Você já levou a palavra do Linus Torvalds a alguém hoje?

linux
#1

“O Linus é o meu pastor e a tela azul não chegará a minha casa”; brincadeiras à parte, vocês tem levado a bandeira do Linux ao seu lugar de trabalho ou de estudo? Vocês já falaram do Linux a algum parente ou amigo? Não estamos falando de só usar software livre, se é GNU/Linux ou Linux, apenas de levar aos demais o conhecimento de alternativas ao Windows, sistema mais utilizado nos PC’s domésticos. Tens sido fácil falar de Linux as pessoas? Ainda há muita rejeição ou desconhecimento? Já “converteram” pessoas ao sistema do pinguim? Conte-nos suas experiências!

3 Likes

Desculpem-me, pessoal
#2

A mas desconhecimento do que rejeição, pois em minha casa eram 04 notebooks, (Ex-esposa, filho, filha e o meu), todos com windows, hoje meu filho usa Ubuntu 18.10, minha filha ama O Endless OS e eu como já alguns sabem sou adepto do Ubuntu em suas LTS.
Hoje posso afirmar “eu e minha casa, servimos ao Linus Torvalds”. kkkkkkkkkkkkkkkk

3 Likes

#3

Muito bom seu relato, aqui ainda não evangelizei ninguém; como diz o ditado “casa de ferreiro espeto de pau” é mais fácil levar aos de fora que os de casa, apesar que também só eu que de fato utiliza o PC aqui. Na universidade sou um dos poucos que usa Linux em minha turma, mas todos já são cientes que sou a “exceção”, e como sempre utilizo meu próprio notebook nas apresentações faço questão de mostrar que foi feito pelo LibreOffice, para tirar essa ideia que só o pacote office da M$ é bom.

4 Likes

#4

Já consegui “converter” a minha namorada e um dos meus dois irmãos, o outro ainda está em cima do muro rs

Também convenci o pastor da minha igreja a substituir o Windows em todos os computadores, o fato de ser gratuito e a segurança contra vírus ajudaram ele a se decidir.

5 Likes

#5

Acho que as namoradas é bom sinal hehe.

2 Likes

#6

Convenci meu irmão e uma amiga a trocarem o Windows pelo Linux, outra amiga aceitou fazer um dual boot. Acredito que também tenha convencido um bom número de pessoas no Reddit.

3 Likes

#7

Considero interessante também o lado dos que usam LaTeX.

Sem desmerecer os editores WYSIWYG (LibreOffice, MS Office e outros), que são também úteis. Passei anos usando o conjunto de ferramentas da Microsoft (versões 2010 e 2013, 2016 não), sem muitos problemas, mas com problemas.
Os problemas não eram das ferramentas, os problemas seriam o mesmo com o conjunto do LibreOffice, só que numa outra forma.

No LaTeX, é possível simplesmente trabalhar, sem precisar arrancar tantos fios de cabelo com formatação.

Pessoalmente, creio que o LaTeX é ideal para o meio acadêmico, bastando a Universidade preparar um arquivinho .sty que todos poderiam importar no projeto para que o trabalho esteja de acordo com o padrão de diagramação da instituição.
o invés de gastar o tempo com formatação no padrão ABNT, preocupar-se com a qualidade do texto da publicação científica.
Se forem verificar os sítios de grandes empresas que lidam com puclicação científica, como a Springer, eles sempre disponibilizam, para cada publicação científica (caítulo de livro, artigo e afins), arquivos de referência bibliográfica, entre eles o formado .bib, que é um formato que é utilizado pelo LaTeX para o gerenciamento das bibliografias (citação no LaTeX, especialmente com o pacote abnTeX2, é diferente de citação em editor WYSIWYG). Já para facilitar um pouco mais a citação. No exterior o LaTeX já é um pouco mais usado no meio acadêmico.

Um outro meio que eu acho interessante é o empresarial. Novamente, a empresa prepara os arquivos de padrão de formatação, e já sabem o resto.

No LaTeX é necessário esforço para quebrar a diagramação, pois cada classe no LaTeX já tem a própria diagramação.

Com a classe Beamer ainda é possível criar apresentações funcionais, simples, mas, novamente, não é necessário se preocupar com detalhinhos acerca de fonte, posicionamento e coisas do tipo, somente com a qualidade do texto.

Editor WYSIWYG me parece mais próprio para atividades com demanda, digamos, mais criativa. Inclusive, para isso talvez não seja interessante, realmente, o LaTeX.

Se o camarada quer uma apresentação mais complexa em termos de efeitos visuais para fazer uma divulgação de produto ou outra coisa que vá precisar de alguma pirotecnia (com transições complexas, texto subindo e descendo), a ferramenta é um Impress, um PowerPoint.
Se o camarada precisa de documentos padronizados, nos mínimos detalhes, e quer, ao mesmo tempo um sistema em que o foco seja totalmente dedicado ao texto, a ferramenta é o LaTeX.

0 Likes

Tópico para dicas/tutoriais no LibreOffice
#8

Envia isso para o tópico das dicas/tutorias no Libreoffice!

1 Like

#9

Falando de Linux:

O que vejo, como um sujeito que já teve contato com o LaTeX, e já elaborou documentos até que de alguma complexidade (na verdade, levaria muito tempo para atingir o mesmo grau de qualidade em qualquer editor WYSIWYG), vejo também, de modo análogo, como usuário de Linux (que já não é tão entendido assim, mas que conseguiu montar um ambiente de trabalho absolutamente satisfatório).

Muitas pessoas não sabem que existem outras ferramentas que fariam a mesma coisa que o Windows faz para elas: ligar o maquinário, e rodar os programas.
Além disso, como o Dionatan repete sempre, o camarada não percebe que o que ele quer é editar texto, acessar sítios na rede, editar imagens, ele acha que quer usar Word, Chrome e Photoshop. Mais ainda, por vezes quer usar um sistema caixa preta (proprietário), pago, com os desbloqueadores espalhados por aí que geralmente são de fonte “duvidosa” (programa hacker exige desabilitação do antivírus), e ainda exigem desabilitação das atualizações.

O Windows, ao invés de padrão do Desktop, deveria estar como sistema padrão para alguns nichos em específico.

É um sistema pago, para iniciar a conversa. Por que o camarada vai pagar um sistema operacional para um computador de uso doméstico básico?
Saindo das casas, empresas. Qual recurso do Windows seria a diferença que faria uma empresa preferí-lo à um Ubuntu, ou mesmo ao sistema da Apple? Aqui supondo, para fins de exame, que tudo é multiplataforma.
Academia. Mesma pergunta.
Governo. Mesma pergunta.

Não há muito para adicionar.

O debate sobre ferramentas é muito mais complicado. Aí entram com mais frequência, e via de regra com mais acerto, ou menos erro, os argumentos sobre funcionalidades e fluxo de trabalho.

2 Likes

#10

kkkkkkkkkkkk eu faço isso no dia a dia mais adorei o salmo lá kkkk parabéns kksksk rindo até o infinito.

2 Likes

#11

kkkk, a legião dos discípulos de Linus Torvalds vai crescer hehe.

1 Like

#12

Aqui em casa meu irmão utiliza o Ubuntu MATE no notebook, porque antes dividíamos o mesmo notebook e eu sempre instalava uma distro linux, como era mais leve que o win8 ele não reclamava (agora tenho o meu notebook e posso usar de boas kkkk).

Sempre que um amigo vem aqui e me pergunta “que windows diferente é esse que tu usa?” eu mostro a distro e explico que é outro SO e tals.

1 Like

#13

Ainda bem @Adriel, porque uma igreja pirateando o licenças da Micro$oft não cai muito bem…
kkkkk

2 Likes

#14

Já sim. Para muita gente. Mas alguns são surdos…

3 Likes

#15

Sim ! Minha namorada. Embora ela ainda fique dependente de programas da adobe. Ela ainda prefere o gnu/linux. Estou aguardando ela migrar completamente.

E um amigo. Mesmo sem querer. De ele ver eu postando fotos no instagram. Ele do nada mando msg “Uma fotografia” Formatando para a Distro #Debian mo doidão. Dei o suporte inicial, links para ajuda-lo.
Agora é com ele.

2 Likes

#16

Com certeza, consegui induzir algumas pessoas do serviço a usarem (depois que viram o meu “windows bonitão” - Mint Cinnamon personalizado), 2 pessoas instalaram em maquina virtual e 3 em duas boot.
Na casa dos meus pais havia um desktop antigo que deixei lá, estava com win10, super pesado, daí corrompeu o sistema; levei para casa e configurei o Mint com a cara do Win10, meu pai está usando a 1 ano e ainda não percebeu que não está usando o Windows haha segundo ele: “- Não sei o que você fez, mas agora o computador está rápido”.

1 Like

#17

Muito bom, e quanto ao não perceber é comum hehe, mãe só sabe que é Linux aqui porque eu disse hehe.

0 Likes

#18

Cara, eu só fiz um comentário de que Linux é muito bom num canal ai, e alguém logo falou que Linux era vírus. Paciência… paciência…

1 Like

#19

Eu já consegui salvar uma alma!! Já posso entrar no céu dos pinguins!

2 Likes

#20

Muito bom, “quem salva uma alma, salva o mundo inteiro” hehe;

0 Likes