Repositórios de terceiros irá habilitar Flathub sem filtros no Fedora 37

Segundo informações em uma lista de discussão, o grupo de trabalho do Workstation aprovou a mudança/proposta para tirar o filtro do Flathub, caso os usuários ativem a opção no setup inicial ou via GNOME Software.

Isso significa que SE o usuário habilitar os repositórios de terceiros irão ter a disposição mais de 1600 app’s via Flathub na sua loja de app’s sem muito esforço!

Ao que parece apenas 1 membro não foi a favor da mudança.

Um mantenedor do Fedora e de pacotes do RPMFusion questionou sobre não permitirem fazerem o mesmo com RPMFusion e Mattew Miller (líder do projeto Fedora) respondeu o seguinte:

“Flathub é um repositório de terceiros que fornece software para vários
As distribuições do Linux. Ele não molda o software que carrega em torno do que o Fedora não o faz. Ele existe fundamentalmente para resolver um problema de distribuição de aplicativos no Linux, para a qual nossas políticas em torno do licenciamento, liberdade de software, e
etc., são incidentais. Isso faz com que seja um caso diferente.”

Benefícios desta mudança:
Mais softwares estarão facilmente disponíveis para os usuários do Fedora.
Além disso, o Flathub filtrado não tem sido popular entre os usuários. Os usuários ficaram confusos e descontentes porque nosso controle remoto Flathub contém apenas um pequeno subconjunto do Flathub, em vez do Flathub completo. A eliminação do filtro resolverá essa crítica.

https://fedoraproject.org/wiki/Changes/UnfilteredFlathub

Update da discussão:

"O FESCo rejeitou nossa proposta de mudança com um voto de (+0, 4, -4), o que significa que nenhum membro do FESCo apoiou a mudança. Eu acho que provavelmente teria sido aprovado se tivéssemos preferido os RPMs do Fedora ao Flathub em vez do vice-versa, e fomos encorajados a enviar a proposta novamente com isso alterado. Isso exigiria mudanças no software GNOME.

Talvez seja hora de considerar seriamente não exibir mais aplicativos baseados em RPM no software GNOME, a menos que já estejam instalados, mas para isso teríamos que primeiro descobrir o #125.

Nota histórica: acredito que seja a primeira vez que o FESCo bloqueou uma alteração aprovada pelo Workstation WG.

Vamos nos concentrar no período de tempo do GNOME 44 (Fedora 38), não no GNOME 43. Não há tempo suficiente para o Milan desenvolver uma mudança tão grande no mês restante antes do congelamento do código."

10 curtidas

Essa é uma vitória hein! :slight_smile:

Vai deixar o Fedora ainda mais fácil :vulcan_salute:

5 curtidas