A "família" de sua Distro morreu! Qual Distro você usaria?

Vamos supor que a Distro que você usa e a família dela “morreu”, logo, nesta situação, qual Distro você utilizaria?

Se você utiliza o Mint, então você terá que escolher alguma Distro fora da “bolha” do Ubuntu; caso você use o MX Linux, você terá que escolher uma Distro fora da bolha do Debian etc.

Eu começo: atualmente uso o Manjaro, mas caso a “família” Arch morresse, eu usaria o Fedora, porque ao meu ver, o Fedora utiliza o melhor modelo de distribuição, por assim se dizer, já que é uma Distro que trabalha com lançamentos fixos mas recebe atualizações constantemente, sejam estas para o sistema ou para os programas/pacotes dos repositórios. Portanto, nessa brincadeira eu escolho o Fedora, mas eu também poderia vir a usar o OpenSUSE Tumbleweed caso eu não me adaptasse ao Fedora.

6 Curtidas

Usaria opensuse infelizmente nunca me dei bem com o fedora

2 Curtidas

Fedora (20 caracteres)

2 Curtidas

Eu usaria o Opensuse

2 Curtidas

Cara, se a família SUSE morresse, um monte de empresa que usa SLES nos servidores iria pirar. No meu caso seria só voltar para o Manjaro

2 Curtidas

Uso Ubuntu, e também curto arch. Morrer Debian e Arch é difícil, mas se acontecesse eu iria pro BSD.

1 Curtida

Talvez eu fosse pro Fedora. Apesar de eu gostar muito do AUR, eu não usaria o Arch nem derivados porque é RR. Eu prefiro algo mais equilibrado entre estabilidade e atualizações e o Fedora se encaixaria bem nesse quesito

1 Curtida

Ubuntu morreu? Uso Fedora. Fedora morreu? Uso Debian. Debian morreu? Uso qualquer outra fix release. (Jamais, never, nunca, zulive) de usar Rolling Release.

1 Curtida

Uso o Kubuntu. Se o *ubuntu morresse, eu voltaria para a família Mandriva, mais precisamente pro Mageia. Ou eu vou pro Solus quando este fornecer uma iso com KDE já imbutido.

Se todos esses morrerem, passou a usar qualquer distribuição amigável ao usuário.

1 Curtida

Uso o Mint com base no Ubuntu, mas se algo acontecer e a Canonical bloquear o uso irrestrito de seus repositórios, mudaria pro LMDE, q na prática, já é uma alternativa, justamente para o caso de a Canonical alterar suas políticas.

1 Curtida

Eu usaria o Debian (20 caracteres)

2 Curtidas

Fedora para, talvez, openSUSE tumbleweed ou Arch. Por ter sempre pacotes atuais/estáveis, parecido com Fedora…

1 Curtida

creio que para quem usa Ubuntu LTS, seria openSUSE Leap ou CentOS?

1 Curtida

mas qual versão? testing ou sid?

1 Curtida

mas continuaria na mesma família assim… Ubuntu está na família Debian…

Eu entrei nesse universo desde fevereiro desse ano e comecei com o Mint, após assistir dezenas de vídeos do @Dio e do canal Linux Scoop sobre diversas distros e ler alguns artigos sobre Linux e open source, desde então a única “experiência” fora do Mint foi com o Ubuntu 18.04 LTS (grande mudança! hahaha) que usei por um mês e logo voltei ao anterior, hoje o uso na versão 19.3.
Não domino ainda essa coisa das “famílias” das distros, tipo quem é baseado em quem, portanto, o que posso dizer é que, se os desenvolvedores do Mint resolvessem largar o projeto e encerrar a distribuição (que é até onde meu conhecimento vai) talvez tentasse usar o Deepin ou o próprio Ubuntu (talvez Kubuntu, etc.) ou me arriscaria em distros como Manjaro ou Fedora, apostaria na curva de aprendizagem para pisar em um novo solo dentro do que eu chamo de Universo GNU/Linux!!!
Embora em 2020 preciso me organizar e adicionar um novo SSD (de capacidade menor) para usar essas distribuições por algum tempo sem ter que abrir mão do Mint (não falo em dual boot, falo em usar as distros em SSDs separados mesmo!)
É isso! Um feliz 2020 para todos da comunidade e muito obrigado por me acolherem, já que, sempre que tive dúvidas fui muito bem recebido por todos!

2 Curtidas

Se as distribuições baseadas em Debian morressem provavelmente eu migraria para o Android ou Chrome OS.

:vulcan_salute:

1 Curtida

Debian (20 caracteres)

1 Curtida

Provavelmente Arch ou derivada dele como o Manjaro… Depois do Ubuntu são as que mais testei.

1 Curtida

Se das que eu uso morressem… Eu voltaria pro windows sem olhar pra traz
No caso e o Ubuntu, Mint e Manjaro