Macintoshs agora serão ARM. Será o pontapé para uma nova era na computação?

Agora com o macOS Big Sur a Apple entra em uma fase de transição de 2 anos para processadores ARM. Será que agora aquela prometida tendência de notebooks e desktops ARM que se anunciava no mundo PC irá se concretizar puxada pela concorrência dos Macintoshs? Será o fim dos Hackintoshs ou os mesmos ainda serão possíveis em computadores ARM do padrão IBM-PC? Só sei que Apple estará mais fechada do que nunca, algo que nem na época dos Motorolas e PowerPCs ocorria, haja vista que a Apple fabricará até seus próprios microprocessadores!








1 Curtida

Uma forma tanto controversa de acabar com o MacOS pirata kkkkk(vulgo hackintosh), mas no futuro ele volte… So o tempo dirá e claro
Mas agora com o futuro dos ARM, os hardwares mais recentes estarão bem mais acessíveis a todos

Alguém me explica like I am five?

Li que os processadores ARM possuem procedimentos mais simples que os processadores convencionais de PCs notebook e desktop (x86?), portanto consomem bem menos energia, mas, por outro lado, tem menor desempenho, estou correto?

1 - Se um processador ARM consome menos energia, quer dizer que um MacBook com processador Intel que tinha bateria com duração de 8 horas passará a ter uma duração muito maior se esse mesmo MacBook vier com ARM? Algo como mais 4 horas de autonomia?

2 - Os novos computadores da Apple darão um passo para trás no quesito de desempenho? É claro que todos os processadores estão sempre evoluindo, incluindo os ARM, mas isso será um passo para trás que levará um tempo para recuperar a potência conseguida com os processadores x86?

1 Curtida

A principal vantagem do ARM é justamente a economia de recursos. Não sei precisar de quanto será a economia nos Macs até porque ainda serão lançados no fim do ano e isso dependerá também dos componentes embarcados, só que como parâmetros de comparação, alguns notebooks ultraleves com Windows que sairiam na CES ano passado duram 1 semana sem necessidade de recarga de bateria e com Linux até 1 semana e meia.
Sobre desempenho não necessariamente, no estado atual das coisas sim, mas, parece que esse é um passo no sentido de desenvolver ARMs de alto desempenho, haja vista que eles mostraram software complexo de alto desempenho multimídia, principalmente da Adobe já rodando nessas máquinas. Como a própria Apple está desenvolvendo esse novo hardware, deve estar um patamar acima dos ARMs de celulares e afins.

1 Curtida

Nossa, nem mesmo um smartphone moderno dura isso tudo! Bem impressionante!
Por que essa tecnologia não é aplicada nos smartphones?


Espero que esse aumento do desempenho não sacrifique muito da economia de energia.

E como fica o uso de recursos dos softwares num sistema operacional ARM em comparação as suas versões em sistemas x86 32 e 64 bit? É comum vermos que um software precisa de 1 GB de RAM em sistemas operacionais 32 bit enquanto o mesmíssimo software requer 2 GB de RAM num sistema operacional 64 bit.

A Apple criou um kit para desenvolvimento e os programadores terão 2 anos para migrarem os softwares de arquitetura ou criarem ports.

Veja uns vídeos com a tecnologia em PCs:


1 Curtida

Obrigado.

1 Curtida

que passo hein, a apple é conhecida por esse tipo de inovação. Acredito que virá uma grande mudança no mercado

Mais informações:

A questão de autonomia de bateria vai ter uma melhora grande. Quanto a questão de desempenho não acho q seja tão preocupante visto q já temos chips arm bem poderoso que fazer render de vídeos em 4K em pouco tempo. Será mais uma questão da industria se adpatar e tirar o máximo proveito dessa arquitetura.

1 Curtida

Valeu!

Essa foi uma grande jogada da Apple. Agora os apps de iPhone e iPad funcionarão no Mac (como demonstrado na apresentação).

Ano que vem acho que teremos iPads que virarão verdadeiros Macbook.

O processador ARM ainda é mais fraco mesmo, mas a Apple investindo pesado, acho que em 2-3 anos essa diferença cai bastante.

E a maldita Adobe faz Photoshop pra um novo processador em meses mas não faz um porte para Linux em anos. Maldita.

6 Curtidas

Olhando para o lado do Linux, por acaso isso facilitaria o porte de programas do Android para sistemas operacionais Linux ARM?

Creio que a Apple teve vários motivos para tomar essa decisão:

  1. Ter maior controle sob o sistema, fechando ainda mais os seus produtos ao desenvolver processadores próprios;
  2. Limitar ou extinguir o uso “desautorizado” de seu sistema operacional fora de seus produtos nativos e oficiais. Leia-se combater o “Hackintosh”;
  3. Melhorar a eficiência no uso de energia (consumo de bateria) e arrefecimento interno dos produtos;
  4. Melhorar a portabilidade dos produtos tornando-os ainda mais leves, menores e delgados quando for necessário (caso de notebooks);
  5. Mostrar-se inovadora ao passar a impressão de que seus computadores entrarão em uma nova era;
  6. Melhorar a “experiência contínua Apple” onde os produtos se comunicarão cada vez mais e serão um a extensão do outro como uma pequena rede pessoal de aparelhos.
3 Curtidas

Primeira vez que senti vontade de ter um MacBook, quem sabe no futuro.

Esse esquema de deixar todo ecossistema ARM é sensacional, vai ser ótimo para o usuário final que pode usar o mesmo app em qualquer dispositivo.

Também acho que a longo prazo vai ser melhor para os desenvolvedores, pois vai ser necessário compilar para apenas uma arquitetura.

1 Curtida
  1. Lucrar mais, muito mais!
1 Curtida

assim como toda empresa independente do tamanho

1 Curtida

Eu estive pensando o que eles farão em relação as placas de vídeo? Será que a equipe do projeto “Apple Silicon” também vai desenvolver GPUs para os modelos que contam com vídeo dedicado ou o processador vai dar conta de tudo como o Qualcomm® Snapdragon™ 8cx?




Particularmente, acho que, num futuro bem próximo, não importará mais o hardware que você tiver.
Se é um notebook com processador de última geração Intel, AMD ou ARM, um smartphone xing-ling, uma Linux Box, TV ou qualquer coisa que possa acessar a Internet.
Todo o processamento está sendo migrado para a nuvem.
De jogos à programas gráficos, passando por suítes office, ERP, etc.

Isso já existe no Android/Chromebook.

Mas, de novo, acho que não importará muito qual dispositivo você tenha. Rodará tudo na nuvem.
O 5G é um grande acelerador deste processo.
E a VMware (VDI) e Microsoft (Azure) já estão liderando isso.
Mas, engraçado, o Google (com o ChromeOS) foi quem definiu esse modelo há alguns anos.

Quanto à mudança da Apple, obviamente deve estar ligada à economia - mas mais financeira que de bateria :grin: :grin:
Desde que o visionário morreu, a Apple não fez nada de novo, a não ser copiar outros.

2 Curtidas

Concordo com você, eu mesmo só desenvolvo WebApps, para mim PWA é o futuro!

Mas acho que está um pouco distante ainda.