Série HP Z agora tem suporte para Linux via Ubuntu

Realmente galera, 2020 ta sendo um ano de investimento das empresas como Lenovo e Dell no Linux, especialmente nas distros Ubuntu, Fedora e RHEL. E parece que teremos mais uma empresa para ingressar nesse nicho em expansão, a HP.

Na sexta passada (dia 02 de setembro de 2020), a Canonical através do blog oficial do Ubuntu, anunciou mais uma parceria com uma grande empresa do ramo de hardware, com a poderosa HP (Hewlett-Packard), que certifico laptops, workstations e desktops da série Z para o Ubuntu 20.04 LTS.

A série Z da HP tem como foco para IA (Inteligência Artificial), machine learning, desenvolvimento em 3D e realidade virtual. Não preciso nem dizer que essas maquinas tem um foco bem empresarial e não doméstico né :sweat_smile:. Mas para um primeiro passo do Linux dentro da HP, é uma baita conquista.

Dentro da série Z, fica como destaque os ZBook Fury G7 15 e 17 polegadas, onde o modelo com 17 polegadas conta com uma NVIDIA Quadro RTX 5000. Outros modelos que virão com o Ubuntu 20.04 LTS são o HP Z4, Z6 e os modelos Z8 G4 , o Z Central 4R, o HP Studio e também o Create G7.

Teve ainda a declaração do Product Manager for Ubuntu Desktop, Nilay Patel, falando que ta bastante entusiasmado com a parceria:

“Estamos entusiasmados com o lançamento da nova linha Z workstations e desktops da HP com certificados para o Ubuntu 20.04 LTS. A combinação dos recursos avançados de hardware da HP e do Ubuntu fornece uma plataforma ideal para cientistas de dados e desenvolvedores de IA. Com as empresas reconhecendo cada vez mais a necessidade de equipar os desenvolvedores com as ferramentas de sua escolha, esta nova linha permitirá maior produtividade por meio das mais recentes ferramentas de ciência de dados, utilitários e bibliotecas de aprendizado profundo e ML.”

A nota completa você pode conferir aqui.

Eu acho muito legal ver empresas que antes “descartavam” praticamente o Linux (pra não dizer negligenciar) e agora fazer investimentos fortes nesse segmento. Em um primeiro momento pode ser que só em “computadores parrudos” o Linux apareça, mas se ele se sair bem neles, para chegar nos desktops e laptops (notebooks) domésticos é um “pulo”. Espero que mais empresas embarque nessa :grinning:.

Nos vemos no próximo post, forte abraço! E confira nosso Feed RSS

3 Curtidas

Essas máquinas devem ser bem parrudas. Acredito que não estão disponíveis no mercado brasileiro não é?

Acho q só por importação mesmo.