Em testes, Snapdragon X Elite supera Intel, AMD e Apple

O anúncio da nova linha de processadores da Qualcomm, Snapdragon X Elite, chamou a atenção por competir com chips Apple Silicon, pela sua eficiência energética e alto desempenho propiciadas pela arquitetura ARM, com diversos componentes integrados ao chip.

Em testes demonstrados pela Qualcomm no evento Snapdragon Summit, restrito à imprensa, o processador de 12 núcleos foi apresentado em duas configurações, uma de alto desempenho, com clock boost dual-core e all-core de 4.3 e 3.8 GHz respectivamente, embarcado num dispositivo móvel com resolução de tela de 3840x2160p, 80W de TDP e bateria com 87WHr. Focado em alto desempenho, superou o Core i7-13800H, Ryzen 9 7940HS, e Apple M2 por 7%, 9%, e 11%, respectivamente, em teste single-core do Geekbench 6.2. No Cinebench 2024, comparando com os mesmos processadores, a vantagem do Snapdragon X foi de 5%, 21%, e 9%, em testes de um núcleo.

Enquanto isso, a versão de baixo consumo energético do Snapdragon X, conta com clock boost dual-core e all-core de 4 e 3.4 GHz, demonstrado embarcado em dispositivo mais fino, com resolução de tela 2880x1800, 23W de TDP e 58 Wh de bateria, sendo teoricamente compatível com arrefecimento passivo, apesar de demonstrado em ativo.

Processador Geekbench 6.2 ST Geekbench 6.2 MT Cinebench 2024 ST Cinebench 2024 MT UL Procyon AI
Snapdragon X Elite - Alto desempenho 2,940 15,130 132 1,220 1,750
Snapdragon X Elite - Baixo consumo 2,780 14,000 122 950 1,750
Apple M2 2,658 10,088 121 572 N/A
Core i7-13800H 2,755 14,342 115 996 232
Ryzen 9 7940HS 2,695 12,181 109 979 172

Fonte: Tomshardware

A GPU integrada, também se mostrou poderosa diante da concorrência:

Processador Aztec Ruins Wildlife Extreme
Snapdragon X Elite - Alto desempenho 350 FPS 44.5 FPS
Snapdragon X Elite - Baixo consumo 295 FPS 38.5 FPS
Apple M2 295 FPS 40.8 FPS
Core i7-13800H 177 FPS 26.6 FPS
Ryzen 9 7940HS 139 FPS 28.9 FPS

É claro que, por ser testes divulgados pela fabricante, é escolhido o cenário perfeito. Por exemplo, os testes demonstrados rodaram na arquitetura nativa, sem camadas de compatibilidade, além disso, não foi divulgada nenhuma comparação com outro chip da empresa, o Snapdragon 8cx Gen 3, atualmente distribuído em notebooks. Programado para ser distribuído em 2024, o Snapdragon X competirá com novas gerações da Apple, Intel e AMD.

De toda forma, esta parece mais uma boa opção que ajudará a popularizar a arquitetura ARM para computadores pessoais.

Referência

3 curtidas

processadores arm sao promissores o problema e todas as empresas portarem suas coisas para arm

Tomara que seja verdade, e tomara que seja bem baixo o consumo eu só gostaria de ver o consumo, seria bom que não fosse mais uma comparação onde o M2 é o único consumindo 20 watts no máximo.