim, essa migração para o SSD nos notebook’s de entrada ainda tá acontecendo, a diferença de preço pro consumidor final nem chega a tanto.


O modelo de entrada mais vendido da Amazon já vem com SSD, claro, por esse valor final você tem notebooks com 500gb ou 1TB, mas de nada adianta se o desempenho é bem ruim.

Do mesmo jeito que você não encontra mais notebook com leitor de DVD, creio que em 2-3 anos, seja bem difícil encontrar notebook’s novos com HD’s.

1 curtida

Só que 128 Gb para armazenamento é ridículo. Sendo que o correto é deixar 25% do SSD sempre desocupados.

Os notebooks “de entrada” costumam vir com SSD de 128 Gb… No caso do Windos, só o sistema operacional em si ocupa de um terço disso, pelo menos.

1 curtida

Mas acredito que é como já tiveram comentando aqui mesmo.
Acredito que isso se deve a forma de como o sistema é constuido.
Pq o Windows internamente é pensado pra ser uma amarração só. Com as pilhas de bibliotecas de frameworks tudo amarradas, várias camadas de compatibilidade pra software legado, que também estão amarradas e são essenciais ao sistema (não podem ser removidos, senão quebra).

Interessante que no linux até pode parecer “o perigo e o caos” a sua organização interna, mas os programas nele parecem ser bem menos dependente de camadas do compatibilidade como no Windows, a ponto de já inicializarem parecendo prontos na tela.

Fico só pensando, se alguém só por brincadeira ou experimento de aprendizagem mesmo, montasse uma distro linux com todos os softwares que fazem os mesmos recursos e serviços no Windows, acredito que pela característica citada no parágrafo acima, essa distro ainda ia se mostrar com um desempenho melhor que o Windows.

1 curtida

Já li sobre isso do espaço em SSD, mas isso é feito automaticamente pelo SSD não

Edit: Eu pesquisei aqui com mais calma para achar precisamente onde eu li isso, e tá aqui.

Recomendo a leitura de quem se interessa pelo assunto, mas segundo o artigo, isso é basicamente muito relativo entre modelos diferentes de SSD, na prática a diferença é muito pouco notável para o usuário comum.

2 curtidas

Há até mesmo notebooks com processadores mais avançados e HD mecânico de 5400 rpm. Mesmo com um i7 atual, um note rodando Windows 10 com um HD desses vira uma bomba, porque o gargalo é o HD.

Isso me parece exagero. Eu havia lido sobre deixar 10% de espaço livre.

4 curtidas