Após atualizar o kernel, Linux Mint não desliga

Boa tarde. Eu instalei o Linux Mint Cinnamon 19.3. Ele tava funcionando normal com o kernel 5.0.0-32, mas depois de atualizar para o 5.3.0-53, o computador não desliga; Até apaga a tela, mas fica com os leds acesos (inclusive do HD externo), aí eu tenho que forçar o desligamento segurando o botão de energia. Se eu seleciono o kernel antigo na inicialização, funciona normalmente.

Tem algum problema em usar um kernel desatualizado, se o computador estiver funcionando normalmente? É seguro? Se tiver problema, como saber a versão que devo usar? E/ou como resolver esse problema do desligamento?
Obrigado!

Boa tarde.

Recentemente houve outros colegas aqui no fórum com o mesmo erro que você, aparentemente trata-se e algum problema com o Kernel 5.3.

Se não há nenhum problema com o PC, pode manter o Kernel antigo sem problemas.

O linux mint continuou com o problema mesmo depois de trocar o kernel, reinstalei o sistema e tbm não resolveu então depois de testar o manjaro, debian e zorin parei no xubuntu 20.04

qual a sua configuração?

CPU: Pentium E5300 (2) @ 2.603GHz
GPU: Intel 4 Series Chipset
RAM: 2Gb ddr3

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Espero que sim!

Não sei se é o lugar certo pra postar meu comentário, mas é meu primeiro post no forum e eu não sou muito ligado a foruns, então não tenho prática alguma nesse ambiente.

Não é uma dúvida nem uma resposta com solução ao problema, apenas mais um relato do que aconteceu.

Enfim queria comentar o que aconteceu comigo. Sou usuário do Windows desde a versão 3.1 do sistema. Nunca mudei! Já instalei umas distros do linux algumas vezes na máquina mas nunca passava de 02 dias de teste e voltava pro Windows. Depois que comecei a ver os vídeos do Dionatan lá no youtube, a cerca de 1 mês, meu interesse foi despertado novamente.

Peguei um HD velho aqui de 40GB, IDE e instalei o MINT 19.3 Cinammon. Não fiz dual-boot, deixei o windows quietinho lá no meu SSD, já que minha vida toda tá lá e eu já imaginava que alguma coisa errada poderia acontecer. Vai vendo rsrs. E uso o gerenciador de boot da própria bios pra escolher por qual HD quero dar o boot.

Tudo ia muito bem. Assisti muitos vídeos, lí muitos textos, aprendi muita coisa. Perdi o medo do terminal. fui montando o “meu sistema” com os programas que eu quero, equivalentes aos do windows e até que estava numa configuração já bem legal.

Gente em 30 dias deu pra aprender muita, muita coisa! E a cada dia tenho me empolgado mais como sistema baseado em linux. Sinto-me com 10 anos de idade novamente, quando eu ia pra escola de informática aprender MS-DOS, WordStar, Lotus, D-Base, Formax, Print-Master e Windows 3.1. Ou com quando eu tinha uns 12, 13 anos e ganhei meu primeiro 386 e comecei a brincar com meu próprio computador. Hoje tenho 38, apenas pra citar.

Enfim da mesma forma que antes, a minha curiosidade se despertou de forma que tudo que é novo eu quero experimentar e resolver. Daí de ontem para hoje, começaram meus problemas:

  1. tive problemas com o relógio do windows, que quando estou no linux e saio pra ir pro windows, está 03 horas adiantado. dai ví um tutorial mostrando como fazer o linux trabalhar usando o RTC do PC. fui lá e mexi!

  2. eu também havia criado um atalho pra uma pasta que fica no HD com Windows, mas como o sistema não monta a unidade automaticamente, toda vez eu tinha que montar primeiro o hd pra depois o atalho funcionar. Daí fui pesquisar e achei um tutorial mostrando como acrescentar uma linha a mais no arquivo de partição FSTAB. Fui lá, editei o arquivo e salvei.

  3. no mesmo dia, chegou aqui pra mim uma atualização do kernel do linux pra versão final 53. a mesma que os colegas estão comentando aqui no post. Imediatamente mandei bala na instalação.

Daí quando reiniciei o PC, percebi que apareceu um tal “modo de emergência” dai eu achei que era por causa do horário do PC que eu mexi, mas não conseguia entrar pra resolver.

Corri pra internet pra procurar resposta e achei um comando “startx” que deixa entrar na interface gráfica. não resolveu muita coisa porque não consegui alterar nada. mas por algum motivo, quando reiniciei a máquina, ela tinha voltado a funcionar normal e acessou o linux direto, sem problemas.

Mas dai usando mais algumas horas, desliguei o PC e quando fui ligar denovo, o GRUB apareceu com opções de entrar no linux escolhendo o kernel antigo. Fiz isso e funcionou. Daí entrei, desinstalei o kernel novo, voltei as configurações do RTC pro original e fui mexer no tal do arquivo FSTAB pra voltar ao normal.

por algum motivo, a linha que eu havia colocado lá, não estava mais. de repente alguma coisa errada que eu fiz.

Enfim dai pra frente o sistema não entrou mais. ficava no modo emergência toda vez que inicializava.

Peguei o Live CD e fui tentar restaurar as partições. dai acho que foi a pior besteira que fiz. agora que não entrava mais de forma alguma. Estraguei alguma coisa na inicialização do sistema. Mas como ainda conseguia acessar as pastas do HD, pelo live CD copiei todo o conteúdo do hd de 40gb do linux pra uma pasta dentro do SSD e deixei lá.

Desliguei o cabo SATA do SSD pra não fazer uma besteira mais séria, coloquei de volta o live cd e tentei reinstalar o sistema. segui uns tutoriais mostrando como manter as mesmas partições e como manter a pasta home original.

Sem sucesso pessoal. Não sei o que fiz de errado mas não consegui acessar mais nada no HD de 40GB. em algum momento acabei alterando alguma coisa que a partição não era mais reconhecida. Isso ja era umas 04 da manhã de hoje (hoje é dia 23/05/2020 e agora que estou escrevendo esse post é mais ou menos 11:40).

Daí não me restou outra escolha: usei o liveCd pra apagar as tabelas de partição e formatei o disco inteiro. já reinstalei o mint e é dele que estou escrevendo agora, mas voltou ao padrão do sistema todo limpinho. Tudo que eu instalei, tudo que personalizei nesses 30 dias, perdi.

Estou chateado? Sim, estou! Mas também estou feliz pelo quanto eu aprendi com esse problema todo!

Os maiores aprendizados dessas últimas 24 horas foram:

  • não vale a pena atualizar o Kernel a não ser que seja NECESSÁRIO para usar alguma nova função, ou detectar algum novo hardware, ou algum outro motivo MUITO importante. Se o sistema está funcionando direitinho, é melhor não mexer no kernel pra nada.

  • mexer nas tabelas de partição do arquivo FSTAB é muito arriscado. Se fizer besteira, seu sistema pode ficar inacessível e daí pra recuperar, só via linha de comando no terminal. Se você for inciante como eu que não sabe usar direito o terminal, mexer na tabela de partições não é uma boa ideia.

  • por sorte não coloquei o linux em dualboot com o windows no mesmo HD. e não farei isso tão cedo. até estar mais habituado com o sistema e saber resolver os pepinos que aparecerem com mais calma.

Enfim é isso! Espero que meu relato aqui seja útil pra mais algum colega entusiasta do linux que está começando. Não pra desanimar, mas ao contrário, pra animar ainda mais os colegas a continuar aprendendo. Tomara que muitos aqui também tenham despertado esse interesse em “reaprender” informática e aprender muitas e muitas coisas novas no mundo linux, assim como está sendo comigo!

Abraço a todos,

Danilo Sodré!

1 Curtida