Linux para pc note fraco

O CloudReady eu acredito que rode… e é bem simples dele descobrir ja que é apenas dar o boot pelo pendrive… o que não deve rodar é o Linux dentro do CloudReady já que o processador dele não tem suporte a Virtualização Intel VT-X

O ChromeOS com certeza não roda pq o projeto brunch é muito enjoado com hardware… até em máquinas com proc i3 não é garantido rodar se ele cismar com o restante do hardware

realmente o cloudready é uma ótima opção
só tem um detalhe: qual é a placa de video?
me parece que esse processador não tem gráficos integrados? tem?

É um note da Dell mas ele não passou o modelo p/ ver na lista do site da neverware

Se for um modelo pós 2007, deve ter um chip Intel Graphics, mas só ele passando o modelo pra saber

Eu chutaria que é um Dell Inspiron 1525 ou 1545

Que tipo de aplicações específicas para PCD você necessitará?

Certamente uma ótima opção e é altamente personalizável só que mais complicado que o XFCE.

1 curtida

Legal esse não conhecia obrigado por compartilhar.

Eu aqui usei o Debian Testing x64 com GNOME no meu tablet/netbook Asus T100TAS, com Atom Z3775 (quad core 2.4 GHz) e 2GB de memória RAM, por muito tempo. E funcionava bem para tarefas do dia a dia.

Estou comentando apenas para reforçar o que foi dito: SSD faz uma diferença enorme. Coloquei um SSD na dock (um Netac N530S de 120GB do AliExpress que me custou uns R$ 90,00), instalei o sistema lá e deixava com uma partição swap de 6GB. Conseguia abrir até muita coisa antes de começar a sentir engasgos.

Agora esse computador está rodando o Manjaro KDE (x64). Ficou ainda mais liso. Dessa vez deixei a partição swap com 4GB.

Eu não recomendaria usar sistemas de 32 bits. Isso porque o suporte a essa arquitetura está cada vez mais escasso. Inicialmente eu havia instalado o Debian de 32 bits nesse computador e desisti pouco tempo depois ao perceber que muitos pacotes que eu precisava usar não tinham suporte.

2 curtidas

O som está funcionando normalmente?

Você diz no Lenovo G475 com proc C-50 ?? Sim… exatamente como no Linux Mint XFCE e KDE Neon que já estiveram instalados neste note

Em relação à vídeos do Youtube aí é no máximo 720P… o processador 1Ghz e hd mecânico não ajudam muito neste caso

cara eu tenho um dell inspiron 1440 com o mesmo processador, instalei linux mint xfce e estar rodando super bem…

eu tenho aqui comigo um notebook que comprei em 2007 e ate hoje uso para trabalhar pois pc mesmo e so para game e garanto que se ele roda bem qualquer notebook mais novo ira rodar melhor que ele…

aqui roda liso coloquei um SSD nele em 2015 e voa baixo migrei meu desk para o open suse e agora migrei o note velho de guerra e esta tudo muito bem

4 curtidas

A comunidade do AntiX e do MX sabem fazer distros leves e ao mesmo tempo, completas.
Diferente de outras distros quem às vezes não tem muitos programas, são bugadas e iniciam comendo 1,8 gb de RAM. :slightly_frowning_face:

3 curtidas

Os desenvolvedores do AntiX e do MX Linux têm como ponto importante atender os donos de computadores mais modestos e/ou mais antigos. Outro projeto comprometido com isso é o do Emmabuntus: este sistema, que era baseado no Ubuntu e hoje se baseia direto no Debian. é pensado para computadores doados e direcionados a projetos de inclusão digital na África.

1 curtida

isso não existe. e explico: vc pode colocar uma interface leve, mas se depender de libreoffice, firefox, google chrome, gimp etc, o “leve” irá para o espaço. acho que o debian responde melhor que o ubuntu, incluindo solus OS, arch. mas o importante é escolher apps que atendam suas necessidas e sejam mais “leves”. outro ponto importante é otimizar o uso de memória RAM (sysctl.conf), acesso/escrita no disco (fstab), desabilitar serviços desnecessários em segundo plano (systemd) e também da interface gráfica. de qualquer forma, não espere milagres.

2 curtidas

Eu também sempre bato nessa tecla. A interface gráfica é só o primeiro passo para um uso adequado de uma máquina antiga ou limitada, é necessário que sejam usados preferencialmente também softwares leves e que o próprio usuário readeque seu uso, reeduque-se para a máquina que tem em mãos.
Não adianta por exemplo, ter o sistema mais leve possível e usar um browser “comedor de memória” com dezenas de abas abertas, ou fazer um uso multitarefas intenso.

2 curtidas

Os sistemas com proposta de atender computadores modestos costumam trazer programas mais leves. Alguns põem como navegador padrão o Pale Moon, o Midori ou o Sea Monkey, por exemplo — o Fedora Spin em LXQt põe o Falkon. Há sistemas que não vêm com o LibreOffice ou pacotão de programas semelhante, só disponibilizando AbiWord, Gnumeric e um clone simplificado do Paint.

Mas a sabedoria do usuário diante de um computador fraquinho é questão fundamental. O sujeito que conta com um Atom de processador e, no máximo, 2 Gb de RAM precisa navegar na Internet com parcimônia e, quando visitar o YouTube, precisa se contentar com as resoluções mais baixas de vídeo. (Em meu netbook ”jurássico”, de 2008, com RAM de 1 Gb, o navegador fica com no máximo duas abas quando executa um vídeo na Web. e este não passa dos 240p…)

1 curtida

Depende do Atom, rs. Um Z3775 (quad core, 2.4 GHz) suporta vídeos a 1080p no GNU/Linux e com uma folguinha ainda. Os processadores Atom mais antigos são realmente bem fraquinhos. Mas alguns mais atuais, como o Z3775, são bem mais capazes (embora menos comuns).

De qualquer forma, compreendendo as limitações do hardware, ainda dá para trabalhar e se divertir bastante com essas máquinas mais fracas (e/ou antigas).

2 curtidas

de que adianta o “midori”, por exemplo, se não serve para nada? se for para “ler” notícias, melhor um RSS ou streaming. o problema de programas “leves” é que não se faz milgare. nem sempre menos é mais.

1 curtida

Como se a opção fosse, apenas, entre “navegador que só serve para ler notícias” e “navegador bombado que só falta fazer chover”. A primeira questão é definir a destinação do PC fraco. Já usei o Midori, o Pale Moon, o SeaMonkey e o Falkon, e servem para mais que ficar só lendo texto.

parabens que conseguiu utilidade pro midori. pra mim nunca serviu de absolutamente nada.

1 curtida