Programas simples como Paint são muito importantes, não os despreze

Me focarei nos *Paints (Paint da Microsoft, KolourPaint e Gnome Paint), mas a lógica vale pra qualquer outro tipo de programa, mesmo os que não tem nada a ver com edição de imagens.

Estou trabalhando num projeto – em um documento de texto .odt – onde estou colando muitas imagens. Neste trabalho o *Paint está sendo uma ferramenta fantástica – uso o KolourPaint pra ser mais preciso –, pois ele tem tudo o que necessito, me permite recortar retangularmente minhas imagens, a desenhar setas nelas para indicar alguma coisa e consome pouca memória.

Por que estou criando este tópico?

Porque quando vejo os recém-chegados ao mundo Linux procurando por um programa de Paint pro Linux, o pessoal indica programas como GIMP, Pinta ou myPaint. Admito que geralmente acabam citando também o KolourPaint (e por algum motivo sempre esquecem o Gnome Paint, tanto que passei muito tempo achando que o Gnome não tinha essa ferramenta…), mas não como a melhor opção.

Caras, a maioria das pessoas – como estudantes de graduação que só querem por uma imagem ilustrativa no seu TCC – não está nem aí pra camadas ou brushes, por que dar um canhão para matar uma barata? Programas mais complexos só tomam mais memória e criam mais confusão por conterem mais opções.

É óbvio que em situações onde é necessário fazer uma edição de imagem um pouco mais profissional ou fazer um desenho digital, aí sim uso um editor de imagens mais completo como GIMP ou Krita é imprescindível. Por exemplo, se eu preciso fazer um recorte mais complexo, aí eu uso o GIMP com suas ferramentas de “Seleção Contígua”, “Seleção por Cor” ou “Seleção Livre”, mas em 99% dos casos a “Seleção Retangular” do *Paint estará de bom tamanho.

10 Curtidas

É porque não tem, o Gnome Paint foi descontinuado com a mudança do GTK 2 pro 3

1 Curtida

Putz, embora eu prefira 1000x o KolourPaint ao Gnome Panit, eu gostaria que o Gnome Paint ainda fosse mantido. Isso é triste. Eu já não curtia o GNOME, agora esse ambiente gráfico caiu ainda mais no meu conceito.

1 Curtida

Para ser sincero, o Paint é a ferramenta que mais uso para esse fim e sempre me surpreendo com as possibilidades, mesmo com tamanha simplicidade. Mesmo tendo licença para Photoshop, raramente o uso.

O interessante é que ainda consta no repositório do Ubuntu 19:

2 Curtidas

Sim, enquanto as distribuições carregarem as libs gtk 2 ele vai ser instalável, mas quando o gtk 4 sair provavelmente só se alguém fizer um AppImage dele (eu acho que ele não suporta rodar via flatpak, posso estar enganado sobre isso)

Não sei se ajuda pois não utlizo este tipo de programa a maioria das coisas que envolvem imagem faço no Inkscape, mas existe um programa chamado “Drawing” é só instalar tem na maioria das distros (Que se preza e mantem pacotes novos) além de flatpak e snap, para quem gosta de programas com o HIG do GNOME fica aí o link, tem outras opções de configuração da interface, o programa por ser novo pode ser que não tenha todas funções, mas quanto mais usarem e reportarem bugs ele vai ser melhorado.
gnome-paint é defunto.

3 Curtidas

Para as imagens utilizadas em meu tópicos eu utilizo o MyPaint em conjunto com o GIMP (para retirar a “borda branca” que o MyPaint deixa).

1 Curtida

Eu caí aqui muito sem querer, mas era exatamente o que eu estava precisando e nem sabia que ia precisar hahah
Obrigada!!

2 Curtidas

Tem também o Photoflare
https://photoflare.io/

Ele tem mais recursos que o Paint, mas ainda assim é um programa para usuários iniciantes na pintura / edição de imagens.

1 Curtida

Se a ideia for apenas fazer um recorte na tela e marcar com uma ou mais setas, destacar texto etc, eu ainda acho que a opção mais fácil e rápida é o Flameshot. O resultado fica mais uniforme também e dispensa ficar jogando a imagem de um programa para outro.

De qualquer maneira, acho que consigo sugerir mais algumas alternativas.

Para máquinas com poucos recursos, há a opção do XPaint:

Só pelo uso do toolkit X Athena Widgets com efeito pseudo-3D, acho que já dá pra perceber que o programa é jurássico. E, sim, os botões no canto inferior esquerdo do diálogo da ajuda estão visualmente quebrados, apesar de funcionarem. Ele não suporta área de transferência externa, então nem adianta querer, sei lá, copiar uma imagem de uma página no SeaMonkey e colar nele. Não vai rolar.

Outra opção leve, que apesar de não ser jurássica, preserva alguns dos mesmos problemas do XPaint é o mtPaint. Falta área de transferência externa e os diálogos de abrir/salvar utilizam o padrão do GTK 1, que por sua vez é baseado nos paradigmas do toolkit Motif.

Vale ainda lembrar que algumas opções simples de edição também são possíveis usando programas como o XnView MP, como já respondi em outro tópico:

O display ou gm display também possuem algumas ferramentas de edição. Mas não é bem pintura. A interface é meio arcana para os padrões de hoje.

Apesar de não possuir o Plasma no momento, eu acho que o KolourPaint (já citado por outros colegas) é a melhor opção. Segue sendo a melhor opção de programa simples de pintura desde o primeiro release do KDE, tanto que o tenho instalado aqui no openSUSE Leap.

1 Curtida

Às vezes nada é melhor que a simplicidade.

3 Curtidas

Exatamente o meu uso, vou ver os aplicativos que recomendou.

1 Curtida

Flameshot, então. As outras opções não são exatamente recomendadas pra esse uso em específico, hahaha.

1 Curtida

Certo, vou pesquisar sobre o Flameshot.
Fica muito complicado gerenciar os tópicos utilizando o MyPaint e o GIMP, tenho que manter os dois programas abertos no PC, ficar pulando de um para o outro é bem chato, esse foi um dos motivos de eu parar com os tópicos.

1 Curtida

Prezados, boa tarde!

Gostaria de uma sugestão de aplicativo simples de desenho, algo um pouco melhor que o Paint, para fazer ilustrações em artigos que pretendo escrever.

Em geral, minha demanda será por fazer diagramas de blocos.
Então quero algo simples, e rápido, mas que tenha algum impacto estético também.
Pensei em Krita ou Inkscape, mas ambos são “mais do que preciso” para uma edição rápida.
Destes que vocês mencionam no tópico, para esta finalidade, qual sugeririam ou já usam?

2 Curtidas

O que vc quer depende de duas coisas: se as artes serão impressas (e o tamanho da impressão) e qual é o nível de complexidade que vc quer nos seus desenhos. Krita, Gimp e *paint’s da vida são para desenhos Bitmap e não suportam perfis de cor CMYK (sendo pouco indicados para impressão, em especial para tamanhos maiores). Inkscape, Karbon, Viva Designer e assemelhados suportam (em casos especiais) perfis CMYK (servindo bem para impressão) e são vetoriais, permitindo criar artes em qualquer tamanho.

Ou seja, não há solução simples. Depende muito do que você desenha e que uso será dados a essas ilustrações…

2 Curtidas

Tem o Pinta, que não é tão avançado mas também não é pobre em recursos.
https://www.pinta-project.com/

Lembrando que o sK1 é um software de desenho vetorial e ilustrações que também suporta CMYK, sendo um pouco mais simples que o Inkscape.

2 Curtidas

Pois é, tem este monte de detalhe que não conheço e preciso aprender um pouco.
Não será para impressão, apenas para exibição web.

Minha ideia é incluir ilustrações nos artigos tipo isto aqui:

Isto dá e sobra para o que preciso. Em geral serão diagramas mesmo. Mas queria algum impacto de também não ser só um quadradinho tosco e que não seja atrativo.

2 Curtidas

A parada aqui é achar os “ícones” que vc precisa em PNG fundo transparente - aí um app de fazer mapas conceituais, como o draw.io, poderia funcionar bem, já que é conectar as figuras com setas, caixas e conectores

Olha o bicho aí: draw.io – AppImageHub

3 Curtidas

Eu não desprezo nada que pode ser útil ou importante.

2 Curtidas