Quero migrar para o Linux totalmente, porém tenho muitas dúvidas

Olá,

Sempre utilizei o Windows (de preferência o 7), no entanto comecei a ter muitos problemas durante o estudo de Desenvolvedor.

Já utilizei o Linux Mint durante a faculdade qd eu usava a IDE NetBeans com a linguagem JAVA, a diferença de performace era enorme (Ruindows chegando a consumir 1,5GB ram com NetBeans aberto e rodando algo simples, enquanto no Linux nem chegava a 800 MB ram).

Mas depois que parei de usar o NetBeans, tentei continuar a utilizar o Linux só que algo que me incomodava muito é ter que ficar reiniciando toda vez para jogar algum jogo com meu irmão ou então apenas para relaxar por uns 30 min e depois voltar a estudar. Por conta disso acabei desistindo do amigo Pinguim.

Para fazer a migração total, eu necessariamente preciso conseguir fazer executar no Linux alguns programas/jogos pelo Wine/PlayOnLinux e Lutris (Este é novidade para mim).

Primeiro de todos é o “Adobe Animate CC 2019”. Este é essencial para mim, pois eu o utilizo desde a criação, como a animação dos Sprites de jogos que estou desenvolvendo no Godot. Sei que tem o Synfig Studio mas não conseguir utiliza-lo por ele ser mais focado em animar, enquanto o Animate CC dá a possibilidade maior de criação dentro da própria ferramenta.

Segundo, eu sempre gosto de testar um jogo (jogos simples e leve) antes de comprar em promoção, então eu acabo baixando o jogo “pirata” em um site que já conheço muito tempo, no qual o mesmo já vem “crackeado” sem a necessidade de ficar “Movendo arquivo, Substituindo aquele arquivo”, é só clicar duas vezes no .exe e ele vai instalar ou então já abre o jogo de uma vez. Mas algumas vezes só da para comprar 1 ou 2 jogos destes e esperar pela próxima promoção.
Então a partir disso os que eu não consegui comprar continuo jogando pela versão “pirata”, e o problema é… Vou poder continuar dessa forma utilizando o Wine?

Terceiro: Utilizar o Wine diminui a performace dos jogos?

E por fim… como programador terei algum problema com repositórios dependendo da versão ou distro que eu estiver utilizando ao usar o “NPM ou Yarn”. ?

E qual distro vocês recomendam para meu notebook guerreiro de 12 anos(desde 2008 que eu apenas o utilizo para TUDO e até hoje só troquei o HD dele e nada mais xD). Que nem sequer existe mais drives atualizados para ele e eu tenho que utilizar maioria Genéricos que funcionam muito bem. kkk

image

Opa! Vejo que você não tem muita experiência com Linux e tals.
Primeiramente, um Wine bem configurado roda qualquer jogo sem anti-hack que detecta as DLL’s do mesmo. Por isso, ele roda coisas “crackeadas” do jeito que você falou sem nenhum problema. A Steam possui a Steam Play/Proton, que roda jogos comprados na Steam diretamente no Linux, como se estivesse no Windows.
Como você é iniciante, recomendo alguma distro como Linux Mint ou Ubuntu.
O ■■■■ desses é ter que ficar adicionando repositórios para programas que não estejam no Launchpad, no Universe nem no Multiverse. O mesmo vale para o Debian.
O Fedora é muito bom caso queira um GNOME, mas também tem a questão de ter que adicionar o Flathub e o RPMFusion NF (repositórios).
Gosto muito do Arch, mas sua instalação não é lá das mais fáceis. Para isso existe o Arch Linux Zen Installer, um instalador gráfico. Mas é em inglês e tu tem que saber o que tá clicando também.
O Arch tem um repositório chamado AUR, mantido pela comunidade, que tem muitos e muitos programas. Fora isso tem os repositórios Spooky, Flathub, Comunnity e Extra com mais e mais programas.
Tou aqui rodando o Arch com GNOME numa máquina igual a tua, mas com 2GB de RAM a menos sem maiores problemas. Se quiser se aventurar um pouco, não ter que ficar adicionando repositórios e ter todos os pacotes mais recentes, te recomendo fortemente o Arch.

Um amigo mandou perguntar que site é esse que tu baixa os jogos.

deve ser algum site de repacks, tipo o fitgirl

Olá @Josar

Não sei se é contra as regras passar sites por aqui. Então por favor me envie uma pm que eu passo para ti.

Olá @ZSxAghbii

No caso, os repositórios no qual me referi são os de frameworks para programação que o NPM e Yarn são gerenciadores de pacotes para os frameworks. Pq no Windows 7 no qual eu utilizo recebi vários erros em relação a isso, causando problemas por conta da versão do meu SO e com isso baixava os pacotes dos frameworks com versões anteriores pq as versões recentes para este SO estão disponíveis apenas para Windows 8 e Windows 10.

Considerando que você provavelmente tem todo um costume em torno dessa ferramenta e muitos arquivos já feitos, acho que esse provavelmente vai ser o maior muro para cruzar caso queira ir para Linux. A Adobe Suite CC 100% atualizada é bem problemática de rodar devido às constantes atualizações. E quando o pessoal do Wine finalmente tem progresso o suficiente para rodá-las de modo liso, a Adobe manda outra atualização que volta tudo à estaca zero.
Só vejo uma migração bem sucedida caso consiga se fixar numa versão mais antiga do Animate (como o Flash CS6, que roda bastando instalar e abrir pelos relatos que eu vejo).

Qualquer uma, pra falar a verdade. O driver i915 do Linux para essas placas até hoje é atualizado e é incluído em quase todas as distros de hoje.

Não. O NPM e o Yarn até fixam uma versão mínima do núcleo do Linux para rodar, mas ela costuma ser bastante antiga (atualmente é a 3.10, de 2013), praticamente anulando esse problema se você tiver uma distro atualizada.

Me abstenho em relação aos seus contratos com o seu Jecques Isperov.

1 Curtida

sim é contra as regras postar links para softwares pirateados

Considerando que você provavelmente tem todo um costume em torno dessa ferramenta e muitos arquivos já feitos, acho que esse provavelmente vai ser o maior muro para cruzar caso queira ir para Linux. A Adobe Suite CC 100% atualizada é bem problemática de rodar devido às constantes atualizações. E quando o pessoal do Wine finalmente tem progresso o suficiente para rodá-las de modo liso, a Adobe manda outra atualização que volta tudo à estaca zero.
Só vejo uma migração bem sucedida caso consiga se fixar numa versão mais antiga do Animate (como o Flash CS6, que roda bastando instalar e abrir pelos relatos que eu vejo).

A versão que eu utilizo é de 19.0 (326). Se não me engano existe atualizações para ela e também já a versão 2020, mas nem me preocupo em atualizar, já que nesta eu consigo fazer tudo que necessito sem ter problemas.

Então se eu conseguir fazer funcionar no Wine qualquer build da versão 19.0 já é o maior passo. xD o ruim é fazer a migração e ver que não irá funcionar kkk

Qualquer uma, pra falar a verdade. O driver i915 do Linux para essas placas até hoje é atualizado e é incluído em quase todas as distros de hoje.

É que existe Distros mais leves do que outras, uma é melhor para tal do que outra, além das versões XFCE, Mate, etc… Eu pensei em ir de Mint mas Cinnamon ou MATE? também já ouvi falar bem sobre o Arch assim como o amigo lá em cima citou sobre o mesmo, que ele consegue ser pareado com Mint e Ubuntu só que mais leve. No entanto como sou leigo no assunto, não sei qual seria o melhor para minha situação.

Se for de Mint, vá de Mate ou XFCE. Cinnamon não é exatamente leve…

1 Curtida

Acho que a melhor solução seria usar um dualboot e tentar aprender o máximo que você puder sobre o linux, é complicado para qualquer pessoa que está iniciando fazer uma transição completa. Recomendo que você dê uma olhada no site AlternativeTo para as ferramentas que você precisa, caso você realmente não tenha outra opção acho que estudar mais sobre como utilizar o WINE e praticar seria o mais adequado caso realmente queira sair do windows. Enfim eu faço das palavras do Dio as minhas “o melhor sistema operacional é aquele que atende as suas necessidades”. Qualquer coisa estamos aqui para fazer o que podemos

1 Curtida

Acho que a melhor solução seria usar um dualboot e tentar aprender o máximo que você puder sobre o linux, é complicado para qualquer pessoa que está iniciando fazer uma transição completa. Recomendo que você dê uma olhada no site AlternativeTo para as ferramentas que você precisa, caso você realmente não tenha outra opção acho que estudar mais sobre como utilizar o WINE e praticar seria o mais adequado caso realmente queira sair do windows. Enfim eu faço das palavras do Dio as minhas “o melhor sistema operacional é aquele que atende as suas necessidades”. Qualquer coisa estamos aqui para fazer o que podemos

Sim, vou ter que fazer isso mesmo. Pensei em começar pelo Arch Linux pq dei uma pesquisada e ele é bem leve por conta do “faça você mesmo”, mas como necessariamente preciso trocar de SO logo, vou ter que utilizar o Zen Installer ao invés de fazer tudo na “unha” lendo a documentação e vendo videos. Caso eu goste e consiga instalar a ferramenta necessária pelo Wine acho que vou ficar nele.

Tive problemas ao instalar o Wine no Arch. Consegui com sucesso fazendo isso:

  • Instalar o Wine, Gecko e Mono (dependências)
    $ sudo pacman -Sy wine wine-gecko wine-mono

  • Configurar o WineHQ
    $ winecfg

  • Caso vá usar um ambiente escrito em Qt (Plasma, LXQt, etc)
    yay -Sy q4wine

OBS: Esse comando usa o repositório AUR, ou seja, você precisa habilitá-lo na instalação (o Zen permite isso). Quando você rodar o comando, ele vai abrir os termos de serviço do programa num editor de texto chamado VIM. Então, para sair do VIM e proceder a instalação, digite um :q e dê enter (tem que colocar os dois pontos). Então, ele vai te perguntar se você quer proceder. Tecle Y caso esteja em inglês ou S caso em português. Pacote não necessário para ambientes escritos em GTK.

É… eu até ia instalar hoje mesmo pelo Virtual Box mas… aparece este erro que já procurei em todo canto da internet e não tem sequer algo relacionado.

O arch pode ser meio complicado para um iniciante. Como você tem certa urgência você pode usar um Mint ou um Ubuntu. Como você precisa de algo leve poderia usar o Xubuntu ou o Lubunto mas no final distribuição vai de preferência. O que realmente quero ressaltar é em relação ao npm. Posso estar falando besteira porque comecei a estudar javascript só recentemente mas o objetivo final de programação web é rodar num servidor Linux, então é muito provável que se você escolher uma distribuição atualizada não tenha problemas em relação ao npm. Se vc usar base debian vc pode instalar o npm facilmente com um sudo apt-get install npm. Para usar o npm vc usa igual ao windows a única diferença é que se você for instalar global você tem que rodar com sudo ou como root.