Não mudou mas o acesso a configuração está mais acessível. Yay...? [KDE Plasma 5.22]

Logo quando eu reinicio no Windows para usar o YUMI para instalar o Windows 10 em uma máquina de cliente… LOL

Mas enfim, essa semana no KDE parece que um dos pontos que foi criticado sobre o KDE Plasma no vídeo de uma semana com openSUSE, parece estar sendo corrigido. O infame “clique único para abrir” parece que não vai se tornar o padrão por motivos de ideologia e filosofia (ou pelo menos foi o que deu a entender no tópico que o babyWOGUE mencionou) mas pelo menos terá uma página de acesso rápido nas configurações do Plasma para alterar esse comportamento logo na versão 5.22, junto de acesso a outras configurações rápidas como alterar o esquema de cores para escuro ou claro, definir a velocidade de animações no KWin, definir o papel de parede, um acesso rápido para outras configurações de aparência e também a configuração do Indexador de arquivos Baloo.

Agora eu me pergunto se essa mudança tem a ver com isso aqui:

Para quem não manja muito do inglês, se trata da frase “Plasma é simples por padrão, poderoso quando necessário”. Eu não sei vocês mas não sei o que pensar sobre essa frase. Talvez estejamos olhando para um começo para mudanças de qualidade de vida dentro do KDE Plasma, mesmo que algumas coisas, como o padrão de clique único para abrir pastas, ainda seja mantido. Não que seja algo ruim, afinal esse tópico está longe de ter um consenso unânime até mesmo aqui no fórum, então não é algo surpreendente que os devs do KDE também prefiram deixar clique único como padrão, mas ainda assim ouvindo as críticas dos usuários que não gostam desse comportamento, acham o Plasma difícil de navegar e colocam essa configuração de fácil acesso, apesar de distros como Kubuntu e Manjaro KDE já mudarem o padrão para duplo clique assim que o sistema é instalado.

Mas e vocês? O que acharam dessa novidade?

7 Curtidas

Basicamente é isso, o plasma tem o potencial de ser absurdamente complexo e poderoso, mas por padrão não é, topologicamente GNOME, KDE, XFCE, Windows 10, OS X… é basicamente a mesma:

Super, digita, clica

O gestor de arquivos a mesma coisa, só os sub menus do plasma que são mais “carregados”

4 Curtidas

Sensacional, Plasma está cada vez melhor, e isso mostra como a comunidade KDE anda ouvindo os usuários, ótimo tópico!

3 Curtidas