XFCE 4.16: a sua próxima interface gráfica?

Sim concordo com você, porém minha afirmação é de que o KDE deixou de ser aquele cara pesadão de antigamente e o XFCE tem ficado “digamos assim” mais encorpado rsrsrs.
Mas sim o XFCE é muito mais leve que o KDE. Tanto que no meu PC antigo uso ele e no PC bom de bola uso o Gnome. Todos com openSUSE Leap.

1 Curtida

Gnome e KDE para mim em relação a peso são parecidos.
Basicamente a mesma coisa. Lógico que o KDE tem mais aplicativos junto no ambiente pós-instalado.

Bem, nesse ponto não concordo plenamente com você.
Digo isso pela exigência gráfica no Gnome, mesmo desligando os efeitos ele é bem exigente. Mas tem o lado bom, acho que o gnome gerencia melhor a relação Processador e memória, mesmo parecendo ser comilão de ram o Gnome faz um trabalho melhor. Já o KDE tem feito um belo trabalho e tem ficado “quase” no mesmo patamar mas um pouco mais leve, tendo em vista a maior possibilidade de ajustes/personalização e com isso podemos deixa-lo mais enxuto.
Resalto que minhas observações são pessoais e de acordo com meus equipamentos, não sendo a verdade absoluta.

2 Curtidas

Blz…
Tentei usar o KDE por seis meses, mas não consegui ficar nele.
Um ponto foi o visual, outro os aplicativos do KDE tem tanta coisa que prejudica às vezes. Sabe para quer ter um ambiente que demora dias ou horas para deixar de uma maneira usável para você.
Em relação a memória concordo contigo, o Gnome está na frente.
O KDE é tão comilão quanto o Gnome, o problema que no monitor ele não mostra isso.
você pode ver o uso real por aqui:

2 Curtidas

Depende da distribuição que você usar. No Arch Linux eu consigo fazer uma instalação mínima do Gnome só com o necessário pra mim, ficando o consumo, no que diz respeito a memória RAM, entre uns 400 - 600 MB ao iniciar, sem abrir nada.
Já usei no Fedora, no Ubuntu e no Pop OS e não consegui ter a mesma leveza. Eu tentei desinstalar pacotes e serviços que eu não uso, como o evolution-data-server, mas não consegui porque era dependência do Gnome. No Arch/Manjaro eu tenho a opção de instalar isso ou não.

2 Curtidas

Sei que foi uma afirmação, mas acho dificil chegar a esse valor.

Pelo que vi vc deve ter visto com o conando free, sem levar em conta tpmfs, e outtras opções

Veja com o ps_free se é mesmo este valor

Não é uma medida precisa, eu sei, mas eu coloquei mais ou menos o valor que aparece no htop. Com o comando free -h chega a ficar um valor ainda menor que 400. No Gnome System Monitor fica uns 700…
Mas é fato que consome bem menos que o Gnome em outras distros, pois como eu disse, eu instalo só o básico mesmo, nas outras distros eu não consigo fazer isso, porque o próprio Gnome Shell dessas distros instala muita coisa que eu não uso como dependência obrigatória, que no Arch é opcional.

Não conhecia esse, vou dar uma olhada, obrigado.