Tem algum problema em utilizar o Windows sem ativar? (para uso pessoal)

Bom dia.
Eu gostaria de saber se tem algum problema em usar o Windows sem ativar, além das limitações de personalização. Pois eu estou querendo usar alguns aplicativos no Windows, mas já que uso Linux não quero (e nem posso) comprar a licença só pra isso.

Tudo bem, @Pedro_Guilherme? Wine, PlayOnLinux etc. não serviriam?

1 curtida

Não, ou melhor serviram em partes. Como disse sou usuário de Linux (e gosto muito), mas gostaria de testar a minha nova placa de vídeo em alguns jogos da Epic Games, e alguns aplicativos da Adobe… Aí como nós sabemos nem o Lutris nem Wine deram conta.

1 curtida
3 curtidas

Esse assunto tem alguns bons debates em fóruns sobre Linux em português. Exemplo:

Mas, resumidamente, ficar com o sistema sem ativar trava alguns recursos:

3 curtidas

Isso não é exatamente correto, o Windows 10 tem sido oferecido como uma atualização gratuita para usuários que já possuem chaves de ativação de outras versões do Windows. Porém, usar o Windows 10 sem possuir nenhuma licença elegível ainda é uma violação e considerado pirataria.

Você pode instalar um Windows (qualquer versão) sem ativação para fins de estudo ou pesquisa por tempo limitado, mas manter essa cópia por tempo indeterminado é considerado sim pirataria.

Instalar apenas para testes não é considerado pirataria, mas se você adotar esse sistema como uso normal, está sim violando a licença.


Vejo em diversos lugares o pessoal procurando formas de justificar a utilização sem licença de softwares como o Windows, mas, na maioria das vezes, isso não passa de procurar formas de validar escolhas questionáveis.

:vulcan_salute:

3 curtidas

Bem, o tempo limitado seria o mesmo que o período de avaliação? Ou pode excede-lo?

Somente o tempo oficialmente liberado para a avaliação.

:vulcan_salute:

Estou muito confuso, porque na maioria das vezes (sempre) a Microsoft só fala das funcionalidades que você ira perder, mas nunca sobre ser algo ilegal (levando em conta os fóruns e conversas que tive com eles). Hoje mesmo liguei para o suporte, perguntei sobre a ilegalidade, e me falaram apenas das funções que seriam perdidas…

Na verdade é bem simples, o Windows é um produto pago, usar ele gratuitamente na vasta maioria das vezes será algo errado.

No suporte ou qualquer canal oficial, a equipe da Microsoft não vai te ameaçar e falar que “algo ruim” acontecerá se você piratear o Windows. Eles usarão estratégias de vendas para tentar te conversar a comprar.

É bem simples, a gente que complica, tentando achar significado onde não há.

:vulcan_salute:

1 curtida

É um caso diferente, mas, isso me lembra a estratégia curiosa do WinRar:

De toda sorte, não é um produto proprietário freeware, então, sem licença não deve ser usado por questões legais. Aqui está o contrato integral:
https://www.microsoft.com/en-us/Useterms/OEM/Windows/10/UseTerms_OEM_Windows_10_PortugueseBrazil.htm

Além da quebra do contrato da licença após um dado período experimental, me pergunto se o W10 recebe atualizações normalmente mesmo diante desse quadro?

1 curtida

Somente updates críticos de acordo com o answers.microsoft

1 curtida

Então taí mais uma limitação importante, inclusive, mais importante que a não-customização. Isso por si só já é um motivo para não manter uma cópia sem ativar depois da expiração da licença.
P.S.: você postou essa explicação no post anterior ao mesmo tempo em que eu me questionava sobre isso. :grin:

1 curtida

Pessoal, sinceramente não vejo como discutir semântica pode levar nossa comunidade a um melhor uso da tecnologia e da troca de conhecimento.

O Windows é um produto pago, simples assim.
Se você não comprou, não use.

Precisamos usar o bom senso e não estender discussões que não agregam nada.

:vulcan_salute:

4 curtidas