Slackware Vs Gentoo

Boa noite!
Uso Gentoo a um bom tempo e sou bem adepto a filosofia e etc.
Mas estive pensando em adotar Slackware por ser mais manual, acredito que isso gera um conhecimento a mais.
A minha pergunta é, esse conhecimento é valido de fato para gerenciar sistemas Linux ou apenas a distribuição em si?
Ou devo focar em ferramentas das distros fortes no mercado, tais como RHEL, SUSE, Cannonical?

Grato pela ajuda!

1 curtida

“A minha pergunta é, esse conhecimento é valido de fato para gerenciar sistemas Linux ou apenas a distribuição em si?”

darei MINHA opinião: quem aprende gentoo ou slackware. aprende APENAS a gerenciar gentoo ou slackware. como quem aprende a gerenciar debian, aprende a fazê-lo com todos os sistemas derivados.

quando usava slackware, aprendi muita coisa, por exemplo: como compilar o kernel, como fazer boot animado, a iniciar um serviço etc. e pra quê? pra MIM não teve a menor utilidade, porque acho desnecessário aprender a recompilar o kernel para fazer o plymouth funcionar. mas sempre fui usuário final. n sirvo de exemplo.

mas para VOCÊ pode ser diferente, dependendo dos seus objetivos. tem configurações do slackware q s exclusivas pra ela e n te servirão de nada se trabalhar na área.

acho que deve experimentar em máquina virtual e ver se realmente é o que vc deseja.

1 curtida

Justamente.
O meu ponto era, se você aprende a solucionar as dependencias separadas, compilar, etc, isso é valido no mundo real de trabalho?
Esse era o ponto.
Eu sei que aprender a utilizar o emerge ou o slackpkg é apenas da distro mas o processo de make, etc, é universal.

Não muito. APT/RPM, dracut, systemd, etc. são complexos como são justamente para tirar esse tipo de encargo do administrador e ajudar na padronização e suporte, e em distribuições comerciais, os binários feitos por terceiros tem mais garantias de funcionar sem necessidade de recompilar, devido à estabilidade. Se seu foco é estritamente “mercado de trabalho”, é bom priorizar o estudo desse arsenal.

Porém, esse conhecimento pode ser útil para contribuir com distribuições, lidar com as situações específicas onde as ferramentas falham ou para “enxugar” a instalação para um dispositivo embarcado (embora mesmo eles hoje em dia têm poder o suficiente para aguentar essas ferramentas genéricas mas complexas).

2 curtidas

Foi ± isso que imaginei.
Estive pensando em instalar Fedora ou Ubuntu como user principal para ter convivio e possilvemente lidar com bugs/erros desses gerenciadores.

Este tópico foi fechado automaticamente 3 dias depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.