Vamos falar sobre Endless OS?

Pesquisando simplesmente por “Linux” no twitter encontrei vários tweets de pessoas dizendo que compraram um notebook bom mas que vinha com Linux e que não viam a hora de poder instalar o Janelas ( :stuck_out_tongue: ), o Linux no caso sempre é o Endless OS.

Eu estava pensando, será que se as grandes empresas de notebooks que vendem eles com Linux, não poderiam colocar, por exemplo, o Linux Mint? Já que é um sistema muito mais amigável pra quem vem do Windows.
E consequentemente, se colocassem o Mint, não fariam com que mais pessoas pudessem realmente dar uma chance ao Linux?

Nunca testei e nem procurei sobre o Endless, mas pelo que vi ele não parece ser amigável, mas não posso dizer nada já que não fiz o dever de casa.

Por quê notebooks Linux vem com o Endless OS?

Se notebooks viessem com o Mint, usando como exemplo novamente, as pessoas dariam uma chance ao mundo Linux?

Endless OS nem de longe deveria vir pré instalado nessas máquinas. É uma remaster muito engessada para as pessoas comuns, pois foi pensado para um determinado público, que nem de longe envolve aqueles que estão adquirindo essas máquinas.

4 Curtidas

Se vc fuçar aqui no fórum ou nos vídeos do @Dio, vai ver que a opinião dele (e de muitos aqui) é que a Mint é um tanto “acomodada”. Diversas empresas, como a System_76, a Manjaro (acho que até a Zorin) fazem contratos para terem seu OS embarcado em laptops. A Canonical, como é líder, nem precisaria tanto, mas faz - Lenovo hj (creio) e a Dell já venderam laps com Ubuntu. O Clement, líder do Mint, parece não fazer muito esforço. O resultado é que o Mint vêm perdendo espaço, mesmo sendo considerado “a” distro de entrada no universo Linux - eu mesmo, e muia gente aqui, começou no Mint.
Eu já dei algumas olhadas no EndlessOS, tenho uma ISO e testei em VM. É um sistema bem fácil de usar, quem vem do Android não teria porque ter dificuldade de uso. Mas não é um sistema leve, puxa recursos das máquinas com força. No site deles tem uma ISO pronta para ser usada sem internet ou com baixíssima velocidade (que seria ruim para downloads) - com cerca de 10 GB! Para uso em escolas em países pobres, onde os governos compram máquinas novas já ultrapassadas, não serve.
Em suma, não vejo tantos problemas no sistema. Não é “win-like”, mas tampouco é difícil de usar. E acho que vale um teste com pendrive pra vc ver, ele é bem arrumado e simples de usar, @stephkeys - só não sei se na sua “carroça” (não se ofenda, o meu lap anterior tbm era uma) ele rodaria…

3 Curtidas

Verdade já vi o Dio falando sobre o marketing do Mint, que é praticamente inexistente, infelizmente.

Nas pesquisas que fiz sobre notebooks com Linux, vi sempre o Endless OS, realmente não lembro de ter encontrado um com Ubuntu.
Mas com certeza seria interessante se os notebooks que essas pessoas compram por ser barato, invés de vir com o Endless viesse com o Ubuntu.

Eu gostaria que as pessoas dessem uma chance ao linux, não me importo com qual distro, mas parece ser algo muito distante de acontecer.
Eu até entendo essas pessoas que compram um note com Linux e mandam instalar o windows, antigamente eu provavelmente faria o mesmo, já que a única coisa que conhecia era o windows, e sair da zona de conforto é difícil.

Não ofendeu não hahahaha, quando eu conseguir um note novo vou querer testar muitas distros em VM, vou tentar olhar com carinho pro Endless.

Criei uma remaster com foco em empresas, ainda não está como eu queria, uma vez que estou tendo que gastar para contratar quem faça os diferenciais que desejo, para então liberar a ISO gratuitamente.

A ideia é de nos próximo mês começar a correr atrás de fazer alguns projetos piloto, para conseguir levantar uns trocados e investir em divulgação.

2 Curtidas

Caso queira saber mais sobre o Endless OS, veja dois vídeos do Diolinux :v: :slight_smile:

1 Curtida

Acredito que o motivo seja porque o pessoal do Endless OS “corre atrás” dos fabricantes, oferecendo suporte total para hardwares de parceiros. Esse esforço cria até o inesperado: um notebook gamer com um sistema tão limitado como Endless OS.

1 Curtida

Endless OS é “vendido” como produto pronto e acabado para o “consumidor final” tal qual OpenSuse por exemplo também é.

Creio que, o maior problema com o Endless OS, nesse quesito de sistema operacional embarcado ja em um notebook/computador de fábrica, seja não ter uma Windows-Like interface, sei que a interface atual é a cara do projeto em sí, mas, creio que pra essa mudança acabaria com boa parte do preconceito, visto que a maioria das pessoas não querem aprender algo novo pra usar algo que eles ja estão acostumados.

Por mais fácil e intuitivo que a interface dele seja, o preconceito reina quando ouvem o termo “Linux”, é triste isso, inclusive.

5 Curtidas

Também nunca experimentei Endless OS, mas até então só via elogios.

Um amigo meu, ex usuário de Mac OS, comprou um notebook com Endless OS, e me disse que estava achando o sistema horrível, então peguei o notebook e dei uma olhada… eu achei ele bem engessado, e sinceramente… também não gostei, tanto o design quanto as animações do GNOME modificado estavam bem a desejar.

Eu sei que existe público pra tudo, mas acredito que, para alguém gostar de Endless OS, provavelmente nunca experimentou alguma outra distribuição e/ou interface.

A proposta é boa, mas falta polimento.

3 Curtidas

Sinceramente eu não instalaria o Endless pra ninguém, ainda mais em máquina com pouca memória Ram.

Sinceramente, acho difícil um alguém tradicional (usuário típico de Windows, sem qualquer conhecimento) sair do Windows 10, pegar o Endless pela primeira vez e gostar dele. Consequentemente, essas empresas que andam vendendo hardware com esse sistema pré-instalado acabam incitando a criação de uma imagem ainda mais negativa para a comunidade GNU/Linux…

Conheço muita gente que experimentou o GNU/Linux pela primeira vez através do Endless, teve uma experiência traumática e voltou correndo para o Windows 10. Não que seja um sistema ruim… Mas tem uma proposta diferente e acho que não traz uma experiência suficientemente amigável para tentar convencer e manter novos usuários que nada entendem de software livre. A melhor chance de segurar esses usuários ocorre ao indicar um Mint ou Ubuntu da vida.

Acho que a maioria das pessoas que compram hardware com o Endless pré-instalado já planejam uma instalação pirata do Janelas. Ou seja, acaba sendo só uma alternativa para evitar pagar a licença do Windows. Não que esse cenário seja muito diferente para outras distribuições pré-instaladas, mas o Endless tem menos chance de segurar o usuário.

2 Curtidas

O problema do Endless não é a questão amigabilidade, o sistema é muito amigável, principalmente pra quem vem do Android/iPad, os problemas são as péssimas escolhas do devs, que vão desde ser full flatpak até escolher um DE pesado. Coisas simples mataram o sistema e transformaram uma possível solução pro problema da inclusão digital num mero sistema corta custo (é por isso que eles vem com Endless OS)

Não, o Linux Mint é feito pra não crescer

3 Curtidas

Nossa, estou impressionado com esse preço, peguei o mesmo notebook mas com i7 e paguei mais barato que isso.

Também fui um dos que trocaram o Endless pelo Windows, no meu caso tem algumas coisas para as quais uso esse notebook que eu simplesmente não conseguiria fazer no Linux e eu não queria manter um dual boot. Mas adoraria chegar um dia em que eu possa usar o Pop OS tranquilo na minha máquina.

Tudo depende do marketing. É só pegar os Chromebooks com o ChromeOS, por exemplo. É um Gentoo, mas as pessoas usam, compram, colocam em escolas e você não vê ninguém atribuindo dificuldade ou usando o termo Linux para atribuir complexidade ao mesmo, pelo contrário, reclamam que é muito fácil.

1 Curtida

O Endless OS não é ruim, acontece que ele esta vindo embarcado em muitos computadores vendidos no Brasil, inclusive a Acer comercializa alguns modelos gamers com o sistema, sendo assim o público alvo destes equipamentos não esta acostumado com linux e muito menos esta motivado a aprender sobre um sistema operacional novo.
É uma questão de público e não pelo sistema ser amigável, pois com paciência você consegue aprender a usar é só conversar com quem saiu de sistema baseados em menu de aplicativos vulgo “iniciar” para um Gnome.

É tudo questão de público alvo, eu prefiro instalar em maquinas antigas o CloudReady do que um xfce, pois a pessoa não vai usar nada mais do que um navegador e um office.
Ps. O CloudReady esta trabalhando com Flatpaks, ainda falta eles criarem uma “lojinha” para facilitar a vida.

Concordo, um bom marketing faz a diferença, entretanto, ao contrário de celulares que são Android ou iOS, nos computadores as coisas são diferentes.

Se alguem for comprar um computador e for alguma distro, o cliente vai perguntar do que se trata e vai acabar surgindo o termo, ou, até mesmo em lojas virtuais, a Acer por exemplo coloca Acer Linux (Endless OS) na seção de notebooks o que faria muitas pessoas nem clicarem, por mais barato que seja um notebook embarcado com uma distro, e, não existe Linux quando é mencionado o sistema operacional na descrição dos notebooks da loja Acer nessa seção.

O exemplo mencionado por ti, o problema aí não é ser um Gentoo e ninguem ligar, é ser um sistema da Google, se a Microsoft ou a Apple passar a usar uma distro própria baseada em Linux e não anunciarem isso, nenhum usuário leigo iria se importar, afinal, os nomes ainda seriam Windows e Mac OS.

Hoje em dia, é fácil achar se um sistema é baseado em Linux, se um usuário vê que um equipamento vem com o Endless OS e vai pesquisar, a primeira coisa que aparece no Google é que ele é baseado em Linux.

Eu cansei de oferecer alternativas pro Windows quando eu trabalhava em uma empresa de TI aqui da minha cidade, por mais lento e pior que ficava, a maioria das pessoas preferiam o Windows, e eu nem mencionava que era Linux quando oferecia o Ubuntu ou o Fedora, as pessoas tem medo de mudanças.

1 Curtida

Testei o Endless OS e achei que seria um sistema ideal para escolas por exemplo, mas de fato ele é bem pesado pra hardware mais modesto.

3 Curtidas

Marketing do Endless não faltou, o que faltou foi ouvir os usuários

2 Curtidas