GNOME 44 poderá ter até o dobro de desempenho em gráficos Intel e Raspberry Pi

Desde 2020, a Canonical trabalha em uma ferramenta chamada “dynamic triple buffering” para o GNOME com compositor Mutter, que promete até dobrar o desempenho e a taxa de quadros da interface gráfica em computadores com gráficos integrados da Intel e Raspberry Pi.

A versão final do GNOME 44 deve ser lançada em 22 de março de 2023, mas um membro da equipe disse que provavelmente o “dynamic triple buffering” não deverá estar pronto nesta data, mas poderá chegar na forma de atualização pouco tempo depois.

Enquanto o “dynamic triple buffering” não fica pronto, distribuições como o Ubuntu e o Debian utilizam alguns pacotes para remediar o desempenho quando o sistema exige demais dessas GPUs.

Fonte

6 curtidas

É um patch interessante utilizado pelo Ubuntu.

Existe uma grande discussão sobre a real potencialização disso, e, que parece ser o motivo de até agora não ter virado upstream no Gnome.

Com o patch ativo, ao mesmo tempo que se relata melhorias e suavidade, gera-se o inconveniente de aumento de consumo de energia na GPU por forçar o uso de clock mais alto com frequentemente. Em desktop tanto faz, mas em mobile/notebook é bem perceptível segundo usuário que avaliaram.

Outro ponto que levantam é que fala-se de Intel, mas não muito se comprova em AMD e Nvidia, apesar de que o Vaught confirma o patch atuar e ser testado nessas outras.

Acredito que ainda vai requerer mais tempo para isso ficar mais viável a todos os modos desktop inclusive em notebooks. Ou talvez que ainda seja algo que possa funcionar “on the fly” ou seja quando em mobile modo bateria/power save ele se desative e quando em tomada ele ative automaticamente. Se isso for possível, ai, acredito que vai pra upstream mais rápido.

Ou então que possa ser selecionado no settings do window manager tipo a solução que o Marco tem no Mate DE onde você pode selecionar o nível de aceleração que deseja incluindo variar entre os modos mais simples até os mais performático que usam mais GPU. Daí o projeto Gnome teria que implementar um seletor do Mutter, mas será que querem deixar isso selecionável para o usuário? Afinal as linhas guias no Gnome é funcionar perfeito ootb.

2 curtidas

Esse recurso veio no Gnome 44? ou ficou pra um futuro lançamento?

O recurso ainda não está pronto, não sabemos se virá em alguma atualização ou noutro lançamento.

1 curtida

Obrigado, tomara que chegue em breve ou no Gnome 45, promete muito.

1 curtida