OBS Studio teve duas points releases com algumas otimizações e correções

Não fazem nem 15 dias que anunciamos o lançamento do OBS Studio 26.0 com várias melhorias no software, entre elas o filtro de redução de ruídos RNNoise. Mas parece que tinha mais coisas para serem feitas :sweat_smile:.

Nesse meio tempo, foram lançadas duas points releases ( que são updates intermediários para correções de bugs, otimização e afins), que foram a versões 26.0.1 e a 26.0.2, que trouxeram as seguintes correções (fixes) respectivamente:

  • Melhor desempenho da IU, reduzindo o uso da CPU da interface do usuário (acontece que isso foi devido aos medidores de áudio sendo redesenhados) [Jim]

  • Adicionado Ctrl-Q como um atalho de saída no Linux [Programática]

  • Corrigido um problema em que certos cursores não eram exibidos corretamente na captura de janela / exibição (principalmente cursores runescape) [windwakr]

  • Corrigido um problema em que os leitores de tela não pronunciavam os nomes dos controles conforme você percorria a base de controle [Scrxtchy]

  • Corrigido um problema em que a captura de janela do macOS parava de capturar determinados programas [Jim]

  • Corrigido um problema ao usar o protocolo srt, em que ele não se reconectava corretamente ao ser desconectado [eric]

  • Corrigido um problema em que a captura de janela não funcionava para determinados programas em alguns laptops [jpark37]

  • Corrigido um problema em que os jogos travavam se você usasse a captura de jogos com jogos da API Vulkan ao usar alguns outros programas de interceptação (como rivatuner / action) [jpark37]

  • Corrigido um problema em que os projetores eram removidos acidentalmente em certas circunstâncias [Jim]

  • Corrigido coreaudio encoder não disponível nas versões mais recentes do itunes [pkv]

  • Corrigido o codificador coreaudio que não funcionava corretamente após 26.0.1 [Jim, também falha de Jim]

  • Transições personalizadas corrigidas aparecendo na parte inferior da lista em vez da parte superior [Jim]

  • Corrigido um bug em que a exclusão de uma transição personalizada poderia causar uma falha [Jim]

Para conferir a nota de release completa, você pode vê-la aqui.

Para instalar o OBS Studio no seu Linux, você pode seguir o tutorial deles 1 (que abrange algumas das distros mais famosas) sendo o método para o Ubuntu a forma oficial deles. OU você pode instalar a versão em SNAP feito pela pessoal da Snapcrafters, que tem o Alan Pope, Daniel Llewellyn e o Martin Wimpress como mantenedores. Se você não tem o snap ainda instalado, pode seguir o tutorial deles para cada distro.

A versão em SNAP conta com alguns plugins extras e vale a pena o teste. O comando para instalar o OBS Studio via snap é o seguinte:

sudo snap install obs-studio

Já a versão em Flatpak se encontra atualizada na versão 26.0.2 e para instalar é bem simples. Primeiro você confere se a sua distro tem o flatpak instalado, se não tiver basta seguir esse mega tutorial nossa que abrange essas duas etapas.

Se a sua distro já tiver o Flatpak instalado, basta procurar por OBS Studio na loja de aplicativos, senão basta digitar ou copiar/colar esse comando no terminal:

flatpak install flathub com.obsproject.Studio

Aí é só esperar a instalação ser concluída e usar o programa.

Dentro destes Hotfix corrigidos, o que eu mais senti foi o uso excessivo da CPU com o OBS aberto, que nos meus testes estava consumindo incríveis 17% (somente o app aberto) e quando fazia alguma gravação o consumo chega perto dos 35%, isso somente com a WebCam ativa. Mas ainda bem que corrigiram isso.

Nos vemos no próximo post, forte abraço! E confira nosso Feed RSS

1 Curtida

:open_mouth: