Valve anuncia Steam Deck, seu console portátil rodando SteamOS 3.0

Que interessante, vou dar uma olhada. Obrigado pela dica.

1 curtida

so uso a porqueira da epic por causa do Borderlands 3 que eu comprei antes de sair na steam pq se não nem abriria ela.

1 curtida

Acredito que sim, alguns estúdios estão ajudando com o suporte via proton ao invés de fazerem porte para Linux que além de ser mais interessante em termos de performance é mais barato para eles.

1 curtida

Resposta resumida é que games darão suporte a proton ao invés de fazer portes para Linux

A proposta das Steam Machines eram de ser consoles de sala, apenas para jogar e nada mais.
Aquela opção de “Habilitar Área de Trabalho” era apenas um extra não-recomendado, e bem limitado.
Apenas experimentei o SteamOS (debian-based) no meu PC mesmo, para jogos era OK, mas usá-lo como Sistema Operacional era bem limitado.
Mesmo eu não gostando da experiência SteamOS (debian-based) e do pequeno catálogo de jogos nativos SteamOS daquele tempo, eu pagaria por uma Steam Machine em preço acessível, mais por conta do meu entusiasmo pela Valve mesmo.

Neste caso, agora que não é mais apenas um Console, mas sim um PC Gaming Portátil, para mim tanto faz se fosse ArchLinux ou Debian, mas a troca de GNOME para KDE Plasma me parece ter sido uma escolha certa, pois o KWin sempre ofereceu mais desempenho e fluidez em jogos com minha NVIDIA em minha experiência.

4 curtidas