[Soluções para Windows] Terminal

Boa noite pessoal.

Estive um bom tempo afastado do forum por motivos pessoais e quero retornar com algo útil para os membros da comunidade, particularmente para o pessoal que trabalha com TI ou desenvolvimento em windows.

Edit: Tive uma ideia que possivelmente ajudará algumas pessoas. Nos próximos dias criarei uma sequência de tópicos apresentando em cada um uma ferramenta que ajude na produtividade no windows (usualmente de quem utiliza o PC para pesquisa/desenvolvimento ou TI em geral). Assim posso contribuir um pouco com a comunidade.

É de conhecimento geral que o “terminal” no windows fornece pouquíssimas opções de trabalho e que, para aqueles que estão acostumados com o bash (ou qualquer outro equivalente) com muito mais recursos presente no linux, sofrem ao dar algum suporte ou efetuar tarefas em máquinas com windows.

Na verdade não sei qual é a abrangência real desse problema, mas era algo que me atrapalhava muito, ainda mais que eu trabalho bastante com python e rotineiramente efetuo tarefas relacionadas com rede, onde as principais ferramentas são utilizadas por meio do prompt de comando. Para solucionar tal problema eu já utilizei por um bom tempo o ConEmu, porém, essa solução dependia de algum grau de configuração que me tomava tempo e, pensando em solucionar esse problema de maneira mais eficiente, acabei encontrando uma alternativa que resolveu todos os meus problemas com o prompt do windows:

Cmder: Um “empacotamento” de ferramentas de terminal previamente configuradas usando como base o ConEmu já citado mas que inclui o Git, Bash, Vi, dentre outras ferramentas e integra todos os atalhos e ferramentas padrões do bash (já conhecidos por quem trabalho com linux) em todos os terminais.

Usando o Cmder é possível:

  • Trabalhar com múltiplas abas, sendo essas separadas ou em “split screen” compartilhando a mesma janela;
  • Operar com vários tipos de prompts simultâneos (por exemplo, é possível abrir um bash, um cmd, um powershell, um python e um julia com ou sem privilégios de Adm em janelas divididas ou em abas individuais);
  • Configurar novos prompts (por exemplo, pode-se configurar um prompt do python sendo que o único requisito é que seja informado o endereço da instalação do python ou que este esteja incluso no “path” das variáveis de sistema);
  • Transportar essa ferramenta já configurada em qualquer flash drive já que é totalmente portable.

Para quem gosta de “firulas” (eu já gostei, hoje não tenho mais paciência, deixo tudo com configurações de aparência padrão), todas as características de aparência dele são configuráveis, exceto pelo “Mintty” que eu não sei qual o motivo mas eu nunca consegui alterar suas opções de aparência, talvez até tenha como mas eu nunca investiguei.

E para aqueles mais puristas, o projeto ainda é open-source: Github.

Seguem algumas screen shots:

5 6

4 Curtidas

Valeu pela contribuições, me retire uma duvida essas limitações no Promp de comando são encontradas também no PowerShell ? visto que o PowerShell é uma versão atualizada do velho Promp de comando

1 Curtida

Não sou usuário de PS e portanto tenho pouquíssima experiência no mesmo, minha maior necessidade vem do python (e também do meu atual teste julia), portanto, o que eu te responder aqui, tenha em mente que pode estar incompleto. O pessoal que trabalha com suporte TI em windows certamente poderá te falar de forma mais detalhada.

Separando em duas partes a resposta, em primeiro lugar, em relação à funções operacionais do terminal (teclas de atalho, auto completar, trabalhar em múltiplos painéis/abas, etc):
O PowerShell ISE fornece muitas opções e ajuda bastante nesse aspecto, contudo, essas funcionalidades ficam exclusivas do powershell em si e seus comandos próprios (inclusive ele possui uma janela de funções onde você pode jogar algum comando só clicando com o mouse e completando os campos de argumentos, sem a necessidade de digitar nada, Figura 1).

Figura 1

Porém, se você precisa interagir com algum software que gere um prompt extra, como no python, você encontrará problemas (Figura 2) te impedindo de interagir com o mesmo.

Figura 2

Pelo pouco que tentei usar o PS ISE, opções como múltiplos painéis em mesma janela não são presentes e o terminal do mesmo é extremamente lento na execução mesmo em ambiente local.

Se tratando do PowerShell (ou seja, o não ISE, o prompt normal), as opções de usabilidade se assemelham muito ao cmd clássico porém com a adição de poucos recursos como o auto-completar com Tab.

Em relação ao poder do PS sobre o sistema (ou seja, a capacidade do PS de modificar e configurar funcionalidades do sistema operacional):

Esse é o real propósito de existência do PowerShell, ele fornece ao administrador uma ferramenta que possibilita o gerenciamento local ou remoto de uma máquina sem a necessidade da utilização de uma interface gráfica.

Infelizmente nesse aspecto é onde entra a minha enorme inexperiência no mesmo e eu não sei te dizer, em comparação ao terminal do linux, quais são as capacidades reais do PS. Eu sei que é muito mais que o cmd mas não sei dizer o quanto mais de forma específica.

2 Curtidas

Valeu, entendi ; ) ate onde eu sabia era tudo igual em ambos

2 Curtidas