BTRFS, o sistema de arquivos “do futuro”

Confira o post completo no blog: https://diolinux.com.br/2020/10/btrfs-o-sistema-de-arquivos-do-futuro.html


O BTRFS é um novo sistema de arquivos que possui recursos suficientes para competir com o atual padrão do mundo Linux, o Ext4. Confira os recursos e funções que ele traz aos usuários.

7 Curtidas

Ótimo posto sobre BTRFS, seria bom aprofundar e falar sobre as “flags” :sweat_smile:

2 Curtidas

Muito bom! Um sistema com mais funcionalidades e que algumas distribuições já deixaram fácil pro usuário.

BTRFS já é o sistema de arquivos do presente, ao menos pra mim. Só vale a pena continuar no ext4 quem tem hd mecânico por conta da performance que já é ruim.

2 Curtidas

Quem sabe em um futuro próximo?

Não cheguei a me aprofundar no assunto pois além de ficar uma postagem mais complexa para alguns usuários, eu mesmo preciso me dedicar a estudar o sistema de arquivos e realizar todos os testes antes de passar tal conhecimento para outros usuários.

1 Curtida

Pra quem usa swap file ou VMs é melhor usar EXT4.

1 Curtida

Serve bem pra quem usa Steam? VMs? ou qualquer outra coisa?

BTRFS + BFQ é excelente em HDs mecânicos. A escrita pode ser um pouco lenta neste combo, mas a velocidade de leitura é muito rápida. Depois que instalei um sistema com btrfs nas máquinas que eu tive com HDs mecânicos, nunca mais quis saber do EXT4 ou de qualquer outro sistema de arquivos.

BTRFS pode suportar tranquilamente arquivos de máquina virtual. Só que o administrador precisa desativar o COW pra pasta das imagens. De preferência também criar um subvolume para evitar de fazer snapshots desses arquivos também.

Mas aí perde a vantagem de usar esse filesystem.

O XFS manda lembranças…ahahahahha :rofl:

Quem tem problema de desempenho na máquina virtual em sistema BTRFS é porque está usando mais de um sistema de arquivo COW ao mesmo tempo. Ou seja, se vc instala o sistema convidado com BTRFS, não vai querer que o arquivo RAW do disco virtualizado tenha COW também. Por isso você desabilita o COW no hospedeiro apenas para aquela pasta. Se o disco virtual for em formato qcow, também não faz sentido usar o COW do seu sistema de arquivo, vai incorrer no mesmo problema de dois sistemas COW ao mesmo tempo que vai tornar extremamente lenta a VM.

No geral vc desabilita as funcionalidades especiais dos arquivos de disco virtual no hospedeiro para o convidado fazer esse gerenciamento. Em último caso vc usa uma partição ou mesmo um disco inteiro pra sua máquina virtual para evitar de ter essa segunda camada de tradução nas leituras e escritas.

pra quem quiser saber mais, aqui outro artigo sobre esse maravilhoso e melhor Sistema de arquivos do Linux!

1 Curtida

Quis dizer ZFS…corretor maldito…mas também é bom…hahahahhahaha

1 Curtida

O XFS tem o mesmo problema de fragmentação de HDs como no BTRFS? (Claro, no Ext4 também acontece isso) :thinking: :v:

não, xfs e ext4 ambos tem quase as mesmas “tecnologias” pra evitar fragmentação

2 Curtidas

Só imagino como seria um grande BD em BTRFS :upside_down_face:

Hoje estou usando F2FS (para SSD) e XFS (para HD)|

Outra vantangens do BTRFS é o RAID-0 muito bom e pratico para configurar

Ou no caso do Dio, já que o Overwatch no Lutris necessita uma particão em EXT4 :sweat_smile:

Venho utilizando o BTRFS à 30 dias e peguei um bug nele, fui descompactar um arquivo .rar 11mb, a descompactação consumiu todo os 100G livres no disco SSD e não concluiu, passei pra outro disco HDD com 260G livres também consumidos e não concluiu a extração. Levei o arquivo pra outra máquina com EXT4 e não tive nenhum problema da extração.

1 Curtida

Ainda não uso BTRFS pelo mesmo motivo que não uso Wayland, quando tiver mais integrado com os apps eu migro.