O desenvolvimento do neofetch encerrou - conheça alternativas

Com o fim do desenvolvimento do neofetch, o popular software de terminal começa a ficar obsoleto a cada novo lançamento de distros e de hardware. Conheça 5 alternativas para você seguir mostrando seu setup!

8 curtidas

Aqui no Fedora 40 está funcionando perfeitamente o neofetch. E veja só, o Fedora já foi atualizado para a versão 46.1 do GNOME.

Eu desinstalei o neofetch depois que eu notei que ele não tem muito uso fora do mundo do Unixporn.

fundo branco, cuidado com os olhos em

Terminal com fundo branco… meus olhos queimam

My Eyes Pain GIF

Eu acho ele bem útil quando você quer ter a informação de quanta memória o sistema está consumindo de uma maneira bem rápida. Principalmente quando configurar o Terminal para iniciar com o neofetch.

1 curtida

Para esse propósito eu gosto de dar o comando free -h.

Vou contribuir com as alternativas que utilizei:

3 curtidas

Até que o neofetch e o neowofetch estão bem parecidos.

1 curtida

Esse é um dia sombrio para o usuários de archlinux.

4 curtidas

O Neofetch vem se tornando obsoleto há quase 4 anos.

A última versão (7.1.0) foi lançada em Agosto 2020. – De lá para cá, acumulou 293 problemas (issues) não resolvidos, e 198 solicitações não atendidas.

Eu arranjei um “uso” para ele (e outras ferramentas) dentro do Conky: – Monitorá-los!.. :rofl:

(Note que apenas o Neofetch e o htop dão números “fora do consenso geral”).

Neste caso, você estava sendo enganado pelo Neofetch. – Quase todas as outras ferramentas já haviam adotado o “novo cálculo”, proposto por Linus Torvalds desde 2014 (Kernel 3.14). – Faltavam o Neofetch e o htop, que chegou a adotar o “novo cálculo”, mas depois cedeu à grita dos que preferiam exibir “baixo uso de RAM” a qualquer custo.

Em Dezembro último, estava assim – com o free / top (procps) já se adequando ao novo cálculo:

Se eu fosse usar um “fetch”, optaria pelo screenFetch – cujo “senão” (no que me interessa mais de perto) é a falta da versão do KDE:

No meu Conky, eu já tinha cancelado 1 dos 4 usos do Neofetch – pois o comando kinfo é o caminho mais simples e direto para exibir as versões do Plasma, do Frameworks e do Qt, em todas as distros:

Para o número de pacotes e as especificações do hardware, o screenFetch resolve:

# screenfetch -n -N | grep Packages
 Packages: 1239

# screenfetch -n -N | grep 'CPU\|GPU'
 CPU: Intel Core i5-9400 @ 6x 4.1GHz [49.0°C]
 GPU: Mesa Intel(R) UHD Graphics 630 (CFL GT2)

EDIT: - Pronto! Corrigido:

Mem:               ${alignr 100}up  ${uptime}

Total - Available  ${alignr 100}${exec bash MemInfo.sh; cat MemInfo.txt}
Conky (Mem)        ${alignr 100}${mem}
free               ${alignr 100}${exec free -m | grep Mem | cut -c 25-35} MiB
top                ${alignr 100}${exec top -E m -b -n 1  | grep buff | cut -c 41-50} MiB
neofetch           ${alignr 100}${exec neofetch  --stdout | grep -o -P '.{0,0}Memory.{0,9}' | cut -b 8-12} MiB
htop               ${alignr 100}${exec export TERM=xterm; echo q | htop | aha --line-fix | html2text | grep -o -P '.{0,6}/15' | cut -b 1-6}iB
inxi               ${alignr 100}${exec inxi --memory-short | grep -o -P '.{0,0}used.{0,14}' | cut -b 6-14}
screenfetch        ${alignr 100}${exec screenfetch -n -N | grep -o -P '.{0,0}RAM.{0,9}' | cut -b 5-12}

# Trheads            ${alignr 100}${exec ps -eo nlwp | tail -n +2 | awk '{ num_threads += $1 } END { print num_threads }'}
# ${execi 600 neofetch  --de_version on --stdout | grep "Packages:"}
${execi 600 screenfetch -n -N | grep Packages}

# ${execi 600 neofetch  --de_version on --stdout | grep "DE:"}
# ${execi 600 kf5-config --version | grep 'Qt\|KDE'}
${execi 600 kinfo | grep 'KDE\|Qt'}
${execi 600 konsole -v} ${alignr 60}${execi 600 kate -v}
${execi 600 dolphin -v} ${alignr 60}${execi 600 gwenview -v}
${alignr}${cat done.txt}  ${execi 600 echo $XDG_SESSION_TYPE}
# ${execi 600 neofetch  --de_version on --stdout | grep "CPU\|GPU"}
${execi 600 screenfetch -n -N | grep 'CPU\|GPU'}
4 curtidas

Fastfetch, como o nome diz é muito rápido. O neofetch é uma lesma perto desse.

3 curtidas

Neofetch só é mais uma ferramenta “bonitinha mas ordinária”.

1 curtida

Esse tipo de programa não tem mais muito o que ser feito mesmo. Vai encerrar e vai ficar anos aí sem precisar de atualização.

F

2 curtidas

Estou usando fastfetch aqui também. Parece ser uma alternativa boa.

2 curtidas

O desenvolvimento parou mas não significa que ele irá parar de funcionar do nada. Vai levar um tempo ainda pra ele começar a não funcionar bem conforme as distros usam tecnologias mais novas no qual o neofetch n terá suporte.

3 curtidas

Obrigado pela captura do Fastfetch, Pedro!

Eu já estava curioso para ver essa maravilha, tão bem falada! (rs) – mas como existem dezenas de “fetch’es”, desanimei de instalar todos – “só para ver” como é, cada um deles.

Emparelhei com meu Neofetch, para facilitar uma comparação: – Por quê o Neofetch tem 16 linhas – e o Fastfetch tem 22…?

Agora, ficou mais fácil verificar quais são as diferenças:

Se você topar copiar e colar o texto “em modo código”, seria ainda mais útil – até para documentar como são as coisas “no dia de hoje”:

$ neofetch
                   -`                    flavio@Linux2
                  .o+`                   -------------
                 `ooo/                   OS: Arch Linux x86_64
                `+oooo:                  Kernel: 6.6.29-1-lts
               `+oooooo:                 Uptime: 1 day, 22 hours, 2 mins
               -+oooooo+:                Packages: 1239 (pacman)
             `/:-:++oooo+:               Shell: bash 5.2.26
            `/++++/+++++++:              Resolution: 1920x1080
           `/++++++++++++++:             DE: Plasma 6.0.4
          `/+++ooooooooooooo/`           WM: KWin
         ./ooosssso++osssssso+`          WM Theme: transparent-oxygen-deco
        .oossssso-````/ossssss+`         Theme: Breeze Dark [Plasma], Breeze-Dark [GTK2], Breeze [GTK3]
       -osssssso.      :ssssssso.        Icons: breeze-dark [Plasma], breeze-dark [GTK2/3]
      :osssssss/        osssso+++.       Terminal: konsole
     /ossssssss/        +ssssooo/-       CPU: Intel i5-9400 (6) @ 4.100GHz
   `/ossssso+/:-        -:/+osssso+-     GPU: Intel CoffeeLake-S GT2 [UHD Graphics 630]
  `+sso+:-`                 `.-/+oso:    Memory: 3449MiB / 15842MiB
 `++:.                           `-/+/   Song: Unknown Artist - Unknown Album - Unknown Song
 .`                                 `/

Agora, você falou tudo, Kalebe!

Eu mesmo, tenho um hábito renitente (vício eternizado!) de continuar usando Apps, Widgets etc. “sem manutenção há muitos anos”. – E foi aí que o Plasma 6 “me quebrou as pernas” – ao “deprecar” milhares de coisas… “só” porque estavam sem manutenção… :wink: … há muitos anos! :grin:

Pois é… Não curto “pânico”, urgências desbragadas (muitas vezes, caça-cliques), apavoramentos, histeria y otras cositas más. – Hay que curtir as novidades, pero sem se deixar montar por 1 zilhão de blogueiros, jamás.

1 curtida

Bem interessante… os outros fetch adotaram o novo cálculo?

1 curtida

Tentei instalar esse fastfetch, mas não tá disponível no repositório do Ubuntu.
Instalei o neowofetch:

2 curtidas

Rapaz, como não citaram o fastfetch no artigo? Tem suporte até para Windows e é rápido como um raio, pois é escrito em C e é constantemente atualizado

8 curtidas