Servidor como desktop. Quais os prós e contras?

Tenho notado que de um tempo para cá um número significativo tem adotado a prática de usar servidores como deskops domésticos, às vezes até para jogar. Para quem tem experiência ou conhecimento de caso, quais os benefícios e malefícios caso existam de ter uma máquina para esse uso?

2 Curtidas

Usei o Windows Server por muito tempo em um notebook.
Nunca tive problema de alguma coisa não rodar, mas confesso que não jogo.
Acho muito mais leve que o Windows 10. No Linux, tenho uma VM Windows 2019 para quando preciso usar algum arquivo office que o softmaker não configure corretamente (raro, mas acontece).
Tinha uma VM Windows 10 que consumia 47 GB. Com o server 2019, pouco mais de 24 GB, com basicamente as mesmas coisas instaladas.
Obviamente, não habilitava nenhuma das features de “server”, além do básico necessário.
Mas meu uso é basicamente de escritório. Internet e Suíte Office.

3 Curtidas

Mas, e usar um hardware de servidor como desktop, qual a experiência?

1 Curtida

Aí já acho desperdício :rofl:
O consumo de energia é muito alto. Geralmente são máquinas mais barulhentas.
Os processadores geralmente são da série Xeon (continuam sendo X86), mas não são feitos para grandes performance. Claro que os Silver, Gold e Platinum performam excelentemente, mas o preço não compensa. Um Xeon Bronze performa menos que um i5-9500. Enfim, são feitos para propósitos diferentes.

3 Curtidas

Pois é, tem uma turma usando e justamente com Xeon. Parece que além de terem gabinetes monstruosos (mas interessantes por serem modulares) fazerem muito barulhos e emitirem muito calor. Os usuários dizem que são muito robustos e que tem tecnologias não presentes em desktop, o que acha disso?

1 Curtida

Olha, dependendo do form factor não vale a pena. Por exemplo, servidor de rack é um lixo pra ficar numa mesa, porque eles são largos e compridos pacas, apesar de finos. As vantagens que tem normalmente não valem a pena para um usuário comum, como trocar os discos ligados, fontes redundantes etc. Além disso geram um baita calor e os fans no máximo geram um zunido que beira o insuportável. No trabalho uma vez tivemos uma parada do ar condicionado e o rack chega rapidamente a 60 graus, forçando a gente a desligar tudo feito louco. Além do mais, o boot delas geralmente é bem demorado por conta de bios com monitoramento e console remota, boot das controladoras de disco, etc. Eu tenho servidor parado no trabalho por conta de fonte que são caríssimas de trocar e que não dá pra tentar arrumar pois geralmente são microprocessadas por conta do esquema de redundância. E consomem um bocado de energia.
Vale mais pela curiosidade se você for pegar alguma máquina em leilão de empresa pública. Se ficou curioso tem um site aqui em brasília chamado bsb leilões que eles tem uma pancada de servers de rack indo pro prego.

2 Curtidas

Então para uso doméstico tem mais desvantagens. Só vale a pena se comprar por um preço muito baixo ou ganhar e ainda sim vai depender do uso. Utilizar em um quarto de dormir por exemplo parece ser bem inconveniente. Vou conferir o site.

1 Curtida

@TiagoCardoso, acho que você foi um pouco muito abrangente na sua pergunta kkkk. Tem gente pensando em servidor redundante, servidor dedicado, servidor simples, servidor de rack, de gaveta de torre e por ai vai… Usei um Dell Power Edge T110II por muito tempo como desktop e vou compartilhar um pouco da minha experiência e sobre a minha humilde opnião…

Sobre a pergunta: Servidor como desktop. Quais os prós e contras?
R: Depende…

Primeiramente acredito que devamos estabelecer um nível para que as pessoas não comparem um servidor de datacenter focado em armazenamento com um desktop gamer.

Tendo em vista os valores, não é muito viável pensar em um servidor muito parrudo, pois ao usa-lo como desktop você não vai usar seu real potencial que justifica seu alto valor. Eu penso então que estamos falando de servidores de entrada, geralmente torres sem redundância e sem muitos critérios específicos. Se não for esse o caso, a resposta para mim é simples, não vale a pena investir em servidores parrudos para desktop a não ser que você tenha um excelente motivo para isso, pois com valor investido nele daria pra você montar 1, 2 ou até mais desktops ótimos.

Tendo em mente agora que iremos realizar a comparação pensando em servidores “básicos”, devemos voltar nossa atenção para o tipo do desktop que estamos falando, se é um gamer, um empresarial ou voltado a um ramo específico como o de design ou processamento de vídeos por exemplo.

Geralmente as pessoas pensam logo em PCs gamers e se for esse o caso, acredito que não valha a pena o uso do servidor, pois, o hardware do servidor muitas vezes tem algumas limitações ou uma e outra peculiaridade, tornando a manutenção um tanto mais complicada, as vezes pode ser mais difícil encontrar peças e o valor acaba sendo muitas das vezes mais caro.

Pense que acabou de comprar uma honda titan e que ela fundiu o motor, vc vai na esquina da sua casa e o cara arruma, as peças não precisam ser as melhores e nem as originais, pra tudo quanto é peça tem algumas opções paralelas. Assim é o desktop ao meu ver, você pluga uma peça aqui, liga outra ali, deu pau vc compra uma que o dinheiro deu (e ainda divide em 12X), sua placa mãe tem conexões USB 3.0 e você compra as coisas para ligar USB1.1 e 2.0 e no final as coisas tendem a funcionar, não da melhor forma possível, mas, funciona.

Imagine agora que você comprou sei lá, uma shineray (nada contra a marca, somente usado para um exemplo fictício). Se fundir o motor muito provável que o cara da esquina não vá consertar, você vai precisar de uma mão de obra especializada, as vezes vai precisar pedir peças de outro local onde o fabricante realize o envio, as vezes só vende a vista e você também deverá pagar antes para enviar a peça. Assim o caso tende a parecer com o servidor, geralmente, tudo ali é pensado para obter o melhor desempenho, assim as peças acabam sendo muito específicas e fica difícil de achar (se achar) peças paralelas, as vezes não vai ser qualquer um que vai dar uma manutenção na parte eletrônica e etc. Apesar de não parecer, isso tem suas vantagens no servidor, pois tende a garantir um sistema harmonioso, testado e cuidado para que você possa “confiar” nele, diferente do desktop meia boca montado ali em cima que o cara trouxe a peça do Paraguay enfiada em uma mochila cheia de muamba e que rodou 1500Kms roçando e batendo uma na outra…

Resumindo, ao meu ver, ao comprar um servidor, você acaba pagando essa “qualidade” e “dedicação” a mais e etc. Nada de errado nisso, a Apple também aposta nisso, oferecendo produtos “diferenciados” para quem queira investir um pouco mais. Obs: Não estou generalizando que os Desktops são montados “nas coxas”, estou dizendo que alguns são.

Mas quando vale a pena usar servidores?

Vale a pena usar quando algumas peculiaridades vão facilitar sua vida, como por exemplo um raid, digamos que por algum motivo você precisa de um grande volume de leitura e escrita em disco ou então um espelhamento de HD para redundância. Uso de uma tecnologia mais específica que tem mais integração com servidores. Os processadores para servidores geralmente tem mais cache e você poderia tirar algum proveito disso. Maior qualidade e confiabilidade no equipamento (minha opinião, porém é questionável).

Minha Experiência

Tenho um Servidor Dell Power Edge T110II, com placa dell, processador Xeon E3-1200 V2 e 8gb de memória DDR3 1.600 MHz. Comprei pensando em usar para um pequeno servidor web, porém não foi mais necessário e acabei usando ele como desktop por um tempo com uma GT 210. Não tinha nada o que reclamar até chegar um dia que resolvi dar a ele um upgrade “Gamer”, comprei uma Fonte Corsair e uma GTX 1050Ti na epoca e foi só decepção, quebrei a cabeça para descobrir que a placa mãe limita a alimentação da placa de vídeo em 25w, por sorte consegui devolver a placa de vídeo e a fonte…

Tirando esse problema Gamer kkkk, é um computador excepcional, os componentes são todos de qualidade e bem acabados, o gabinete bem ventilado, o cooler não faz barulho algum (não tem :smile:), a fonte é da dell com eficiência bronze, apesar de eu não usar e nem entender muito bem tem muitas opções de configurações extrar como o @rberlim mencionou. Opção antes do boot, durante o boot, pós boot, boot remoto kkkkk, demora um pouco mas as vezes pode acabar sendo útil em alguns casos.

Edit: Esqueci de mencionar que acredito que o servidor tenda a durar mais que muitos desktops devido a qualidade das peças e dos componentes, dependendo do modelo (como no meu caso) a ventilação surpreende, mesmo não havendo cooler o gabinete estava sempre frio, pois não chegava a estressa-lo com a frequência que seria esperado para um servidor. Também tem a questão da quantidade de memória que esqueci de mencionar, geralmente servidores lidam extremamente bem com muita memória e é comum encontrar mais slots de memória neles…

4 Curtidas

Depende do modelo do servidor, ja vi utilizarem Dell PowerEdge T e HP Proliant ML como desktop e para jogar tbm, vale lembrar quem nem todos tem PCIe vai depender do modelo da placa mãe. Eu nunca utilizei Windows Server para jogar mais meu setup anterior era um Xeon e1240v3 + GA-H97M-D3 (que hj esta com minha irma ) queia um i7 mais o xeon e-1200 que nada mais nada menos são i7 mais estáveis estava mais barato na época.

1 Curtida

Eu gosto de fazer seguinte analogia: “Você pode passear de trator e plantar milho de Ferrari, mas provavelmente seria melhor fazer o contrário”.

Algumas ferramentas são pensadas para determinadas tarefas e fazem mais sentido em um determinado contexto, é claro, isso não inviabiliza a utilização de outra forma.

Assim como uma GPU com saída de vídeo não faz muita diferença num cluster, uma placa mãe com dois CPUs por exemplo para uso desktop pode gerar problemas, já que aplicações desktop comuns não estão completamente “habituadas” ao cenário, assim como outras podem funcionar de boas.

7 Curtidas

Acho que fui muito amplo (genérico) na pergunta mesmo, rsrsrs. Me refiro mais aos servidores mais próximos de um PC mesmo. Fora essas peculiaridades próprias desta categoria de computadores, chegou a enfrentar algum problema com hardware e software? Você utilizava sistema operacional de desktop ou server nele?

@TiagoCardoso, na época acabei pagando um absurdo para adquirir o windows server 2012 (que arrependimento). Além de caro não consegui lidar muito bem com ele, não consegui rodar um servidor web e achei pouca coisa relacionada para ajuda, então logo abandonei ele e pulei pro linux. Depois disso nunca mais coloquei o windows server nele.

Sempre usei derivados do Debian / Ubuntu, então coloquei o ubuntu server nele mas como disse, o projeto furou e acabei usando ele como Desktop por um tempo. Nele eu usei várias distribuições linux dentre as que mais usei foram Ubuntu Mate18.04 e Deepin 15, além do windows 7 em dual boot para jogar alguma coisa leve que a GT210 conseguisse rodar. Em resumo nunca tive problemas por ser um hardware de “servidor”, muito pelo contrário, foi muito mais fácil instalar, usar e implementar as coisas nele do que no meu notebook atual, um dell G3 que apresentou diversos problemas como touchpad não funcionava, audio não funcionava, travamentos e etc…

Acredito que em tudo na vida deva ser analisado para o caso de cada um, não adianta construir uma casa com uma cozinha enorme porque seu(s) amigo(s) tem cozinhas grandes se você opta por comer fora todos os dias e não vai usar a cozinha… Esse espaço da casa poderia ter sido usado por exemplo para uma sala grande, onde você passa o dia todo vendo TV, por exemplo.

Da mesma forma o computador. Se sua prioridade é jogar e o restante das coisas é secundária, invista em um desktop gamer. Se precisa de mobilidade ou se tem pouco espaço, um notebook pode ser uma boa opção. Se vai usar para trabalhar, pense em as vezes pagar um pouco mais pela qualidade dos componentes e em configurar um computador que realmente lhe atenda bem.

Só mais uma coisa, pode parecer repetitivo mas falei o tempo todo de qualidade e para mim, esse é o ponto chave. Geralmente você vai comprar um computador e quer saber sobre processador, memoria e HD, geralmente vem uma descrição tipo assim…

Desktop ToP1M9875 GAMER, processador i5, 8GB de memória e 1TB de HD… 25% Off

Bem genérico. Muitos fabricantes / montadores / modelos vem assim para tentar ludibriar as pessoas. Veja que esse mesmo título pode ter 2 ou mais descrições completamente diferentes, veja esse exemplo fictício:

Exemplo 1

  • Processador i5 3202 com 1mb de cache
  • 8Gb de memória DDR3 1200MHZs (1 slot)
  • HD 1TB 5200RPM
  • Placa mãe 汉字 / 漢字

Exemplo 2

  • Processador i5 9202 com 3mb de cache
  • 8Gb de memória DDR4 2400MHZs (2 Slots)
  • HD 1Tb 7200RPM
  • Placa mãe asus

Embora o título seja o mesmo, para mim são 2 computadores completamente diferentes. Pode parecer brincadeira mas faz nem 1 mês estavam tentando vender um Desktop Gamer para uma prima minha com i5 de terceira geração, DDR3 dizendo que era coisa de primeira linha e atual…

Para finalizar, acredito que o principal antes de “escolher” seu pc seja entender seu perfil, após isso buscar componentes mais adequados e de boa qualidade para seu uso e se for escolher um servidor básico como desktop, tenha em mente que precisará pesquisar bastante para garantir que ele atenda suas necessidades sem nenhuma pegadinha como no meu caso com a limitação de 25w para placa de vídeo, se você for jogar é claro…

1 Curtida

Na verdade essa é uma prática antiga, eu tive a oportunidade a muitos anos (muitos mesmo) de montar uma máquina que usava 4 processadores físicos, na época quando eles tinham apenas um núcleo, mais não achei muito utilidade para ele como Desktop e acabei usando como servidor de e-mail.

1 Curtida

Talvez essas máquinas sejam boas opções para essa turma da mineração de criptomoedas não?!

Hoje em dia eu acredito que seria possível usar um linux desktop em um servidor com vários processadores, então seria legal ter um.

Melhor resposta. :joy:

1 Curtida

Tem umas máquinas específicas para pessoal que quer investir em mineração… Esses tempos atrás vi um video falando sobre. Procurei aqui e não achei mas vai um link com uma placa que seria um modelo parecido…

Geralmente o pessoal que quer minerar como negócio não vai usar o pc pra jogar, quer ligar o máximo de GPU e fazer dinheiro, tem grandes empresas focadas nisso, na reportagem que eu vi, mostra um cara que saiu aqui do Brasil e foi para o Uruguai ou Paraguai para minerar criptomoedas tendo em vista que lá era muito mais barata a energia elétrica. Era um baita galpão cheio de placas tipo essa ai em cima com um punhado de GPU ligada, tudo aberto para refrigerar bem.

Edit: Não foi o vídeo que eu vi, mas so para você ter uma noção… No youtube tem muita coisa a respeito também.

2 Curtidas

Eu uso Processador de servidor. Para ser mais preciso um Xeon x3440.
Minha Placa mãe apesar de ser de desktop suporta ele por se tratar do mesmo socket.
E digo que o desempenho é muito semelhante, se não melhor que o i7… Claro que de primeira geração, que é o socket da minha máquina.
Antes eu possuia o i5 650 nela. após colocar o xeon o Pc virou outro, de verdade.

Considero que usar estes processadores de servidor, dependendo da causa, são excelentes alternativas para se gastar menos. afinal, comprei o meu no aliexpress e me custou dois alomoços kkk 56,00 pilas…

Minha máquina não é top de linha, mas rodo tudo que preciso, inclusime meus jogos heheh

image

1 Curtida

E o consumo de energia é o mesmo que um i7?

1 Curtida