WWDC 2020: As novidades que a gente já tinha visto em algum lugar

Confira o post completo no blog: https://diolinux.com.br/2020/06/wwdc-2020.html

A WWDC, evento anual da Apple com foco nos desenvolvedores, apresentou diversas novidades para seus sistemas operacionais, mas nada de novo na indústria.

3 Curtidas

Como já disse Antoine Lavoisier “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.”
E o que acho mais interessante é justamente essa evolução de conceitos já criados que nem sempre se dá um passo à frente ou atrás.

1 Curtida

acho que a unica coisa de mais impacto é o abandono dos chips intel em favor dos chips da própria Apple. Isso talvez vá dificultar a vida de quem gosta de usar um macbook pra rodar Windows ou Linux, já que eu dúvido que a Apple vá dar margem para instalar outro OS, como ela já faz em seus dispositivos móveis onde estes processadores já são utilizados. Resta saber se isso vai aumentar ainda mais a participação no mercado dos equipamentos da apple e seus sistemas operacionais ou se vai limitar ainda mais o publico por conta dessa limitação.

Outra coisa interessante para quem utiliza o ecossistema da Apple é que a integração entre dispositivos móveis e os computadores da marca deve ficar ainda mais forte. Alguns aventam por ai a possibilidade de que o MacOs 11 seja o ultimo MacOS e que no futuro tenham um AppleOS que permeie todos os equipamentos da marca, de móveis até servidores.

Bem isso mesmo… Mas eu acho sensacional como o marketing deles consegue vender isso tudo como novidade.

Até o momento, o Bootcamp não vai existir nos Macs com ARM. Talvez até apareça no futuro, mas só o tempo dirá…

Isso eu já não boto muita fé não, mas um Macbook com touchpad eu acho beeeem provável, já que os botões e ícones no novo MacOS estão todos maiores.

O maior problema e que daqui a algum tempo os macbooks e desktops vão se tornar grandes “ipadzões”. Vão funcionar que é uma beleza e vão ter lá seus cinco anos de atualização de SO, mas no fim da vida, se você quiser abrir pra botar mais memória ou trocar o hd, não vai dar pra fazer nada, porque do lado de dentro vai ser tudo integrado numa placa só. E eu achava que isso era só no futuro, mas alguém do Calango Hacker Clube comentou comigo que desde 2018 as SSDs dos macbooks são soldadas na placa. Se acontecer de dar uma falha (e eu já perdi um ssd nvme num note da LG por falha de hardware) pode ser que você fique com um equipamento inutilizavel.

1 Curtida

Sim, tem alguns anos já que a Apple caminha por esse lado, e claramente não pretendem voltar atrás. É uma pena, mas é compreensível já que eles querem controlar todos os aspectos do hardware e software…