Ubuntu 20.04 Minimal - mini.iso disponível!

Pessoal,

Quem estiver procurando a mini.iso do Ubuntu 20.04 Focal Fossa, ela foi movida de lugar.

A princípio não haveria mais uma mini.iso, o processo de instalação seria diferente, voltado para instalações em cloud, aí o pessoal chiou e então disponibilizaram a iso, mas acho que será a última!

A discussão pode ser vista aqui:




De qualquer forma, aqui pode-se baixar a iso:

http://archive.ubuntu.com/ubuntu/dists/focal/main/installer-amd64/current/legacy-images/netboot/

Apenas 74 Megas!!!

10 Curtidas

Amigo, me ensina a deixar meu linux assim igual ao seu… leve e bonito rs.

1 Curtida

Diogo,

Essa imagem é da instalação básica da mini.iso com o metapacote do “Lubuntu-desktop”, o Lubuntu usa a LXQT como interface gráfica e ela é muito leve mesmo, inclusive uma das “flavours” do Ubuntu é com essa interface, a ISO do Lubuntu tem 1.6 GB aproximadamente.

Eu fiz uma outra instalação com a interface do “Xubuntu” que usa o XFCE, eu até preferi inclusive, ocupou menos espaço em disco!!!

A graça da mini.iso é essa, você instala o básico e escolhe o que quiser depois, isso com irrisórios 74 Megas! Para computadores mais antigos, básicos, alguns tipos de servidores ou até para quem gosta de selecionar aquilo que vai instalar é uma ótima opção, pena a Canonical dar pouca importância.

Agora, os “wallpapapers” do Ubuntu são bonitos mesmo, eu gosto dessa variação de cores que eles usam, apesar de estar usando um no tom de cinza atualmente! rsrsrsrs

2 Curtidas

Esses dias tava procurando essa iso. Achei um note antigo aqui, e queria instalar o xubuntu pelo pacote “xubuntu-core^” e não achei de jeito nenhum. Acabei instalando pela lts 18.04 mesmo.

Alguém sabe o motivo de a Canonical querer abandonar as isos mini?

1 Curtida

No link da discussão que eu postei, alguém afirmou que na verdade a mini.iso nunca foi um método oficial de instalação do Ubuntu, e que haveria outras maneiras melhores de fazê-la. (live-installer)

Inclusive disseram que a mini.iso não instala em modo UEFI com o debian installer, somente no modo BIOS Legacy e que isso já mostrava que seria destinada a poucos servidores antigos.(Besteira, tem como consertar, só não fizeram oficialmente.)

Bom, a discussão lá foi tão grande que acabaram disponibilizando a mini.iso novamente, mas em outro lugar.

Não acho que terá uma mini.iso na próxima LTS, a não ser que o povo reclame muito de novo! :joy:

1 Curtida

Ih, não tinha lido as postagens. Vou dar uma conferida lá. Uma pena isso. Porque a melhor forma de instalar o XUbuntu é pelo pacote “xubuntu-core^”.

1 Curtida

:slightly_frowning_face: Se eles pararem de fornecer a iso do Ubuntu Minimal na certa vou migrar pro Arch, isso eu não quero, pois acho o suporte da Comunidade Ubuntu muito mais sedutor.

1 Curtida

@marrodbr , li o debate que você enviou, pegou fogo :sweat_smile:

Inclusive concordo com o que @over.clk disse, tanto que hoje estou usando o debian testing porque não encontrei a iso mini do ubuntu, fiquei feliz de saber que ela existe :sweat_smile:

Tem também uma coisa do debian que achei maravilhoso e ainda não vi em outras distros, uma live standart que permite você literalmente ter um sistema limpo com o terminal e ir instalando coisas para testar, depois você reinicia e o sistema esta limpo denovo e por ai vai, é uma brincadeira muito legal testar instalações minimas do xfce e lxde sem precisar instalar no computador ou usar VMs :rofl:

2 Curtidas

São coisas como essas que fazem falta para quem gosta de testar novas possibilidades!
E tudo bem, temos outras distros para fazer o mesmo trabalho, mas a base Ubuntu é grande e não deveria abandonar algumas coisas que a comunidade sempre gostou.
Por mais que a Canonical seja uma empresa - ela precisa dar lucro - e o seu foco esteja nos negócios e nas empresas que vão rodar o Ubuntu “on-premise” ou na Nuvem, é a comunidade que fortalece a imagem do Ubuntu.
Sinceramente na minha humilde opinião, esse tipo de situação nem deveria acontecer, ter que brigar para que a Canonical - bem a contragosto - libere a mini.iso do Ubuntu 20.04.

2 Curtidas

Testei o Arch. Sabe o que pega? É que, instalando o mínimo do mínimo, você fica obrigado a otimizar tanto que às vezes não compensa. Compilar um kernel numa máquina antiga e gastar 24 horas nisso, por exemplo? Tá bom, o trem fica otimizado quando você acertar, mas enquanto você não acertar, serão “n” horas gastas em compilação. No caso específico da máquina em que o Arch seria instalado, desisti no caminho. Instalei um Lubuntu e fechei os olhos para a otimização.

1 Curtida

Realmente, o novo aprendizado sempre é dispendioso, mas uma vez configurado é só proveito, e gosto do Ubuntu porque é bem prático no encontro de resoluções e seu acervo é o mais prático das distribuições. A gente fica velho e sem paciência e vai querendo também tudo no automático, mesmo sabendo que neste método inclusive há riscos. Pessoalmente, ainda gosto de personalizar.

Concluir toda uma instalação personalizada realmente pode levar muito tempo, talvez até dias…

2 Curtidas

Mas tu não precisa compilar nada no arch para ter um sistema usável, aliás nem o Gentoo obriga o usuario a compilar o kernel

1 Curtida

Eu acho que a comunidade dará um jeito de manter essa distro, nem que precise criar um nome novo

1 Curtida

Sim, isso pode acontecer mesmo!

Muito bom saber, eu achava apenas do 18.04 LTS, não do 20.04 LTS.
Agora temos uma ISO leve, que pode ser inserida em qualquer dispositivo (eu mantinha a ISO antiga num SD).

1 Curtida