Qual é o melhor gerenciador de pacotes Linux?

Só uma enquete a título de curiosidade…

  • Qual seria aquele que é apontado como o melhor gerenciador de pacotes no universo Linux? Qual vocês mais gostam e por que?

Bem, creio que dado o tamanho da distro o mais comum seja o apt, eu não gosto dele, acho a sintaxe meio antiquada, pouco intuitiva e acho o apt uma bagunça. Já o pacman do Arch Linux, acho um espetáculo. Bonito, didático pra caramba, extremamente organizado (fácil de identificar qualquer processo).
Soube que o gerenciador do Gentoo seria o mais “poderoso” ainda que eu não saiba exatamente o que isso quer dizer, o Porteus(?!).
Desconheço o YUM… o ZYpp… o DNF… etc.

1 Curtida

Não sei bem o critério para definir, mas, minha experiência pessoal:

APT = funcional, visualmente agradável, coeso, rápido
DNF = lerdo, visualmente agradável, coeso, funcional
Zypper = funcional, rápido, termos abreviados na sintaxe
Pacman = funcional, visualmente agradável, coeso e bem rápido.

Dos quatro, ficom com o pacman.

Quanto a disponibilidade de pacote, isso depende da distro. No pop eu instalo Discord com Apt, mas no Ubuntu eu sou obrigado a usar o flatpak/snap.

5 Curtidas

Eu não sei qual é o melhor, mas dos que eu já usei, o que eu acho mais rápido sem dúvida é o Pacman. O DNF do Fedora eu achei um pouco lento.

3 Curtidas

O mais seguro é o rpm ostree
Já o mais seguro convencional seja o dnf do fedora

2 Curtidas

Posso dizer que é o mais rápido a baixar atualizações
Só que a curva de aprendizado é diferente

1 Curtida

Na hora do “pega pra capar” com dependências, o zypper dá um show. Tenho cerca de quarenta repositórios aqui no desktop e, há poucos dias, atualizei do Leap 15.1 para o 15.2. Desativei os repositórios extras, atualizei e depois habilitei os outros repositórios e fui trocando os fornecedores de vários pacotes para ganhar pacotes multimídia, ter meu QGIS funcionando bem etc. Outra vantagem é o uso do formato RPM, muito mais palatável para empacotar coisas.

2 Curtidas

O @Secret.Fox tirou as palavras da minha boca quanto definição dos gerênciadores de pacote. Quanto a meu favorito, é o Zypper. O motivo é por carinho ao openSUSE, e por ser rápido e com uma sintaxe que me agrada. Em segundo lugar eu deixo o pacman, o bicho tem uma sintaxe bem bacana e é muito rápido

1 Curtida

O DNF é um pouco lento, mas ajustando umas configurações, ele fica rapidinho. Ainda assim, não acho a diferença tão grande.
Porém, eu acho o DNF mais organizado, vejam:

APT

image

PACMAN

image

ZYPPER

EMERGE

EOPKG

6 Curtidas

O mais seguro, sintaxe bacana, pacotes disponíveis independente de distro, didático, organizado e poderoso… é o Nixpkgs, a nível técnico é de longe (e bota longe nisso) o melhor gerenciador de pacotes pra linux, mas o nixpkgs é tão fora da curva que não dá pra colocar em comparação com os outros


Dentre os normais, é o APT, se usado corretamente (updade e passar a flag -s pra simular uma instalação antes de instalar) ele vai ser o mais rápido e intuitivo de todos

3 Curtidas

Caramba… :open_mouth:

Eu queria usar o formato do Pacman no Ubuntu, ou seja, algo tipo: Um APT com cara de Pacman. Mas isso sequer faz sentido…

Bom, você pode usar o próprio pacman do arch no Ubuntu e derivados:

2 Curtidas

Rapa… isso é funcional!!! digo isso porque no VivaoLinux comentei isso e todo mundo caiu em cima pra dizer que se é assim, que eu usasse o Manjaro etc.
Acho que isso é mais próximo de servir pra quebrar o sistema… :sweat_smile:
Mas que é interessante, é…

Ok, pela minha experiência…

O DNF pode demorar para realizar algumas operações porque ele atualiza os metadados automaticamente. Acredito que para o usuário final que não deseja lidar com gerenciamento de sistema, o DNF é o mais completo, o mais fail-proof com o qual já lidei.

Com gerenciadores de pacotes como o pacman e apt, sempre tive que dar maior atenção na hora da utilização. Já usei o XBPS também, mas a sintaxe do mesmo sempre me incomodou, mesmo sendo um gerenciador bem interessante. Entre esses mais manuais, o meu preferido é o pacman, sem contar que, pelo que percebo, é o mais rápido em suas operações.

O Zypper também me agrada, principalmente sua disposição visual, porém o comportamento padrão de questionar você sobre como lidar com dependências é irritante em um nível que me faz ter desgosto de usar. Sempre desativo esse comportamento, mas fora isso, gosto bastante.

Nunca usei o Emerge e o EOPKG.

Ademais, sobre AUR helpers, o meu preferido é o Trizen.

2 Curtidas

De fato. O lado RPM da força possui certa superioridade nesse quesito, seja com DNF ou ZYPPER. Nunca gostei de usar o APT em terminal por causa de sua apresentação, sempre optei por usar o Synaptic. Fora os gerenciadores de RPM, acho tranquila a disposição do pacman.

2 Curtidas

Se você olhar o código dele, verá que o que ele faz é apenas um placebo.

Quando você executa pacman -Syu, ele na verdade rodará apt update && upgrade por baixo.

Acho que depende muito de que elementos você levaria em consideração no seu julgamento.

Eu acho que “tanto faz”, realmente como bem comentou o @Secret.Fox tem algumas coisas que você pode julgar, como organização visual das respostas dos comandos, ou a forma com que os comandos são dados.

Eu acho o pacman por exemplo bem pouco inteligível à primeira vista, um comando como:

pacman -Syu

Que atualiza a base de dados e atualiza o sistema é bem rápido, agora olhando assim, o que será que que quer dizer “-Syu”?
No apt o comando é bem mais longo:

apt update && apt upgrade

Mas basta olhar para entender que alguma coisa com atualização ele está fazendo, sem precisar se aprofundar na documentação necessariamente.

apt install

dnf install

Acho essa uma forma “melhor” (Não queria usar essa palavra exatamente) para se criar uma ferramenta, acho UX existe até em ferramentas sem interface. :laughing:

No caso do “Syu” em particular eu associei com “SYstem Upgrade” para lembrar, mas como existem outros comando que envolvem só o "-S’ etc, não sei se foi essa a intenção.

Não bastasse isso, em qualquer gerenciador de arquivos você pode criar Aliases, por exemplo, eu já fiz esse comando “apt update && apt upgrade” ser executado quando eu rodava o comando “up” no terminal.

sudo up

E rodava o comando, então acaba sendo tão simples quanto você quiser. E eu sempre achei o apt performático o suficiente.

No fim, acho que gerenciadores são como qualquer ferramenta, eles devem te ajudar a instalar e remover pacotes, se fizerem isso (independente da forma) de um jeito que você se agrade o suficiente, então está feito. Se não, debater o melhor, é tipo debater qual martelo é melhor baseado somente na cor do cabo. :smile:

Abraços!

8 Curtidas

Acredito que o melhor e mais seguro gerenciador de pacotes é o que já vem por padrão na distro, eles não são defaults por acaso.

2 Curtidas

Espera aí… Quer dizer que podemos modificar o que aparece no texto do Gerenciador de Pacotes? é isso?! Porque se for… é algo bem interessante (nunca cogitei algo assim…)

1 Curtida

Agora a pergunta que não quer calar. Qual deles tem modo shell? :slight_smile: