Temos uma data de lançamento para o KDE Plasma 6.0

O KDE Plasma 6 promete uma série de novidades a uma das mais populares interfaces gráficas do mundo Linux. Por padrão, ele utilizará o Wayland, aplicará as accent colors às barras do cabeçalho dos aplicativos, entregará um alternador de tarefas redesenhado e mais!

Até então, já sabíamos que ele deveria ficar pronto até fevereiro de 2024, mas agora, já temos os dias para cada etapa do lançamento, apesar de que podem ser mudados pelo caminho:

  • 8 de novembro de 2023 — Alpha;
  • 29 de novembro de 2023 — Beta 1;
  • 20 de dezembro de 2023 — Beta 2;
  • 10 de janeiro de 2024 — Release Candidate 1;
  • 31 de janeiro de 2024 — Release Candidate 2;
  • 28 de fevereiro de 2024 – Lançamento final do KDE Plasma 6.0.

Infelizmente essa programação pode impedir que o Kubuntu 24.04 traga a nova edição da interface, sendo provável que venha com o KDE Plasma 5.27 utilizando o X11. O lançamento ao final de fevereiro do KDE Plasma 6.0, torna o prazo muito curto para ser testado adequadamente pelos engenheiros da Canonical antes do lançamento do novo sistema.

12 curtidas

O líder do Kubuntu mandou o seguinte no Reddit:

Como desenvolvedor do Kubuntu, líder efetivo do projeto e membro do conselho, posso citar o que disse a alguém no subreddit principal do Ubuntu perguntando praticamente a mesma coisa.
O Kubuntu 24.04 quase certamente será fornecido com o Plasma 5.27 LTS por questões de estabilidade, já que é uma LTS.
Além disso, muito do trabalho para obter o Frameworks/Plasma baseados em Qt6 ainda nem começou no Debian, que é onde alguns dos trabalhos mais fundamentais (nomeação e aceitação do pacote-fonte). Nós (Kubuntu) geralmente empacotamos versões antes do Debian, mas com essa grande mudança isso é desaconselhável e pode causar problemas técnicos/dores de cabeça.

O líder do Kubuntu também falou que o X11 deverá vir como padrão se o Kubuntu 24.04 utilizar o Plasma 5.27.

Eu acho que aqui não cabe esses “créditos” à Canonical, já que o trabalho de empacotamento e de testes nas flavours do Ubuntu é feito pela comunidade.

6 curtidas

Estava até mais ansioso entretanto o Plasma 6, até onde li, vai ser somente melhorias e nada revolucionário. De um lado é bom, não vai ser um baque como foi do KDE 4 pro Plasma 5, por outro lado, ficará parecendo mais um Plasma 5 xxx.

Não sou fã do painel flutuante, mas essa proposta de design, me agradou. Gostei do Wallpaper também.

2 curtidas

@Tosca16 Se for igual está no vídeo, parece que não mudou nada mesmo, pelo menos visualmente. Eu esperava que tivesse mais novidades que saltassem aos olhos!

O vídeo é uma proposta de redesign, na prática o Plasma 6 não trará nada de muito diferente, será o Plasma 5 com algumas melhorias e nada mais.
Esse é o Plasma 6 atualmente.

Eu diria que as maiores mudanças do Plasma 6 estarão por debaixo do capô, mas acompanhando o blog do Nate Graham e o Twitter e o canal do Youtube do Niccolò Venerandi eu estou vendo bastante coisas legais vindo por aí.

Uma das melhores coisas do Plasma 6 será o novo overview baseado no overview do GNOME.

4 curtidas

O projeto KDE decidiu chamar esse update de “Plasma 6” simplesmente pelo fato de estarem migrando do Qt5 para o Qt6 – ou seja, não devido a um grande incremento de funcionalidades. Embora essa migração traga sim novidades interessantes, à parte das da interface em si, era de se esperar que o visual, principalmente o padrão, não se alterasse.

Não faz nem sentido investirem em um revamp da aparência padrão, sendo que o intuito do Plasma é justamente que você a altere. Ele é construído para ser diferente em cada build.

5 curtidas

Não necessariamente. O Plasma te dá as opções, você altera se quiser.

1 curtida

O antigo slogan falava justamente isso, entregar um padrão “simples” e ser potente quando fosse necessário. “Simple by default, powerful when needed” . Só que para muitos o padrão já é completo demais, se comparado a outras interfaces, e para nós que usamos o KDE é apenas o basicão.

Eu sempre usei o Plasma padrão, mas vi a proposta de design do rapaz acima e decidir mudar, para o notebook o painel centralizado ficou bom, e como tinha gostado do Walpaper, resolvi pegar a ideia. Espero que o Wallpaper dele seja o vencedor do concurso, sinceramente gostei.

4 curtidas

Acompanhando o tópico desde o início, com “sentimentos” conflitantes ou, pelo menos, difíceis de definir com clareza.

Afinal, me acostumei tanto às distros rolling-release – preferência despertada pelo “KDE rolling-release Neon” (sobre base Buntu LTS), a partir de 2016 – que achei difícil explicar qual “medo” eu poderia sentir, diante do assim chamado “KDE 6”.

Além disso, hoje em dia já não enfrento urgências de trabalho – e tenho no MX Linux uma distro “stable” 100% funcional, com todos os aplicativos e ferramentas de que preciso. – Basta reiniciar o computador, carregar o MX Linux, e pronto! Tudo resolvido.

Era diferente, quando passei do KDE 3.5 para o KDE 4 – e depois, para o KDE 5. – Aquilo quebrava as “novas” rotinas de trabalho, que tinham me custado tempo para desenvolver, e me obrigava a parar tudo, para desenvolver outro fluxo de trabalho.

(E enquanto mantive o Windows em dualboot, até 2016, é claro que era muito mais simples voltar para ele – adiando a mudança definitiva durante vários anos).

De repente, desaparece o Konqueror, substituído por um tal de Dolphin, completamente sem recursos.

(Hoje o Dolphin tem mil recursos – e mil plugins etc., que o tornam ainda mais poderoso – mas naquela época isso ainda estava no futuro).

Anos depois da mudança para o KDE5, quase todos os novos recursos que eu pesquisava na internet… ainda eram velhos pacotes do KDE4 – que continuavam nos repositórios Buntus – mas funcionavam cada vez menos.

Em tempos recentes, bastou uma pequena mudança – do KDE 5.25 para 5.26, no último trimestre de 2022 – para inutilizar o widget Weather, que eu vinha usando desde 2016:

Demorei um bom tempo, esperando aparecer alguma dica nos comentários da página dele, no Store-KDE-org. – Burrice minha! – Weather está abandonado. – A solução existia desde o momento em que o problema apareceu: o fork Weather2.

Portanto, nada como, “vivendo e aprendendo”. – Boa parte dos problemas só depende de uma pesquisada rápida… Bom, pelo menos, com o passar do tempo.

Complicado, é enquanto ainda não foram criadas as novas alternativas. – E isso pode abranger um grande número de recursos e ferramentas – quando se migra, digamos, de um Qt5 para um Qt6… “sem grandes mudanças”, aparentemente.

Entre agora no Store-KDE-org, e faça uma busca por “Qt6”… Só encontra 2 widgets.

Ou selecione a Tag “Qt6”… Só encontra 1 widget.

… enquanto uma busca por “Qt4” encontra toneladas de widgets.

É hora de portar seus widgets para o Plasma 6

Nate Chamada para ação 24 de outubro de 2023 1 minuto

Considere isso um aviso formal para os autores de widgets do Plasma 5: você precisará portar seus widgets para APIs mais recentes para torná-los compatíveis com o Plasma 6!

Muitos aspectos da API do widget do Plasma foram alterados e os widgets de terceiros existentes precisam de adaptação para o Plasma 6, caso contrário não funcionarão. Você pode ler nosso guia de portabilidade aqui: Porting Plasmoids to KF6 | Developer

Os widgets compatíveis com o Plasma-6 podem ser carregados em store.kde.org e colocados na nova categoria “Extensões do Plasma 6”, visível em Plasma 6 Extensions - KDE Store . Não há nada lá agora, então presumo que ninguém saiba ainda. Portanto, estou dizendo às pessoas: a hora para os autores de widgets terceirizados começarem a portar seus widgets é agora!

Deixe-me saber nos comentários aqui se você tiver alguma dúvida ou preocupação, e tentarei respondê-la e ajustar a documentação conforme necessário.


No momento, existem 8 comentários – incluindo algumas dúvidas.

5 curtidas

Hoje em dia o que mais me afasta das distros rolling release nem é o medo de bugs, e sim o fato de mudanças radicais, muitas vezes impondo quebras de API/ABI, poderem acontecer a qualquer momento sem que você possa evitá-las. Sendo assim, os usuários de distros LTS com certeza estarão mais seguros no momento do lançamento do Plasma 6.

Os usuários do Kubuntu LTS, mais especificamente, estarão na melhor posição possível, pois eu acredito que o time do Kubuntu disponibilizará um PPA com o Plasma 6 quando este estiver mais estável.

4 curtidas

E para quem viveu esse época, ou ainda quer reviver, parece que o KDE 3.5 continua firme e forte com o fork.

2 curtidas

Meu sonho é ter no KDE um campo de buscas tão abrangente quanto o do Gnome, que além de encontrar qualquer aplicativo, localiza praticamente todos os meus arquivos pessoais, não apenas os recentes. Na rápida busca que fiz por widgets, ou mesmo apps que criem um campo de buscas a la Gnome, não encontrei respostas. Será que existe?

Que maravilha saber disso! Por enquanto, recebo alertas amarelos ou vermelhos apenas pelo celular, tanto os de temporais, quanto os de extrema baixa umidade do ar. Acho o Weather muito útil e digno de vir pré instalado em qualquer distro. Se ele for capaz de emitir alertas, a população da Região Sul do Brasil (pelo menos os que usam Linux com o Weather) agradece :slight_smile:

1 curtida

Plasma não tem como revolucionar nada, ele já é uma constante revolução em evolução constante. :grinning:

Qt é essencialmente o queridinho dos IoTs, logo precisa de mais performance e é o que a indústria pede e com isso os incentivos financeiros nessa linha são muito volumosos e os resultados do Benchmarkings são surpreendentes. É o presente e o futuro.

O Plasma 6 tende a ser muitooooo mais performático, responsivo ao extremo e com medidas de seguranças bem fortes. Visualmente não terá muitas mudanças, considero apenas alguns pontos de refinamento e elegância.

Gosto do Plasma pq ele não muda radicalmente…

2 curtidas

Já tentou ativar o indexador de arquivos do Plasma?

1 curtida

Não atentei para isso. Seria ativar o Baloo, correto?

1 curtida

Deus te ouça, Mauricio!
Penso que essas, sim, são as mudanças que os amantes do KDE esperam. A princípio eu imaginava algum redesenho radical na aparência, mas não faria sentido, já que é personalizável e cada usuário deixa com a cara que quiser.

Pelo menos no Void-glibc, o atual KDE 5.27 já se mostrou quase tão responsivo quanto o LXQt instalado conjuntamente no meu note.

Isso.

Habilitar apenas a pesquisa de arquivos já é o suficiente para mim. A indexação do conteúdo dos arquivos pode ser um pouco voraz no consumo de recursos do computador.

1 curtida

Deu certo, Melk!
“yabba dabba doo!”
Ou melhor, yabba daBaloo!!! :upside_down_face:

3 curtidas

Nos fóruns gringos esse Baloo é tido como o maior responsável pela demora e consumo de memória no Plasma, indicando que desative. Não sei até que ponto é verdade, mas são vários usuários que falam a mesma coisa aqui e lá fora.
https://www.vivaolinux.com.br/dica/Desabilitando-o-indexador-de-arquivos-Baloo-no-KDE-Plasma

1 curtida