Zorin Ultimate: a melhor LTS que eu já usei

Já faz algum tempo que eu recomendo o Zorin como uma boa opção para pessoas que procuram um sistema operacional com foco em estabilidade. Eu mesmo, já havia testado o Zorin Core em minha máquina de trabalho e gostado bastante da distro.

Alguns dias atrás, recebi uma chave para testar o Zorin Ultimate - que é a versão paga e com alguns recursos estendidos, como o suporte técnico oferecido pela equipe da Zorin OS Technologies e apps extras.

De acordo com o site da empresa, o Zorin Ultimate traz “os mais avançados programas de código aberto para que você possa liberar todo o potencial do seu computador”. O Zorin OS Ultimate 15.3 utiliza o Ubuntu 18.04.x LTS como base, sendo possível perceber o toque da equipe da Zorin em diversas áreas do sistema.

Algumas características que chamam a atenção:

  • Kernel 5.4.x (com opções para HWE e baixa latência).
  • Gnome Shell 3.30 / Gnome Desktop 3.28.
  • Drivers Nvidia 390/418/430/435/440/450/455/460.
  • Temas com layouts exclusivos.
  • Suporte nativo aos formatos Snap / Flatpak.

Além do tema totalmente customizado e da seleção de pacotes bem ampla, podemos notar os apps desenvolvidos pela empresa como o Zorin Appearence, Zorin Connect e algumas customizações no painel de controle do Gnome.

Nos últimos 5 dias eu utilizei o Zorin Ultimate como ambiente de produção, e posso afirmar, que ele entrega uma experiência mais fluída e com melhor performance geral do que o próprio Ubuntu LTS.

Ao longo destes dias consegui manter minha produtividade intacta no Zorin, não sofri nenhum travamento ou encontrei algo que não estivesse funcionando como deveria.

Minhas únicas ressalvas são em relação ao tema padrão, que mesmo entregando um visual bastante sólido e conciso, é muito claro para o meu gosto, o que me levou a testar o tema escuro, que eu achei muito escuro. Outro ponto é a profusão de cantos arredondados em todos os lugares, o que me incomodou algumas vezes.

Você já utilizou alguma versão do Zorin OS?

Está utilizando um sistema LTS ou prefere trabalhar sempre com as versões mais recentes dos pacotes? Vamos estender essa discussão aqui nos comentários.


Créditos da imagem: Dgim Studio

13 Curtidas

Eu instalei o Core numa máquina virtual e, sou bem franco: ainda não entendi qual é o apelo da distribuição. É um Ubuntu que entrega um GNOME que lembra um misto de Windows (por causa da barra de tarefas) com um macOS Big Sur sem transparência (por causa do tema padrão quase monocromático e com cantos arredondados). Infelizmente, eu notei algumas falhas ou falta de tradução para o português brasileiro aqui e ali, já começando pelo menu principal.

O maior diferencial que eu vi é o sistema perguntar se o usuário quer tentar rodar um “.exe” no Wine. Outro diferencial é, na minha visão, um problema: firewall desativado por padrão.

A seleção (ou showcase) de pacotes não tem diferenciais substanciais. O LibreOffice é “carne de vaca” em praticamente qualquer distribuição ocidental, enquanto Xournal, Planner e HomeBank estão na estrada há bastante tempo. O View Your Mind talvez seja o mais desconhecido, mas ele sozinho não justificaria uma migração.

2 Curtidas

Olá @knimer tudo beleza contigo?

Todos os pontos que você levantou são válidos no ângulo que você está analisando. Eu, por exemplo, dependo da máquina funcionando sem parar para ganhar meu suado dinheirinho. E nisso, o Zorin me atendeu completamente.

O tema é realmente um dos pontos que fica difícil defender no Zorin, mas sobre pacotes, basta remover/instalar o que for preciso para seu fluxo de trabalho. :wink:

Qualquer um que esteja 100% satisfeito com a distro que vem usando, não deveria considerar migrar. Mas, se você ainda está procurando por algo sólido e estável, existe uma grande chance do Zorin conseguir te atender.

:vulcan_salute:

E Zorin OS 16? Quando será que vai sair? Espero que eles usem Gnome 3.38😅, pois o 3.36 é um bugado para mim.

1 Curtida

Olá @Guilherme_Henrique tudo beleza? Ainda não temos notícia sobre o Zorin 16.
Mas não creio que devemos vê-lo tão cedo, meu palpite (se nenhum embasamento) é que o 16 deverá vir somente na próxima LTS, que será a 22.04. :wink:

:vulcan_salute:

3 Curtidas

Eu tenho ele instalado em uma máquina virtual e gosto dele. Talvez fosse uma opção caso desejasse trocar de distro e fosse deixar de usar distros RR.

2 Curtidas

Já usei as versões Lite e Core, são realmente incríveis. Alem de recomendar para clientes meus em que o Windows não da conta na maquina. Fora que a próxima versão, a 16, virá com a base 22.04.1 ou .2 ainda esse ano, então terás as implementações e novidades do Ubuntu 20.04 (lembro de ter visto isso no Twitter deles). Se eles trabalharem certinho e crescerem, tem tudo pra se tornarem uma opção muito viável no mundo Linux.

4 Curtidas

Eu não sou um usuário técnico (já fui da área de T.I. mas no tempo jurássico, dos mainframes IBM). Sou usuário do Linux (principalmente Ubuntu e derivados) desde 2008. Ultimamente, vinha usando o Ubuntu 20.04 LTS no meu note “principal” mas, como gosto do Pop OS!, acabei migrando para ele (20.10). Aí, ele começou a dar alguns pequenos problemas (o mais chato era que, na maioria dos boots, o som ficava mudo (“saída fictícia”) e só funcionava no fone de ouvido ou no bluetooth – e não consegui resolver apesar de pesquisar tanto aqui no forum Diolinux quanto em sites nacionais e do exterior. E o chato era que, de repente, depois de vários dias assim, ele “milagrosamente” voltava a ficar com o som OK. No boot seguinte, lá vinha o “som fictício” de novo…).
Então, cheguei à conclusão que, para o que eu utilizo, não preciso estar up-to-date. Prefiro um ambiente estável, que não me obrigue a ficar pesquisando e “escovando bits”. Como eu já havia usado o Zorin OS há cerca de um ano atrás, decidi voltar para ele. Já estou nele há mais de um mês e está ótimo. Inclusive, ao contrário de alguns dos comentários aqui, eu gosto do tema dele.

2 Curtidas

Agradeça à Canonical e ao Debian que criaram o sistema operacional, testaram, aplicaram patches, integraram. O LTS não vem do Zorin, mas do Ubuntu.

O Zorin OS nada mais é que o Ubuntu com algumas extensões próprias, nada além disso. É até esquisito dizer que ele tem uma performance melhor que o Ubuntu LTS, pois nada verdade ele é o próprio Ubuntu LTS.

Eu duvido que as extensões adicionais do Zorin OS influenciem no desempenho do sistema.

Acho o Zorin OS interessante se quiser entregar um sistema com Gnome e um layout similar ao Windows. Não há nada de especial no Zorin OS, nada que não possa ser feito no Ubuntu.

Creio que essa impressão de maior velocidade possa ser devida a configuração da interface gráfica.

1 Curtida

Eu usei o não pago e senti bastante pesado e com leves travamentos, fora isso curti a esperiência.