KINOITE: o Fedora Silverblue com KDE Plasma desktop

Novidades vindas da RedHat Inc, no último dia 14 de janeiro foi anunciada uma nova flavor para o Fedora Desktop: o Fedora Kinoite.

Como o Silverblue, só que …

Um desejo antigo dos usuários de Fedora parece que finalmente será realizado, está em fase de desenvolvimento uma versão do Silverblue chamada "Kinoite’, que é um sistema operacional de desktop imutável com o desktop KDE Plasma . Podemos dizer que o Fedora Kinoite é o Fedora Silverblue, mas com KDE no lugar do GNOME.

Kinoite ainda é apenas uma prova de conceito e não uma edição oficial do Fedora. Espera-se que seja disponibilizada uma versão estável próximo ao lançamento do Fedora 35.

Caso seu lado SDA já esteja surtando, trate de se acalmar, porque conforme alerta Timothée Ravier, Engenheiro na Red Hat & Fedora CoreOS:

"This is proof of concept project to build a KDE based version of Fedora Silverblue. I called it Kinoite because it had to start with a ‘K’ and Kinoite is a blue mineral.

The resulting desktop only has Firefox and Konsole as main applications installed by default (the minimum for easy Flatpak/Flathub usage).

This has only been tested inside a virtual machine for now, so use at your own risk!"

"Este é um projeto de prova de conceito para construir uma versão do Fedora Silverblue baseada em KDE. Eu o chamei de Kinoite porque tinha que começar com um ‘K’ e Kinoite é um mineral azul.

A área de trabalho resultante tem apenas Firefox e Konsole como aplicativos principais instalados por padrão (o mínimo para uso fácil do Flatpak / Flathub).

Isso só foi testado dentro de uma máquina virtual por enquanto, use por sua própria conta e risco!"

Você pode conferir os passos para gerar uma imagem do Kinoite ou aprender a converter o seu Silverblue para Kinoite, clicando neste link.

O Fedora sempre foi reconhecido por entregar um dos ambientes GNOME mais puros entre todas as distros, será que estamos vendo o nascimento de um grande concorrente para o KDE Neon?

Estão animados para conhecer o Fedora Kinoite? Vamos conversar nos comentários.


Links

Discover Fedora Kinoite: a Silverblue variant with the KDE Plasma desktop
Kinoite, a KDE and now XFCE version of Fedora Silverblue
Crédito da imagem [Jaakko Kemppainen]

10 curtidas

Na minha visão: Não… tem publico alvo diferentes, pra não dizer opostos, esse projeto vai atrair fãs do ostree que usam Endless OS/Fedora Silverblue que querem um ambiente mais Windows like, poderia apostar que o @Pao_com_omlet vai amar isso, quem usa NEON geralmente quer um ambiente LTS, com KDE recente e que permite modificações freestyle no sistema

2 curtidas

Gosto de fazer DE hopping
Para além do mais, ter a confiança de que os meus dados não vão ser perdidos é a melhor parte

2 curtidas

Está muito escuro aqui. Ki noite!
(não é a primeira vez que Fedora tem um nome duvidoso em português, me pergunto porque não o chamaram de Silverblue KDE Spin ou algo assim).

4 curtidas

Eu fiquei o tempo todo pensando se fazia essa piada ou não, enquanto estava escrevendo o texto. Mas não tem jeito, sempre vai ficar zoado em algum idioma.

:vulcan_salute:

5 curtidas

É como kubuntu o, mas é normal isso acontecer
Por mim ficaria, Fedora que noite
Só para zoar mesmo

Já fazia tempo que eu usava esta piada
Agora é só ver lives falando do kinoite de noite ou de madrugada e dizer, kinoite tive hoje

Ainda não percebi qual é o propósito do Silverblue: ser como um debian e atualizar muito pouco?

O Fedora Silverblue é um sistema operacional de desktop imutável. O objetivo é ser extremamente estável e confiável.

3 curtidas

O “KDE Atômico” já chegou no rawhide!

3 curtidas

Não deixem o @frc_kde ver isso!

2 curtidas

O sistema já está estável o suficiente para uso?

quem puder contribuir com uma arte / logo ideias… seriam bem vindas!

https://pagure.io/design/issue/710

rawhide é mais recomendado para títulos de teste, report de bugs, teste de pacotes etc…é a fase de desenvolvimento então vai ter mais bugs que o normal…

1 curtida

image

1 curtida

Instalei em um notebook aqui, houve alguns pequenos bugs, mas no geral o sistema está me atendendo bem até.

Talvez venham manter uma versão Cinnamon também, nome sugerido “Sienna”.

Pode surgir mais com outras DE’s…

1 curtida

Só para deixar a galera informado que alguém interessado no xfce lxqt e i3

Palestra do dev mantendo Kinoite

1 curtida

Tou procurando uma distro pra substituir o Mint 20 Beta com KDE – do qual não sei se removi tudo que podia da DE anterior (nem lembro qual).

EDIT - 12:54

Acabo de (praticamente) desistir do Kinoite, ao ler este trecho no link indicado em outra postagem:

Fiz apenas um teste em VM (GNOME Boxes) onde fiz instalação do Windows 10 e logo a após no mesmo HD virtual o Silverblue. Ocorreu tudo bem, sendo que a instalação é tipo MBR (não UEFI) outros usuários não tiveram boa experiência com instalação duallboot + UEFI, mas é totalmente possível caso saiba o que está fazendo, pois terá que configurar as partições manualmente e dedicar a partição efi para o Silverblue.

Em meu PC testei duallboot, porém com HD’s separados e é totalmente funcional como qualquer outra distro.

terá que configurar as partições manualmente” – É minha prática habitual. – Nunca deixo o instalador “ter ideias” sobre como deveria ser meu particionamento. Ele cuida da vida dele, eu cuido da minha :wink:

e dedicar a partição efi para o Silverblue” – Não faço a menor ideia do que isto significa, mas… não gostei.

Desde quando montei o PC com um SSD Sata3 de apenas 480 GB (por limitação de orçamento), já comecei a pensar, vagamente, em adicionar outro, um dia, quando pudesse.

Primeiro, devido ao provérbio de nunca botar todos os ovos numa cesta só – digo, todas as distros numa unidade só.

Logo depois, ao ver que o Grub coloca as distros pela ordem – sda10, sda11, sda12, sda2, sda3… etc. – Não previ isso, pois no antigo PC as distros estavam em 4 unidades, cada uma com 3 instalações, de modo que o Grub as colocava na ordem correta, sda1, 2, 3, sdb1, 2, 3 etc.

No segundo SSD, também pretendo criar uma segunda partição EFI, por segurança. – Mas esse negócio de “dedicar”… Não, não gostei

Conclusão: - Vou acabar simplesmente deletando o Mint, e deixando a partição vazia.

2 curtidas