Amazon traz para o Brasil o programa de logística FBA (Fulfilment By Amazon)

Mais um anúncio foi feito nesta quarta-feira (09/12/20) pela Amazon. Primeiro foi a chegada do Amazon Logistics e agora com o FBA (ou Logística da Amazon) para quem quer vender dentro da plataforma (marketplaces ou sellers).

Resumidamente o FBA significa que a Amazon ficará responsável por armazenar e fazer a entrega dos produtos dos parceiros dela, tendo duas “categorias” para utilizar o serviço.

Como funciona o Fulfilment By Amazon - Logística da Amazon

Para quem for do estado de São Paulo e estiver sob o regime tributário do Simples Nacional, poderá participar do FBA, que consiste da seguinte forma. O parceiro (seller) envia o seu produto para o centro de distribuição da Amazon e ela cuida de todo o processo restante, como o empacotamento do produto, entrega para a transportadora quando alguém efetuar alguma compra, ficando responsável pelo atendimento pós-venda (24/7) além de ajudar na estratégia comercial, como por exemplo indicando quantas unidades daquele produto deverá estar disponível nos armazéns.

Com isso alguns dos produtos poderão receber o selo Prime, tendo assim o frete expresso grátis para assinantes do Amazon Prime, tendo o prazo de até 2 dias úteis para as São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia, Florianópolis e Vitória. Já para outras cidades o prazo fica de 3 a 5 dias úteis. Os critérios para receber o selo Prime não foram revelados pelo diretor do FBA no Brasil, Rafael Ferreira, que ainda comentou:

“A Amazon vai auxiliar na estratégia dos parceiros. Daremos a sugestão de quais e quantos produtos devem ser enviados por meio do programa, além de ferramentas de precificação e de promoção com foco em aumento na conversão de vendas”

Terá uma versão do FBA para quem não for de São Paulo e não estiver no Simples Nacional, é o FBA onsite, que consiste da seguinte forma. O vendedor parceiro fica responsável por ter o estoque próprio e embalar o produto para envio, mas usando as ferramentas de gestão para estoque da Amazon e a coleta é feita por uma transportadora parceira da Amazon que fará a entrega do produto. A Amazon ficará responsável pelo pós-venda nesse regime.

Esta modalidade está disponível para quem estiver localizado nos estados do Sul e Sudeste, além de Pernambuco, Bahia e Distrito Federal. Ambas modalidades entraram em operação nesta quarta-feira (09/12/2020).

Os custos dos programas para quem for parceiros não foram revelados, mas segundo a apuração da InfoMoney, “No primeiro ano de serviço, o parceiro vai arcar com o custo programa e o custo adicional de envio do centro de distribuição da Amazon ou armazém do vendedor parceiro até o cliente. Ainda não há mais detalhes sobre alterações de preço do programa no futuro.”. Ainda teve uma complementação do diretor:

“O valor adicional cobrado varia de acordo com o peso da carga. Mas não vamos cobrar o custo de armazenagem, nem o custo de trazer o produto do seller até o CD da Amazon no caso do FBA”.

Para mais detalhes, acessem a matéria completa aqui.

Muito bom que esses tipos de soluções estejam chegando ao Brasil, pois esses tipos de facilidades sempre são bem vindas !!!

Nos vemos no próximo post, forte abraço! E confira nosso Feed RSS

3 Curtidas

Isso é muito bom :smiley:
Estava sentindo que a Amazon Prime estava perdendo para o Mercado Livre Full, pois esse ultimo eu compro num dia e no outro já estava em casa… Enquanto a Amazon estava demorando no mínimo 3dias para entregar…
isso vai acelerar demais suas entregas!

1 Curtida